Alimentos açucarados e gravidez: como eles podem afetar?

Durante a gravidez, deve ser dada uma atenção especial à alimentação da mãe. Explicamos por que é importante limitar os alimentos açucarados.
Alimentos açucarados e gravidez: como eles podem afetar?

Última atualização: 20 Setembro, 2021

Durante a gravidez é muito importante cuidar da alimentação, pois alguns hábitos podem ser prejudiciais à saúde da mãe e do feto. Um dos principais aspectos é reduzir o consumo de alimentos açucarados.

É importante saber que o açúcar não é um nutriente essencial para o organismo, pois o corpo humano é capaz de fabricar sua própria glicose quando precisa. Além disso, nem todos os carboidratos têm as mesmas propriedades e é sempre preferível optar por aqueles com baixo índice glicêmico.

Você quer saber mais sobre o efeito dos alimentos açucarados durante a gravidez? Portanto, não deixe de ler.

Efeitos de alimentos açucarados em mulheres grávidas

Existe uma patologia transitória que pode ocorrer durante a gravidez: o diabetes gestacional. No momento, foram identificados alguns fatores de risco para o seu aparecimento, como excesso de peso ou hábitos alimentares inadequados.

De acordo com um estudo publicado na Nutrients, os alimentos açucarados desempenham um papel especial no desenvolvimento dessa doença. Por esse motivo, é recomendável evitá-los durante a gravidez.

Após a ingestão de açúcar simples ou adicionado aos alimentos, o corpo experimenta um aumento repentino no nível de glicose no sangue (glicemia). Isso força o pâncreas a trabalhar mais do que o normal para compensar o desequilíbrio metabólico. Em longo prazo, essa demanda excessiva causa desgaste e dilaceração do órgão e desencadeia o diabetes.

Para não chegar a tal ponto, é conveniente optar por carboidratos que tenham origem em alimentos com fibras. Essa substância é capaz de amortecer o impacto da glicose no corpo, já que o processo de digestão é mais lento. Consequentemente, a glicose no sangue aumenta mais gradualmente, e isso evita o estresse pancreático.

 

Efeitos dos alimentos açucarados no feto

O consumo regular de alimentos açucarados não afeta apenas a saúde da mãe, pois também pode impactar no desenvolvimento do feto. Isso pode se manifestar no nascimento ou durante a infância.

De acordo com uma pesquisa publicada na revista The Proceedings of the Nutrition Society, a ingestão de alimentos açucarados durante a gravidez aumenta o risco de parto prematuro.

Além disso, também aumenta as chances de a criança apresentar problemas metabólicos no futuro, como sobrepeso ou obesidade.

Especulou-se até mesmo sobre o impacto na microbiota futura da criança. No entanto, as evidências a esse respeito são limitadas e ainda não é possível tirar conclusões sólidas.

O que se sabe é que limitar a presença de alimentos açucarados na dieta de gestantes é um grande sucesso. Com essa estratégia, o ganho de peso também é controlado.

Posso comer carboidratos na gravidez?

Embora nenhum excesso seja saudável, a ingestão regular de carboidratos durante a gravidez é essencial.

Esses nutrientes precisam aparecer na dieta todos os dias, embora os açúcares complexos devam ser a preferência. Além disso, é essencial garantir uma porção adequada de fibra para limitar a velocidade de sua absorção.

As melhores fontes de carboidratos para mulheres grávidas são tubérculos, legumes e pseudocereais. Todos fornecem nutrientes em quantidade, que contribuem para o correto desenvolvimento fetal. Mas é importante ter cuidado com os métodos de preparo, uma vez que a fritura não é recomendada nessa fase.

Limite a ingestão de alimentos açucarados durante a gravidez

Como você viu, limitar o consumo de alimentos açucarados durante a gravidez é uma forma de cuidar da sua saúde e do seu bebê. Não é arriscado ingeri-los de vez em quando, mas tente fazer com que não seja um alimento frequente em sua dieta.

Apesar das crenças populares, também não é uma boa opção substituir os açúcares por suas versões artificiais, como os adoçantes. Esses produtos contêm substâncias químicas cujo impacto na saúde fetal ainda não é totalmente conhecido. Além disso, acredita-se que possam causar resistência à insulina semelhante à causada pelo açúcar e induzir alterações desfavoráveis na microbiota.

Pode interessar a você...
Vantagens e desvantagens dos cereais integrais para crianças
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Vantagens e desvantagens dos cereais integrais para crianças

Os cereais integrais são capazes de fornecer substâncias importantes para garantir a boa saúde das crianças. Aprenda como integrá-los à dieta.



  • Mustad, V. A., Huynh, D., López-Pedrosa, J. M., Campoy, C., & Rueda, R. (2020). The Role of Dietary Carbohydrates in Gestational Diabetes. Nutrients12(2), 385. https://doi.org/10.3390/nu12020385
  • Goran, M. I., Plows, J. F., & Ventura, E. E. (2019). Effects of consuming sugars and alternative sweeteners during pregnancy on maternal and child health: evidence for a secondhand sugar effect. The Proceedings of the Nutrition Society78(3), 262–271. https://doi.org/10.1017/S002966511800263X