A mitomania infantil: como reconhecer e tratar?

· 20 de abril de 2018
A mitomania infantil é um transtorno psicológico que ocorre quando uma criança mente de forma consciente e compulsiva. É importante que os pais saibam identificar e tratar esse transtorno.

Você tem percebido que seu filho está mentindo de maneira impulsiva e suspeita que possa se tratar de mitomania infantil? Não se preocupe! Neste artigo você vai aprender sobre as possíveis causas e a maneira de corrigir esse transtorno. Se o tratamento ocorrer desde cedo, é possível evitar consequências negativas no futuro.

O que é a mitomania infantil?

A mitomania, também conhecida com pseudologia fantástica ou mentira patológica, é um transtorno de conduta no qual a pessoa mente de forma compulsiva. Uma pessoa mitômana escolhe a mentira de forma consciente para expressar sua realidade. Na maioria dos casos, a pessoa acredita verdadeiramente nas mentiras que fala.

Não se trata de uma doença, mas de um transtorno psicológico. No caso das crianças, não é tão simples fazer o diagnóstico da mitomania. Elas muitas vezes inventam histórias ou são fantasiosas. Por isso, os sintomas podem não ser identificados imediatamente.

Quais são as características das crianças com mitomania infantil?

As crianças com esse tipo de transtorno costumam ampliar sua realidade. Elas mentem por qualquer coisa, inventam histórias e se irritam quando alguém não acredita nelas. Em geral, a mentira difere de pessoa para pessoa. Isto é, o relato do mitômano muda dependendo do ouvinte.

Essas crianças dizem mentiras desnecessárias não apenas para se salvar de determinadas situações. Por exemplo, se uma criança quebra um vaso, pode dizer que não foi ela que quebrou. Em contrapartida, uma criança que sofre de mitomania infantil vai mentir sem o objetivo de tentar se livrar das consequências de ter quebrado o vaso.

“A criança mentirosa mente para se proteger ou se safar de alguma circunstância. Por outro lado, o mitômano mente de forma compulsiva e por vezes suas mentiras são um tanto quanto ridículas ou absurdas”

Não se esqueça de que a maioria das crianças fala alguma mentira de vez em quando. Isso é algo normal. Mas se ela prefere a mentira como resposta a várias situações, talvez sofra desse tipo de transtorno.

Qual é o tratamento?

Geralmente, as crianças que começam a mentir de forma compulsiva estão passando por um estado de medo emocional ou de ansiedade. Elas começam mentindo em resposta a alguma situação determinada e, em seguida, isso se transforma em um hábito.

mitomania infantil

Por conseguinte, o mais importante é descobrir a causa pela qual mentem para poder ajudá-las a superar o transtorno. Se você descobrir que seu filho apresenta esse tipo de comportamento, o ideal é procurar um profissional. Além disso, deixamos a seguir alguns conselhos úteis:

  • Registre as situações e as vezes que seu filho mente. Anote o período do dia, a causa aparente e seu estado emocional. Qualquer detalhe vai ajudar você a decifrar qual é o motivo que causa esse comportamento. Essas informações também vão poder orientar o profissional que vai ajudar a superar o transtorno a determinar um padrão de conduta.
  • Reaja com calma. Descobrir que seu filho mente compulsivamente pode ser enlouquecedor. Mas você não deve ficar brava com ele. Em vez disso, demonstre seu descontentamento e mostre para ele que as mentiras não são agradáveis.
  • Não castigue seu filho quando se arrepender e disser a verdade. Mostre sua felicidade por ele ter decidido contar a verdade. Recompense a verdade e mostre que se a situação se reverter ele não vai receber uma bronca.
  • Ajude seu filho a compreender que a mentira não o salvará de nenhuma situação. Todas suas ações têm consequências e, cedo ou tarde, seu filho terá que assumi-las. Demonstre apoio para que ele assuma a responsabilidade por seus atos, sem receber um castigo por isso.

Consequências em curto e longo prazo

Curto prazo

As mentiras constantes de uma criança vão fazendo com que o meio familiar se torne tenso e em permanente desconfiança. É preciso evitar questionar tudo o que a criança diz porque mesmo que diga a verdade ela vai se sentir julgada. Assim, ela não vai ver nenhuma diferença entre ser sincera e mentirosa.

mitomania infantil

As relações sociais de uma criança que mente de forma compulsiva vão se despedaçando à medida que seus colegas descobrem as mentiras. Ela vai começar a se sentir excluída, vai ter a autoestima diminuída e vai começar a mentir mais para encobrir essa situação.

Longo prazo

Se a mitomania infantil não for corrigida, a criança vai se transformar em um adulto que mente sem razão. Ela vai assumir a mentira como uma forma de vida. A pessoa vai mentir para ganhar a simpatia dos outros e distorcer os fatos em uma versão exagerada da história.

Os mitômanos acabam acreditando nas próprias mentiras e têm muitas dificuldades de se adaptar ao mundo real. É por isso que a maioria não se sente satisfeito com seu trabalho, suas amizades e sua família.

Você pode evitar que essa situação se prolongue ao tentar resolver as causas que provocam esse transtorno no seu filho. Fique atenta aos comportamentos dele e não hesite em se envolver e tentar ajudá-lo quando houver necessidade.