5 acidentes infantis comuns no verão

11 Fevereiro, 2020
Os acidentes infantis comuns no verão vão desde uma queda na piscina até um corte produzido por um caranguejo à beira-mar. Devemos ficar muito atentos para evitar situações perigosas.

Durante as férias, as crianças saem mais e parecem ficar mais ativas. Como pais, devemos estar ainda mais atentos. Neste artigo, vamos mostrar quais são os acidentes infantis comuns no verão.

Acidentes infantis comuns no verão: por que eles aumentam?

Os acidentes infantis podem acontecer em qualquer época do ano. No entanto, no período do verão, eles aumentam. Por quê? Basicamente porque, com os dias quentes e agradáveis, fazemos mais atividades ao ar livre ou em casa. Então, os perigos aparecem.

Sem dúvida, isso não significa que devemos proibir as crianças de se divertirem ou algo assim, e sim ter em mente que é mais provável que elas se machuquem durante as férias de verão.

Além disso, não devemos ignorar o fato de que, se viajarmos para um lugar desconhecido para elas, elas vão querer explorar tudo e caminhar por lugares que podem ser perigosos… e assim elas acabam se machucando sem nem perceber!

As crianças que têm entre um e quatro anos de idade são mais vulneráveis ​​a pancadas, quedas e acidentes. Especialmente se forem meninos, já que as meninas geralmente são mais cautelosas e calmas. Naturalmente, isso não é uma regra.

Um em cada quatro acidentes infantis é causado pela falta de medidas básicas de prevenção. Ou seja, pela não vigilância ou pelo descuido por parte dos pais. Mas é claro que não podemos estar 100% atentos a elas. E mesmo que fosse assim, elas podem cair ou se machucar em questão de segundos.

Quais são os acidentes infantis comuns no verão?

A época de férias e de descanso familiar parece ser o momento “ideal” para pancadas, quedas e acidentes. Estes são os mais comuns durante a temporada de verão:

1. Quedas na piscina

Se tivermos uma piscina em casa ou se formos a um local onde haja uma, devemos ter muito cuidado para que a criança não ande muito perto da beirada. As quedas na água são muito comuns e podem ser fatais se as crianças não forem resgatadas a tempo.

Para evitar as quedas na água, você deve colocar cercas ao redor da piscina ou não deixar que elas se aproximem dessa área, principalmente se o chão estiver molhado.

2. Acidentes com bicicletas

Quando faz calor, é normal ir ao parque ou dar a volta no quarteirão com a bicicleta. As crianças precisam de tempo para aprender a dominá-la e, enquanto isso, elas caem, perdem o equilíbrio ou batem em pessoas, árvores ou coisas na rua. 

Enquanto a criança estiver aprendendo a andar de bicicleta, os pais devem ficar o mais próximo possível dela. Usar um capacete é uma excelente maneira de evitar pancadas fortes na cabeça.

3. Cortes na praia

Entre os acidentes infantis comuns no verão, não podem faltar os que acontecem na praia. Por exemplo, quando a criança está andando descalça à beira-mar e é picada ou se corta com algo parcialmente enterrado na areia. Essas ameaças incluem desde uma lata até um caranguejo.

Enquanto elas ainda não souberem o que é perigoso ao seu redor, não podemos deixá-las andar sem sapatos. Existem modelos muito confortáveis ​​para ir à praia e que protegem a sola, os dedos e o peito do pé.

“Para evitar quedas na água, você deve colocar cercas ao redor da piscina ou não deixar que as crianças se aproximem dessa área, principalmente se o chão estiver molhado”.

4. Quedas no parque

Além dos acidentes causados ​​pelas bicicletas, também existem outros que podem surgir no parque, mais precisamente nos brinquedos, ou até mesmo em árvores ou bancos, se as crianças subirem neles.

O parque fica cheio de crianças durante as férias e isso aumenta os perigos: elas podem trombar, se machucar, se bater, etc. É muito importante ficar atento aos seus movimentos e brincadeiras. E, acima de tudo, não permitir que elas usem um brinquedo inadequado para a sua idade.

acidentes infantis comuns no verão

5. Ingestão de produtos tóxicos

Em casa, certamente armazenamos os produtos de limpeza em um local que a criança não consegue acessar, mas, quando saímos de férias, às vezes encontramos acomodações que não levam esse aspecto em consideração.

Um dos acidentes infantis comuns no verão tem a ver com a ingestão de substâncias tóxicas. Se a criança encontrar algo que chame a atenção dela, ela poderá levá-lo à boca em questão de segundos.

Também devemos ter cuidado se viajarmos para o campo ou para a floresta com crianças, pois algumas sementes, frutas ou flores podem ser venenosas.

Em resumo, prestar atenção às crianças durante as férias é a melhor maneira de evitar acidentes. Além disso, contar com um serviço de emergência médica por perto ajuda a tratar o problema o mais rápido possível.