9 conselhos para que seu filho durma melhor

15 de maio de 2017

Os problemas relacionados ao sono não estão reservados apenas aos adultos. Muitas crianças apresentam problemas para conciliar o sono ou para se sentirem descansados inclusive depois de ter dormido toda a noite.

Os transtornos do sono infantil não apenas afetam as crianças, mas os adultos também são prejudicados por isso, assim que para evitá-los, convidamos você a seguir as seguintes recomendações na hora que a família inteira for se deitar.

Uma família que dorme feliz…

Os seguintes hábitos ajudarão a família inteira a ter uma rotina de sono mais controlada e benéfica para o dia-a-dia de todos. Esses são hábitos que não apenas devem ser aplicados nas crianças, mas também podem funcionar para qualquer adulto com dificuldades para conciliar o sono:

1. As crianças em idade escolar geralmente necessitam dormir entre 9 e 12 horas por dia, mas existem muitos fatores que podem fazer esse dado variar. As rotinas das crianças geralmente mudam pouco de um dia para o outro: uma criança que acordará cedo, ainda que tenha ido dormir tarde e uma criança que dorme pouco não irá para a cama até que seu corpo peça, assim, antes de estabelecer seus horários de sono você deve ter em mente sua rotina diária.

2. Tenha um horário estável, inclusive nos finais de semana: ainda que queiram dormir mais no domingo, é melhor que você proponha atividades diferentes para que os hábitos que tão dificilmente você conseguiu implementar não fiquem desregulados.

3. Tenha um rotina para todos os dias: muitos pais menosprezam os rituais que as crianças fazem antes de dormir. As crianças em idade pré-escolar precisam se preparar para ir para a cama com um banho ou uma história, assim seu cérebro estará preparado para descansar. O relaxamento que esses rituais proporcionam antes de irem dormir fará que o sono seja profundo e reparador.

Hora de Dormir

4. Desligue a televisão ao menos duas horas antes de a família ir dormir. Ficou constatado que as luzes que as telas emitem interferem na produção de melatonina, uma substância que determina quando o cérebro e o corpo estão preparados para se desconectar até o dia seguinte.

5. Busque relaxar antes de colocar os seus filhos para dormir. O cortisol, que também é conhecido como o hormônio do estresse, evita que o corpo relaxe antes de descansar. Uma rotina calma antes de descansar fará com que os níveis de estresse caiam e o cortisol não afete a rotina noturna.

6. Crie um ambiente propício para o descanso. É ótimo que o quarto do seu filho esteja cheio de brinquedos e objetos com os quais possa interagir durante o dia, mas na hora de dormir é preciso que o espaço esteja suficientemente vazio para que seja fácil se concentrar no descanso. Dê ao seu filho cobertas leves, um ursinho de pelúcia, e um ambiente tranquilo para que no dia seguinte ele esteja preparado para suas atividades.

7. Controle a temperatura. O ciclo do sono, tanto de crianças como de adultos não apenas é afetado pela luz. A temperatura também influencia muito na hora de dormir. Quando for vestir os seus filhos durante a noite, preste atenção para que o seu corpo não esteja muito quente ou muito frio.

Hora de Brincar

8. Fique atenta aos seus medos quando escurece: a razão pela qual muitas crianças apresentam problemas para dormir é que a sua imaginação dá voltas e eles enxergam sombras que as fazem ter medo da solidão e do escuro. Se é o caso do seu filho, compre um brinquedo ou uma figura “que o proteja dos monstros que o atacam durante a noite”. Nunca ignore seus medos e inquietações.

9. Assegure-se de que a criança não tenha nenhuma condição médica que influencie no seu sono. Muitas vezes, pensamos que o fato de não querer ir dormir é um capricho, mas em muitos casos trata-se de uma condição médica que afeta as rotinas do sono das crianças. Verifique se ele não apresenta problemas de respiração, dores, pesadelos ou outro fator externo que o impeça de dormir.