Como aplicar a disciplina positiva

21 de abril de 2017

Ninguém disse que educar era fácil, e quando os filhos são pequenos parece mais complicado ainda. As manhas são complicadas de controlar, sobretudo quando, nós, adultos, temos as nossas próprias.

Quando, nós adultos nos tornamos pais, entramos em uma trajetória de armas disciplinadoras, na qual não há vencedores nem perdedores, mas os sentimentos sim poder sair prejudicados se as coisas não se saem bem. Por isso, a disciplina positiva é tão importante na educação de nossos filhos.

Não é necessário ter mal-estar em geral, dor de cabeça, ou pressão arterial que não pare de aumentar. A paternidade não tem que ser uma batalha, nem uma luta constante.

Os defensores da disciplina positiva mostram que as crianças conseguem, e é possível eles se comportarem adequadamente se sentindo bem sem ameaças, subornos, sem gritos e sem violência de nenhum tipo. Não perca alguns conselhos para aprender a aplicar a disciplina positiva para que você possa ter uma conexão muito mais profunda com seu filho (a).

Descubra o que há por trás desse comportamento

Os filhos quando não se comportam bem, sempre haverá razão que os leve a ficarem desestabilizados emocionalmente. Existem adultos que rotulam as crianças, talvez as chamem “más”, mas, na verdade a criança está fazendo o melhor que pode.

É nosso trabalho como pais averiguar o que é que faz com que uma criança se comporte desse modo. Uma vez que se conheça a raiz do comportamento, poderemos encontrar a causa e tratar as emoções, assim a criança não se sentirá influenciada negativamente para se comportar dessa maneira negativa.

Assim você pode se perguntar: seu filho está brigando com o irmão com a intenção de chamar sua atenção? Talvez você tenha ficado falando ao telefone por tempo demais e não deu atenção a ele, enquanto colocava a mesa de forma apressada. Nesse exemplo, seria a correção do comportamento da mãe o que poderia satisfazer as necessidades emocionais das crianças.

Concentre-se em seu próprio autocontrole, não em controlar o seu filho

É difícil se manter no controle quando se está irritado, mas é possível com a disciplina positiva. Os pais devem adequar o seu próprio comportamento e pensar no que querem que seus filhos copiam. Lembre-se que se você grita, seus filhos gritarão… se bate, seus filhos também farão isso.

Você não deve fazer nada na frente dos seus filhos que você não queira que eles repitam. Se você perceber que está prestes a perder os nervos, é aconselhável que conte até dez, que respire fundo e que, se for necessário, se afaste do local até que tenha tido tempo para recuperar sua compostura.

Controle o seu tom de voz

A ira e a frustração só alimentarão o mau comportamento. Por isso, se você puder utilizar uma técnica para poder controlar seu tom de voz e falar sempre com o tom de voz adequado. Ao invés de gritar que seu filho está fazendo algo errado, tente cantar para ele.

Se uma criança joga um brinquedo depois de pedir que o deixasse no lugar que ele queria, cante uma canção que diga algo como: “ é triste você jogar o caminhão no chão, está na hora de recolhê-lo e guardá-lo no lugar dele”. Você poderá controlar seu tom de voz e não se sentir irritada. Embora pareça a você algo ridículo, quando se der conta dos resultados, fará isso sempre que precisar.

Além dessas 3 dicas para aplicar a disciplina positiva no lar, será necessário que você se lembre que educar a partir do amor, de rotinas; o carinho e o respeito mútuo sempre serão os melhores elementos para crianças felizes. Uma criança feliz não terá necessidade de se comportar de forma negativa para canalizar as emoções que lhe incomodam internamente.