9 livros clássicos que toda criança deveria ler

· 12 de dezembro de 2016

O amor pela leitura é fácil de transmitir às crianças, para isso deve-se ter esse gosto e também noções para selecionar os textos mais apropriados para a idade da criança. Saber quais são os livros clássicos que foram projetados para ter um impacto sobre as crianças é essencial para que elas desenvolvam seu interesse.

Entre as qualidades que os livros clássicos têm é que são projetados para formar valores e são uma ferramenta indiscutível para cultivar a imaginação das crianças. Por isso, queremos indicar os livros clássicos que você deveria escolher para o seu filho iniciar a sua experiência literária.

9 livros clássicos da literatura infantil

Embora pertençam à longa lista de livros infantis na verdade são ricos em valores, ensinamentos e aventuras que serão também apreciadas pelos adultos. Oferecemos um seleto grupo de livros que toda criança deveria ler e, claro, os pais já deveriam ter lido.

  1. O Pequeno Príncipe

livros clássicos recomendados para crianças

Os valores encontrados neste livro têm motivado todo tipo de reflexão e admiração; É uma história adequada para crianças, mas de convicção profunda para adultos.

  1. O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa

É um livro de C.S. Lewis, que descreve as aventuras de quatro crianças em torno da descoberta de um guarda-roupa com características especiais, e nada menos do que o acesso a incrível Nárnia, um país coberto de neve e qualidades maravilhosas.

Este livro ensina às crianças diferente valores, e a solidariedade é o principal. Como a maioria dos livros para crianças, ele tem um toque de educação para adultos.

  1. O Gato de Botas

Todos nós já ouvimos falar desse personagem adorável que pertence a um livro escrito por Charles Perrault. É uma história muito engraçada que narra as aventuras de um gato muito esperto. Nessa história poderão ser apreciados valores como paciência, humildade e confiança.

  1. O Pequeno Vampiro

 Trata-se de dois filhos, dois personagens opostos nos ensinam o valor da amizadeum vampiro e o outro humano. Embora a obra pareça um pouco obscura, de fato é um livro infantil e é muito atraente para os pequenos porque as aventuras são inacabáveis.

livros clássicos que toda criança deve ler

  1. O Livro da Selva

Este livro é um clássico que está entre várias histórias que completam a coleção de Rudyard Kipling; é sobre a vida de um bebê que cresce na floresta sob a proteção de lobos.

A criança vive com os animais e a natureza com total normalidade, mas se desenvolve através de eventos que permitem a exaltação de valores como a solidariedade, a relação com o meio ambiente  e a convivência entre seres diferentes.

  1. As Aventuras de Pinóquio

Este livro não pode faltar nesta lista, é um clássico universal da literatura infantil. Ela foi escrita por Carlo Colladi e conta a história de um boneco com o sonho de virar ser humano. O nariz dele crescia quando mentia.

Os valores dessa obra são úteis para ensinar às crianças coisas sobre a vida humana e é um símbolo para descrever os mentirosos.

  1. Konrad o Menino da Lata

É uma novela escrita por Christine Nöstlinger que descreve a vida de uma criança que deve adaptar-se à vida da família onde chega quando sai de uma lata.

Konrad, que na verdade é uma criança perfeita, ensina às crianças valores como o amor e a amizade, notando que as individualidades devem ser respeitadas, a fim de viver em harmonia.

  1. A História Sem Fim

A História sem fim é o título do livro roubado pelo  protagonista, o que dá origem ao desenvolvimento da trama principal. É uma obra de Michael Ende que usa essa história para passar a mensagem de amizade e da complexidade da vida humana.

O livro envolve as crianças devido ao alto conteúdo de fantasia e aventuras que convidam a utilizar a imaginação. É um instrumento muito valioso para ensinar as crianças a respeitar a propriedade dos outros e sobre os conflitos que possam resultar de nossos atos.

  1. Momo

É um livro escrito por Michael Ende, que é recomendado para crianças maiores. Neste trabalho, o autor descreve aspectos relacionados à utilização do tempo e práticas da sociedade moderna, mas no formato infantil.

A personagem principal é Momo, uma órfã, que é identificada por dar valor ao que você tem mesmo que seja pouco, além de todas as pequenas coisas que acontecem na vida sem nós percebermos.