A partir de que idade as crianças devem aprender boas maneiras?

· 8 de julho de 2018
Uma criança com boas maneiras é adorável. Mas ensinar essas práticas pode demorar algum tempo. Por isso, é conveniente começar a educar as crianças quando elas ainda são pequenas.

Como sabemos que nosso filho está pronto para aprender boas maneiras? Existe uma idade ideal para isso?

Algumas mães são muito rígidas na forma de educar os filhos. Talvez consigam criar crianças muito educadas, que têm um comportamento impecável. Mas algumas vezes isso é resultado de métodos extremos. Os pequenos podem chegar a ser indiscretos, indisciplinados ou egoístas. Esse comportamento faz parte da natureza deles e, em grande parte, se deve à inocência.

Não é recomendável forçar os pequenos a ser de alguma forma específica. Mas sempre é adequado ensinar boas maneiras para seu filho saber se comportar tanto dentro do grupo familiar quanto com o resto da sociedade. As principais habilidades sociais que uma criança deve aprender desde pequena são o respeito, a consideração por outras pessoas e a amabilidade.

Quando ensinar boas maneiras às crianças?

Não há um capítulo específico na criação dos filhos no qual se deve começar a ensinar boas maneiras. Pelo contrário, trata-se de um processo no qual os pequenos vão aprender constantemente a se comportar. As boas maneiras são necessárias para que a interação com os demais seja efetiva. Por isso, pouco a pouco, se deve incluir alguns desses elementos.

boas maneiras

Desde que os pequenos começam a compreender o idioma materno, muitas das palavras que são colocadas à prova pela razão são aquelas que implicam uma relação com a família. Cumprimentar e tratar com respeito pais e irmãos fazem parte da educação que os pequenos recebem desde os primeiros dias de vida.

O exemplo que damos no dia a dia também faz parte da educação cotidiana, que não é planejada. Por isso, é conveniente estar atenta ao que estamos transmitindo. Ou seja, as boas maneiras do nosso filho serão muito parecidas com as nossas porque ele vai aprender todos os dias por meio da observação do nosso comportamento.

Entretanto, há momentos precisos nos quais precisamos intervir. Por exemplo, quando ensinamos nossos filhos a dizer “por favor” e “obrigado”, o que se deve praticar desde quando eles são bem pequenos. Apesar de as crianças terem dificuldades para se lembrar de muitos dos conselhos que damos, muitas vezes elas aprendem a se comportar com cortesia sem maiores problemas.

Há uma idade ideal para aprender boas maneiras?

Geralmente, costumamos perdoar as crianças pequenas que se esquecem de manter as boas maneiras em algumas situações. Mas chega uma fase na qual o mau comportamento não é mais tão bonitinho para outras pessoas. Uma criança de dois anos de idade que mal consegue falar com clareza não tem como controlar os fundamentos de cortesia, pois ainda não têm muitas habilidades sociais.

Entretanto, quando falamos de crianças que estão em um nível mais avançado de educação, presumimos que há muitas coisas que elas devem saber. Mas, na verdade nunca é tarde para aprender. Por isso, não podemos dizer que exista uma idade adequada para começar a ser mais educado.

boas maneiras

Em grande escala, os erros e os acertos dos pequenos nesse aspecto estão diretamente relacionados à criação. Em outras palavras, são reflexo da educação que receberam em casa e, muitas vezes, o comportamento das crianças pode ser o espelho vivo dos pais. As crianças aprendem com o exemplo desde quando são pequenas.

Como ajudar a melhorar as boas maneiras?

Às vezes nós, mães, temos que encarar o desafio de educar pai e filho, pois o que ensinamos ao pequeno talvez seja necessário ao pai também. Se for o caso, será necessário educar o pai para ele não ensinar maus hábitos ao filho.

Mas, não precisa ser necessariamente assim. Ensinar boas maneiras aos nossos filhos é algo que papai, mamãe e toda a família estão convidados a participar. Para buscar melhores resultados, podemos começar a colocar em prática os seguintes conselhos.

  • Devemos ser o exemplo a seguir e nos comportar da mesma forma que queremos que nossos filhos se comportem.
  • Devemos nos lembrar de que existem boas maneiras para cada situação. Portanto, é recomendável insistir em como se comportar à mesa ou quando há visitas ou ainda quando os adultos estão conversando.
  • Muitas vezes as crianças são indiscretas. Mas, em geral, esse comportamento se deve ao desconhecimento dos elementos de uma boa educação. Por isso, é recomendável que as crianças saibam respeitar os demais e não apontar nem comentar coisas sobre as pessoas na frente delas.
  • Apesar de parecer engraçado ou apenas uma travessura de criança, é recomendável não rir quando os pequenos cometem uma imprudência. Pois, estaremos transmitindo uma mensagem errada sobre o que esperamos delas.