4 efeitos negativos da tecnologia na infância

· 4 de abril de 2018
Descubra quais são os efeitos negativos da tecnologia na infância antes de decidir se você quer que seus filhos estejam frequentemente em contato com ela. A prevenção e o controle são dois grandes aliados para evitar problemas.

As telas dos aparelhos eletrônicos fazem parte da vida cotidiana das crianças e dos adolescentes de hoje em dia. Atualmente, mais do que em épocas anteriores, os pais devem se preocupar com os efeitos negativos da tecnologia na infância.

Embora seja possível obter benefícios com o uso desses aparelhos, é necessário ter cuidado e proporcionar acompanhamento frequente.

Da mesma maneira, é indispensável que se cultive hábitos saudáveis na família em relação ao uso da tecnologia. Quando um adulto se torna dependente do celular ou do computador, é difícil que os filhos também não se tornem.

Para evitar complicações no desenvolvimento das crianças, é muito importante que haja moderação e sensatez. Coloque em prática as seguintes recomendações:

Quais são os efeitos negativos da tecnologia?

1.- Aumento do bullying

A internet se transformou em um dos meios mais usados por quem pratica o bullying. As crianças podem sofrer, nesse meio tecnológico, graves abusos psicológicos que as afetarão em muitas dimensões.

Quem intimida as crianças usando a internet o faz no anonimato e é difícil lutar contra o que se publica na web.

2.- Falta de privacidade

Quando as crianças e os adolescentes têm acesso às redes sociais, eles renunciam a grande parte da privacidade que têm. Na internet, todos os perfis são visíveis e acessíveis, inclusive para pessoas inescrupulosas. As crianças são, talvez, as pessoas mais suscetíveis aos perigos em algumas páginas da web.

Nesse aspecto, a tecnologia acaba por facilitar que as crianças se exponham desde cedo. Certamente, os riscos são ainda maiores quando elas não contam com a supervisão de um adulto.

3.- Desconstrução dos vínculos sociais

As gerações anteriores viveram a aventura de brincar em lugares abertos e interagir com outras crianças em qualquer lugar. Os vínculos emocionais eram construídos a partir dos interesses em comum e do tempo compartilhado.

Na atualidade, é muito mais frequente que as relações se estabeleçam através de aparelhos eletrônicos. Pouco a pouco, a importância do contato pessoal perde valor.

“As crianças estão mais expostas do que nunca às telas e esse hábito deve ser mudado, pois pode levar ao vício ou à depressão. As crianças que nasceram – e nascem – na época da tecnologia, passaram um ano grudadas às telas antes de completar sete anos de idade. A atitude da família em casa em relação à tecnologia é um fator importante na relação que a criança estabelece para si.”
—Christine Stephen e Aric Sigman—

4.- Perda de consciência da realidade

Quando não há um meio seguro emocional e fisicamente, muitas crianças “fogem” para a web. Só de ter acesso à conexão com internet, elas podem imaginar a vida que mais gostariam de ter e ficar alheias à realidade.

A criança mais tímida e insegura que não tem amigos na escola pode abrir seu perfil social e ter milhares de contatos. A tecnologia é um meio com muitas pessoas de diferentes idades dentro do qual elas podem se esconder do que realmente são.

efeitos negativos da tecnologia

Além disso…

  • Como o desenvolvimento cerebral das crianças ainda não está completo, pode se deteriorar devido à exposição excessiva à tecnologia. Esse é um dos efeitos negativos mais perigosos da tecnologia em relação à saúde das crianças no futuro.
  • Muito tempo na frente da televisão afeta o desenvolvimento da linguagem e da criatividade. Assistir televisão é uma atividade que não requer uma resposta por parte da criança e não estimula a imaginação. Também influencia negativamente no desenvolvimento do gosto pela leitura e cria a “necessidade” de consumir mais e mais.
  • Muitas crianças das gerações recentes não sabem como se divertir sem um aparelho eletrônico. Muitas crianças deixam de brincar ao ar livre ou de usar seus brinquedos porque não se sentem interessadas. Isso faz com que elas tenham poucos passatempos e interesses alheios à tecnologia.
  • As crianças que passam muito tempo jogando videogame ou assistindo televisão têm mais chances de desenvolver obesidade. Outras consequências associadas ao sedentarismo são os problemas de sono e os distúrbios digestivos.

“A tecnologia é um meio com muitas pessoas de diferentes idades no qual elas podem se esconder do que realmente são.”

Através de elementos tecnológicos é possível desenvolver algumas habilidades das crianças. Paralelamente, elas podem ter acesso a informações e materiais interativos que contribuem com o desenvolvimento.

No entanto, o uso inadequado dessa ferramenta traz consequências pouco desejáveis. Estabeleça limites e incentive seus filhos a aproveitar a vida sem depender de celular, tablet, televisão ou computador para, assim, conseguir evitar os efeitos negativos da tecnologia.