A gravidez tardia é perigosa?

· 6 de fevereiro de 2019
A gravidez tardia geralmente é motivo de preocupação, tanto para a mãe quanto para as pessoas ao seu redor. Em geral, ela é acompanhada de complicações que colocam em risco a vida da mulher e do bebê.

Com o passar do tempo e com a maior aceitação das mulheres no mercado de trabalho, a gravidez passou a ser um assunto deixado para mais tarde. Como resultado, passou a acontecer o que se conhece como gravidez tardia, a qual pode ter efeitos negativos sobre a saúde da gestante.

Tome nota dos riscos e perigos aos quais uma mulher nessa condição está exposta.

O que é uma gravidez tardia?

Estima-se que 1 em cada 10 casais passem por uma gravidez tardia. Trata-se de uma gravidez que ocorre após os 35 anos de idade ou no início dos 40.

Certamente essa condição aumenta consideravelmente os riscos de sofrer de doenças, tais como a pré-eclâmpsia, o diabetes gestacional e abortos espontâneos. Por isso, essas gestações requerem um monitoramento rigoroso e um acompanhamento frequente.

Riscos de ter uma gravidez tardia

Se estiver bem de saúde, uma grande porcentagem das mulheres que decidem ser mães após os 35 anos de idade não corre riscos. No entanto, em algumas delas podem surgir complicações que colocam em risco a vida do feto e da mãe. Algumas dessas patologias podem ser, por exemplo:

Hipertensão arterial

Estima-se que 10% das mulheres grávidas sofram, em algum momento da gravidez, de hipertensão arterial. Essa característica é duplicada quando a mulher tem mais de 35 ou 40 anos de idade.

Riscos de ter uma gravidez tardia

Bebês prematuros

Estima-se que 9% das gestantes com mais de 40 anos de idade deem à luz um bebê prematuro. Isso ocorre principalmente devido à redução da capacidade do útero para carregar um bebê.

Alterações cromossômicas

Outro risco da gravidez tardia são as malformações congênitas. À medida que o corpo humano envelhece, os óvulos têm a capacidade de divisão diminuída, o que causa problemas genéticos.

A alteração mais frequente é a síndrome de Down, que causa problemas cardíacos, mentais e em outros órgãos.

Diabetes gestacional

O diabetes gestacional é um risco comum para todas as mulheres grávidas. No entanto, ele é duplicado quando se tem mais de 38 anos. Essa condição surge quando as alterações resultantes da gravidez reduzem o trabalho da insulina e, assim, há um aumento da quantidade de açúcar no sangue.

Outras patologias

Outras complicações que podem aparecer são: placenta prévia, abortos, nascimentos múltiplos, pré-eclâmpsia, edema ou baixo peso ao nascer.

No entanto, não devemos nos esquecer de que, na maioria dos casos, essas gestações são bem-sucedidas graças a alguns cuidados especiais. O ideal é fazer uma verificação prévia com o seu médico de confiança para garantir uma gravidez saudável.

“Aproximadamente 9% das gestantes com mais de 40 anos de idade dão à luz um bebê prematuro”

Vantagens da gravidez tardia

Mas, certamente, nem tudo é negativo ao conceber depois dos 35 anos. As pessoas que passaram por essa situação aceitaram o desafio e o superaram com muito amor.

Embora envolva riscos, é possível alcançar o sucesso devido às seguintes vantagens:

  • Em geral, se adiar a maternidade foi uma decisão pessoal, é comum que as mulheres estejam com uma boa saúde, mantenham uma dieta balanceada e façam exercícios. Todos estes são fatores de grande importância na gravidez.
  • No aspecto econômico, elas geralmente têm melhores condições para enfrentar os gastos significativos que a maternidade implica.
Vantagens da gravidez tardia

  • As crianças geralmente são desejadas, amadas e criadas com muito amor.
  • Emocionalmente, o casal geralmente se encontra em um ponto estável, tanto emocional quanto psicológico.
  • Evita-se a sensação de que muitas coisas ficaram por fazer antes da gravidez.
  • Os especialistas indicam que uma mulher nessa idade tem um conceito apropriado sobre o seu corpo, o que lhe permite cuidar de si mesma da melhor forma. Por essa razão, elas prestam mais atenção à nutrição e à preparação física.

Há diversas vantagens oferecidas pela gravidez tardia. A principal é o nível de realismo com o qual a maternidade e a paternidade são assumidas nessa idade. Isso leva a famílias felizes, porque na maioria dos casos há tempo suficiente para se dedicar às crianças.

Em resumo, a gravidez tardia é perigosa? Sim, ela pode chegar a ser porque os riscos de complicações são duplicados. No entanto, uma dieta equilibrada, exercícios moderados e hábitos saudáveis fazem a diferença. Então, lembre-se de tirar todas as suas dúvidas com o seu médico de confiança.

  • Jolly, M. (2000). The risks associated with pregnancy in women aged 35 years or older. Human Reproduction. https://doi.org/10.1093/humrep/15.11.2433