Alimentos que você deve comer para conceber um bebê mais inteligente

· 26 de novembro de 2018
A inteligência é um conceito complexo de definir, mas todos sabem sobre o que se trata quando se fala sobre isso.

As mães devem saber que, para conceber um bebê mais inteligente, deve-se começar com uma boa dieta desde a gravidez. Existem alimentos que ajudam a conceber um bebê, além de saudável, muito inteligente.

Neste artigo daremos atenção especial aos peixes e mariscos. De acordo com um estudo espanhol publicado na revista científica sobre medicina ‘The Lancet”, o consumo frequente de peixes e mariscos durante a gravidez promove o desenvolvimento do cérebro da criança.

Esses resultados contradizem outras pesquisas realizadas nos Estados Unidos em 2004. Este estudo recomendava limitar os frutos do mar na dieta de mulheres grávidas devido ao suposto risco para o bebê que consumiria resíduos de metilmercúrio, substância presente nesses animais.

Os autores da pesquisa publicada em “The Lancet” afirmam que “os efeitos nocivos que o consumo de peixes e mariscos podem ter no desenvolvimento do cérebro não superam os benefícios de outros nutrientes presentes nesse tipo de alimento”.

“O cérebro de um recém-nascido é composto 50% de lipídios, que são formados a partir de ácidos graxos essenciais. Alguns deles são sintetizados pelo próprio corpo, mas outros devem ser incorporados com a dieta, como o ômega 3.

As sardinhas, por exemplo, são uma excelente fonte de ômega 3, gordura essencial e ideal para o desenvolvimento do cérebro, sistema nervoso e a memória da criança”.

De acordo com os pesquisadores, embora os mecanismos pelos quais isso ocorra ainda sejam desconhecidos, “os níveis desses ácidos graxos parecem ser essenciais no desenvolvimento inicial do cérebro do bebê”, e a falta deles pode ter sérias consequências.

Por isso, destaca-se a importância de sua ingestão durante a gravidez.

mais inteligente

Alimentos importantes para o desenvolvimento de um bebê mais inteligente

A gema de ovo contém colina que é a molécula precursora da acetilcolina, um neurotransmissor envolvido em muitas funções como a memória e o controle muscular.

Além disso, a colina é muito importante por ser a camada que envolve os nervos.

Consumir um ovo por dia não é apenas bom para o bebê, mas também irá ajudá-lo a manter um peso saudável, fornecerá vitamina D, além de contribuir para prevenir o câncer de mama.

Ademais, inclua a beterraba em sua dieta regular, seja em suco ou em saladas. Ela é um alimento rico em nitrato que ajuda a melhorar o fluxo sanguíneo do cérebro da criança, além de ser benéfica caso você sofra de constipação.

O feijão branco é uma boa fonte de carboidratos de digestão lenta. Possui proteínas, vitaminas, minerais e fibras, além de ser baixo em gordura. É ideal para o bebê no útero, pois contém muitos nutrientes e satisfaz a fome.

As carnes podem ser consumidas livremente. O fígado de frango ou vaca contém bastante ferro, o que é ideal para o desenvolvimento do bebê.

Além desses alimentos, não se esqueça das frutas. Um grupo de pesquisadores canadenses demonstraram que o consumo de frutas sazonais em mulheres grávidas aumenta significativamente a memória dos bebês.

mais inteligente

Comer frutas, verduras e sementes é uma decisão inteligente

Cada porção diária de frutas que a mãe grávida consome por dia promove o aumento da capacidade cognitiva da criança.

Nós somos o que comemos
– Anônimo –

As sementes contêm selênio e vitamina E que ajudam a fortalecer o cérebro pois fornecem boa gordura. Uma porção de sementes por dia em sua dieta será suficiente para proporcionar o melhor desenvolvimento do cérebro do seu bebê.

Você também deve considerar que o desenvolvimento da inteligência depende de muitos fatores. Por isso, além da alimentação, é importante que você estimule os sentidos do seu bebê mesmo que ele ainda esteja útero.

Cantar, conversar sempre com seu filho sobre todos os assuntos também o ajudará muito a desenvolver sua inteligência e a controlar suas emoções de forma positiva.