Altura e peso do bebê: o que você deve saber

O pediatra avalia o peso e a altura do bebê a cada consulta. A partir desses dados, ele determina se o crescimento da criança está adequado.
Altura e peso do bebê: o que você deve saber

Última atualização: 07 Outubro, 2021

Uma das grandes preocupações dos pais é saber se seu bebê está com peso e altura adequados para sua idade. Principalmente quando nascem menores ou maiores do que o esperado.

O crescimento do bebê é avaliado mês a mês, através das medições clássicas com a balança e a fita métrica. Em seguida, o pediatra compara esses valores com as referências feitas em gráficos (chamados de percentis) e verifica se a criança está crescendo em um ritmo adequado.

Mas como saber se o bebê atingiu o peso e a altura ideais? A seguir, contamos tudo o que você precisa saber.

Peso e altura em bebês: a importância dos percentis

Em primeiro lugar, precisamos saber o que são os percentis de crescimento.

Trata-se de uma medida de crescimento elaborada a partir de dados antropométricos (peso, altura e perímetro cefálico) de uma determinada população infantil.

Com esses valores, foram feitos alguns gráficos ou curvas de crescimento que permitem ao pediatra visualizar de forma mais prática o crescimento de seus pacientes.

No mundo existem várias curvas de crescimento diferentes, que surgem de medições feitas por variadas entidades científicas. Entre elas, a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Os percentis definem os limites da normalidade para o crescimento. Dessa forma, são elementos norteadores para detectar alterações no aumento do tamanho dos bebês.

tamanho, altura, criança, crescimento, estatura, gráfico, comparação, gráfico, dinossauro

Por meio da avaliação do peso e da altura com as curvas de percentis, podem ser diagnosticados alguns problemas de saúde, como:

  • Peso reduzido para a idade.
  • Desnutrição infantil.
  • Obesidade infantil.
  • Falta de crescimento (ou atraso no crescimento da estatura).
  • Baixa estatura.
  • Estatura elevada.

Indiretamente, também é possível suspeitar de algumas condições de saúde, como a presença de doenças crônicas ou cuidados insuficientes por parte dos pais.

Como os gráficos de percentis são usados

Após a obtenção das medidas da criança, é necessário comparar esses valores com as referências nas curvas de percentis. Mas, para fazer isso, primeiro você precisa saber como eles são feitos:

  • Todos os gráficos são separados por tipo de medida e sexo.
  • No eixo horizontal é descrita a idade (em semanas, meses ou anos).
  • No eixo vertical, a medida a ser avaliada com sua respectiva unidade (quilos ou centímetros).
  • No centro do gráfico existem várias curvas paralelas, com linhas de diferentes espessuras. Cada uma delas representa um percentil diferente e são numeradas da seguinte forma: 3, 10, 25, 50, 75, 90 e 97.

Portanto, para avaliar o percentil de peso do seu filho você deve localizar as coordenadas como em uma batalha naval: procure a idade no eixo horizontal e depois o peso na vertical. Por fim, trace um ponto na união de ambos os dados para saber em qual curva de percentil seu filho se encontra.

Se o peso da criança estiver entre o percentil 3 e o 97, dizemos que é adequado para sua idade e sexo. Se estiver acima ou abaixo dessas curvas, não é adequado.

Qual é o crescimento ideal em bebês

O crescimento do bebê é avaliado com base nos valores no momento do nascimento. De acordo com a OMS, o peso normal dos recém-nascidos varia entre 2,4  e 4,3 kg, enquanto a altura costuma variar entre 45 e 53 centímetros.

No entanto, essas medidas podem variar de criança para criança, dependendo de uma série de fatores, como:

Após o nascimento, a dieta e a genética do bebê determinam amplamente os percentis da criança.

O ideal é que o bebê mantenha uma curva de crescimento estável, ou seja, sem mudanças repentinas de percentis. Muitas vezes, isso pode representar um problema de saúde.

Bebê recém-nascido em uma escala para calcular a medicação

O que ter em mente sobre as tabelas de percentis

Embora esses gráficos sejam úteis para avaliar o crescimento das crianças, você deve estar ciente de alguns aspectos.

  • Além dos percentis de peso e altura, é necessário avaliar a correlação entre ambos para afirmar se o crescimento de um bebê está adequado. Nesse sentido, se a criança mantiver o percentil 90 para a altura e 10 para o peso, ela estará abaixo do peso para essa altura.
  • Alcançar um determinado percentil não significa necessariamente que a criança está bem ou mal de saúde. Além disso, cada criança tem seu próprio ritmo de crescimento.
  • Embora você possa analisar essas tabelas por conta própria, é importante consultar o pediatra quando tiver qualquer dúvida sobre o crescimento do seu filho. Embora determinar o percentil seja algo simples de se fazer, a interpretação dos dados requer a experiência do médico.

Peso e altura do bebê em meses

Na tabela a seguir, apresentamos os dados de peso e altura das crianças por idade, de acordo com os valores fornecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC ).

Meninos Meninos Meninas Meninas
Idade Peso (quilos) Tamanho (centímetros) Peso (quilos) Tamanho (centímetros)
Recém-nascido 3 – 3,7 48,5 – 51 2,9 – 3,5 48 – 50
3 meses 5,9 – 6,9 59,5 – 62 5,4 – 6,4 58-61
6 meses 7,4 – 8,6 66 – 69 6,8 – 8 64,2 – 67,3
9 meses 8,3 – 9,7 70-73 7,6 – 9 68-71
1 ano 8,9 – 10,3 74 – 77 8,2 – 9,7 72 – 75
2 anos 11,4 – 13,2 85 – 89 10,7 – 12,6 84-88

Sobre o peso e a altura do bebê

Embora os gráficos de percentis sejam um guia importante para avaliar o crescimento, a avaliação de um profissional da saúde é necessária.

Compareça a todas as consultas com o pediatra, principalmente no primeiro ano do bebê, pois cada uma delas faz parte da análise do crescimento do seu bebê. Dessa forma, muitos problemas graves de saúde podem ser antecipados.

Pode interessar a você...
Como calcular o percentil do bebê?
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Como calcular o percentil do bebê?

Saber se nosso filho está saudável é uma grande responsabilidade. Uma das formas de garantir isso cientificamente é calculando o percentil do bebê.