Aprenda a delegar para aproveitar a maternidade

Ninguém pode substituir você em seu papel de mãe. Saber delegar e pedir ajuda pode permitir que você viva uma maternidade mais plena e satisfatória. Nós vamos contar para você o motivo.
Aprenda a delegar para aproveitar a maternidade

Última atualização: 08 Abril, 2021

A maternidade pode ser uma experiência maravilhosa e gratificante, mas também pode acabar se tornando exaustiva e extenuante. E, além de ser mãe, você continua a ter uma infinidade de tarefas e funções em sua vida.

Você tem uma casa para organizar, um trabalho a cumprir e provavelmente algum vínculo a cultivar. Mas, acima de tudo, você ainda é uma mulher e precisa dedicar um tempo para cuidar de si mesma. Aprender a delegar é essencial para abordar todas essas facetas e, por isso, queremos ajudar você a realizar esse objetivo.

Delegar é permitir que outra pessoa execute aquelas tarefas que, em princípio, consideramos nossas. Há quem pense que se trata de um ato de preguiça ou de negligência. Afinal, cada pessoa tem que cuidar das suas responsabilidades, certo? A questão é que, frequentemente, assumimos tarefas que não necessariamente nos correspondem e que, além disso, poderiam ser realizadas com resultados mais positivos se aceitássemos outras pessoas na equação.

Mãe exausta com o filho nos braços porque não aprendeu a delegar.

Você sabe delegar?

Talvez você esteja pensando que esse assunto não tem a ver com você, que não reflete a realidade da sua vida. Talvez você pense que se limita a fazer a sua parte e que não há outra maneira de organizar as coisas. Mas tente responder às duas perguntas a seguir.

Em primeiro lugar: você considera que está cuidando adequadamente de todas as áreas importantes da sua vida? Acha que, da maneira como tem se organizado até agora, é possível para você se desenvolver tanto no plano pessoal, profissional e social, quanto materno?

É comum ter a sensação de que as horas do dia são escassas e que as atividades não foram cumpridas. No entanto, se você se encontrar na situação de ser obrigada a negligenciar qualquer uma dessas áreas por causa do tempo exigido por outra, aprender a delegar será muito benéfico.

Por outro lado: se amanhã você tivesse que fazer uma viagem por alguns dias, sua casa e sua família continuariam a funcionar bem sem você? Ou seja, seus filhos iriam normalmente para a escola, saberiam quais atividades extracurriculares têm todos os dias e as tarefas domésticas ficariam relativamente em ordem?

Se você não pode garantir uma resposta afirmativa, significa que você se tornou essencial. E isso, embora possa parecer reconfortante, explica o grande peso que você carrega nas costas.

Por que você deve começar a delegar?

Aprender a delegar não é fácil e é uma das tarefas pendentes de muitas mulheres que já se tornaram mães. É muito comum sentir que ninguém poderá cuidar da sua casa ou dos seus filhos como você, nem mesmo o seu parceiro. Também é possível que a outra pessoa não esteja disposta a colaborar ou simplesmente vocês não tenham chegado a nenhum tipo de acordo quanto à divisão de tarefas.

Seja qual for o caso, é importante encontrar uma solução. Em primeiro lugar, porque cuidar de tudo pode gerar altos níveis de estresse, ansiedade e insatisfação. Mas, também, porque isso é prejudicial para as próprias crianças.

Uma mãe oprimida e exausta não terá as condições ideais para cuidar de seus filhos e curtir com eles. Ao contrário, se você estiver mais livre, desfrutará um melhor estado físico e mental.

Aprender a delegar para ganhar qualidade de vida

Delegar não é ignorar suas obrigações e muito menos seu papel de mãe, e sim permitir que outras pessoas participem do dia a dia. Assim, algumas das principais etapas que você pode seguir nessa direção são as seguintes:

Mãe trabalhando enquanto faz a filha esperar porque ela não quer aprender a delegar.

  • Você não precisa ser essencial. Você já é valiosa e suficiente para si mesma e ninguém poderá substituí-la como mãe dos seus filhos. Você não precisa carregar todas as responsabilidades nas costas. Seu valor não depende de quanto você faz, então dê um tempo e se permita receber ajuda.
  • Divida as tarefas domésticas com o seu parceiro, tanto as relacionadas com a casa quanto com o cuidado dos filhos. Mas não é só isso: compartilhe também todas as responsabilidades, a carga mental e a organização, para que ambos possam funcionar independentemente se o outro não estiver em casa.
  • Peça ajuda quando precisar. Você provavelmente tem uma rede de apoio (família, amigos, conhecidos) disposta a ajudar, e recorrer a ela pode aliviar muito o fardo. Sinta-se confortável para aproveitar esse recurso valioso.

Em suma, delegar permitirá que você se desenvolva mais plenamente como ser humano e, portanto, exerça melhor seu papel de mãe. Esqueça a imagem da mulher polivalente e não se esqueça de de que seu bem-estar e sua paz de espírito terão um impacto positivo na vida dos seus filhos.

Pode interessar a você...
5 dicas para as mães que precisam de tempo para si mesmas
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
5 dicas para as mães que precisam de tempo para si mesmas

A princípio muitas mães se sentem agoniadas e acham que não têm tempo para cuidar de si mesmas...