A crise de identidade na adolescência

· 23 de fevereiro de 2018
As modas, as tribos urbanas, as celebridades, e outras questões influenciam a busca da identidade pelo adolescente.

A crise de identidade na adolescência faz parte da transição entre a infância e a vida adulta. Tendo em vista as diversas alterações que se produzem no organismo em nível biológico, o jovem se vê afetado no âmbito psicológico.

Em outras palavras, no caminho em direção à maturidade qualquer pessoa pode sofrer uma crise de identidade. No entanto, com tempo e paciência é possível superá-la sem maiores dificuldades.

Causas

A busca pela identidade envolve muitos altos e baixos na adolescência. Nesse momento da vida as emoções são sentidas com muita intensidade diante de qualquer estímulo. Como, por exemplo, sentir-se intensamente feliz por algo simples e banal ou o aumento das endorfinas que gera a paixão.

Tudo isso acontece de forma tão intensa quanto breve. O jovem pode oscilar em estados de espírito opostos em um só dia. O ponto é que, tais mudanças nem sempre estão em sintonia com a maturidade psicológica do jovem. Por isso, se forem alterações bruscas demais podem chegar a provocar uma crise de identidade na adolescência.

A crise de identidade na adolescência

Além do aspecto biológico e psicológico, na crise de identidade também incidem os fatores externos, que certamente podem aumentar a possibilidade de desencadear uma manifestação ou outra da mesma.

Enquanto em alguns adolescentes percebe-se inclusive na sua fisionomia, em outros quase não se percebe essas mudanças. Nem todos são iguais.

Devemos nos lembrar que nessa fase nosso filho vai começar a construir sua identidade como adulto. Por isso não devemos ser negligentes com a educação e a disciplina correta nessa fase.

Âmbito familiar

O adolescente é capaz de perceber um maior rigor nas normas em casa, já que nessa fase sentem a disciplina do lar de maneira diferente. Eles percebem as consequências dos seus atos, que diferente do que acontece na infância, se tornam mais evidentes.

A “nova” disciplina no lar pode provocar no adolescente certa resistência à ideia de amadurecer, assim como também gerar angústia por não ser capaz de voltar a um estado anterior quando se sentia mais amado e protegido pelos seus pais.

É preciso lembrar que as crises de identidades são um processo de adaptação.

adolescente chorando

Não se trata de castigá-los, mas sim de ajudá-los a serem capaz e se ajustar corretamente aos princípios básicos da disciplina, higiene, esforço escolar, respeito, e os demais pontos que geralmente são desejáveis para a vida adulta.

Temos que levar em consideração que, como pais, somos o modelo principal a ser seguido pelos nossos filhos, por isso desempenhar esse papel é vital para gerar um estado de equilíbrio das diversas funções químicas do núcleo familiar.

Por exemplo, pais fumantes que proíbem seus filhos de fumar podem gerar um resultado indesejado, já que não ficou claro o exemplo que querem dar aos seus filhos.

Âmbito social

Durante essa etapa vão se desenvolver a maioria das habilidades sociais que o jovem apresentará como adulto. Os jovens também começam a adquirir (ou ampliar) os gostos em relação a música, leitura, atividades recreativas, atração sexual, etc.

As mudanças geram enorme insegurança diante da possibilidade de experimentar rejeição social nessa fase. Por exemplo, o excesso de peso pode causar sentimentos de inferioridade, angústia e tristeza que podem levar a uma crise de identidade.

adolescentes reunidos

Como pais estimular a autoestima, o amor próprio e a assertividade nos nossos filhos vai permitir que eles tomem decisões que não sejam orientadas por modas ou por grupos sociais

O que NÃO é uma crise de identidade?

Os adolescentes vão experimentar alterações físicas, psicológicas e emocionais, disso não há dúvidas. Nosso filho poderá passar por etapas permissivas, as quais podem chegar a ser estranhas aos olhos dos pais, mas não é preciso se alarmar nem repreendê-los por tudo.

O aparecimento do gosto por um tipo especial de música é o melhor exemplo que faz com que muitos adolescentes adotem um novo código próprio de vestimenta relativamente rápido. O compromisso com alguma causa social, como o respeito aos animais, ou então, manifestar opiniões políticas controversas.

Nosso filho adolescente pode expressar uma grande variedade de interesses por temas sérios e banais. Isso é normal em um adolescente que se encontra em busca da sua identidade.