Aprenda a dizer não de forma positiva

· 16 de novembro de 2017

Aprender a dizer não é uma das coisas mais difíceis que as mães enfrentam. Saber negar algo a uma criança é um desafio e uma aprendizagem. Portanto, vamos mostrar a você como dizer não de forma positiva.

 Truques para dizer não de forma positiva

Bem, se alguma vez você já se perguntou como dizer não de forma positiva para seus filhos, continue lendo. Há muitas maneiras de expressar uma mesma coisa. São exatamente as diferentes formas e métodos que permitem obter melhores ou piores resultados.

Por exemplo, não é a mesma coisa dizer: “Eu não posso brincar com você porque tenho coisas para fazer”, do que dizer para seu pequeno “me ajude a arrumar a cama e depois vou brincar com você”. Como você pode ver, a mensagem é muito mais positiva se você optar pela segunda opção.

Devemos ter em mente que os pais tendem a usar o não com as crianças constantemente. Se utilizarmos esse tipo de linguagem carregada com nãos, apenas conseguiremos transmitir uma mensagem negativa. Por isso, seria melhor se tentássemos usar uma linguagem equilibrada em que o não e o sim tivessem o mesmo peso.

Dizer “não” sem que pareça uma negação

Embora não pareça, negar algo para uma criança sem pronunciar a palavra “não” é possível. Além disso, também é muito mais benéfico para elas. Se reformularmos as coisas, as crianças irão entender por que deve ser assim, irão compreender melhor o significado das regras e, portanto, também será mais fácil cumpri-las.

Tudo isso, no final, fará com que eles tenham um comportamento mais responsável. Elas mesmos irão perceber que qualquer ato tem suas consequências. Começarão a agir de forma mais autônoma e sua autoestima será amplamente beneficiada.

“Se você optar por uma linguagem positiva, pouco a pouco verá que os pequenos melhorarão suas habilidades e poderão descobrir e fortalecer suas capacidades”

Quando se faz uso excessivo do não, acabamos correndo o risco de as crianças nunca prestarem atenção em nós. Por isso, esta palavra deve ser reservada para algo realmente importante. Neste sentido, o mais recomendável é usar esta palavra para ações que representam um perigo para a criança, como atravessar a rua sem estar de mãos dadas ou se debruçar na janela.

Mudando a linguagem para o positivo com as crianças

Ao mudar a linguagem, o que fazemos não é permitir que a criança comece a fazer uma série de coisas que antes estavam proibidas. Pelo contrário, o que fazemos é lhe dizer o mesmo, mas de uma forma que ela consiga entender.

Isso não consiste em negar nada para a criança, mas sim em saber como usar o não para que não perca o seu significado. Os pais devem aplicar disciplina, impor regras e reforçar o caráter da criança. Para isso, a negação é importante. Embora não seja sempre através de uma determinada palavra. Entre as alternativas que podemos adotar, estão:

  • Sugerir outras ações que a criança seja capaz de fazer. Por exemplo, se você não pode ir ao parque, pode cozinhar em casa, pintar ou assistir televisão. “Venda” como positivo fazer algo que você possa substituir naquele momento, mesmo que não seja o que seu filho tinha pensado.
  • Outra maneira de aplicar disciplina é adiar o pedido até que a criança realize suas tarefas. Se o seu filho quer fazer algo e naquele momento você não pode, diga que você o fará em outro momento. É claro que depois você deve cumprir sua promessa.

  • Se você percebe que seu filho quer fazer algo que ele não deveria, em vez de usar o não, tente argumentar com ele. Por exemplo, se ele quer bater no irmão, você deve explicar o que acontecerá se ele fizer isso. Faça-o saber que os atos têm consequências.
  • Converse com seu filho sobre as regras desde o início. É essencial que você esclareça esse aspecto de modo que, quando tiver que dizer não, ele entenda o porquê. Diga a ele as regras que existem em casa. Desta forma, eles anteciparão a resposta e saberão o que pode ser negociado e o que não pode ser negociado. Assim estarão aprendendo regras de convivência e você os estará educando.

Lembre-se, dizer não de forma positiva não só irá te ajudar a cumprir a responsabilidade de educar seu filho, mas também permitirá que ele compreenda seus motivos e a importância de obedecer.