O que é a aprendizagem adaptativa?

É essencial ter uma educação adaptada tanto às demandas de uma tão sociedade complexa como a que vivemos, quanto às necessidades e particularidades de cada pessoa.
O que é a aprendizagem adaptativa?

Última atualização: 15 Julho, 2021

Quantas vezes já ouvimos os jovens dizerem que não se aprende nada de útil na escola? Se pararmos para pensar, talvez eles estejam certos.

A escola não ensina todas as habilidades e os conteúdos necessários para a vida atual. E o ensino também não é adaptado às necessidades e aos interesses de cada aluno. Por isso, na tentativa de dar uma resposta a esses problemas, vem crescendo cada dia mais uma tendência educacional conhecida como aprendizagem adaptativa.

Você consegue imaginar um mundo em que a educação realmente atenda às necessidades dos alunos? E não só isso, mas uma educação que também fosse muito mais motivadora?

Bem, especificamente, a aprendizagem adaptativa é um método que, apoiado nas TIC (Tecnologias da Informação e Comunicação), visa personalizar a formação. Uma customização de acordo com o que cada aluno precisa para poder continuar aprendendo e progredindo e que, para tornar a educação mais atrativa, também considera seus interesses e suas motivações.

O que é a aprendizagem adaptativa?

O método educacional da aprendizagem adaptativa se baseia em algoritmos computacionais para planejar o ensino e tem como objetivo oferecer um ensino personalizado, que envolve o planejamento e a oferta de atividades e recursos adaptados às necessidades de cada aluno.

Crianças com o professor em sala de aula, aprendendo graças às TIC e à aprendizagem adaptativa.

Ou seja, um ensino em que são selecionados conteúdos e também estratégias específicas para ensinar tais conteúdos. Tudo isso sempre com base na análise de fatores como os ritmos de aprendizagem e os estilos de estudo, os interesses, as fragilidades e as potencialidades de cada aluno. O objetivo é tornar o aprendizado muito mais interessante e estimulante para o aluno.

A tecnologia a serviço da adaptação do ensino e da aprendizagem

Graças às TIC, é muito mais fácil planejar um método de aprendizagem adaptativo, pois o professor, através de diferentes aplicativos e programas, pode reunir, armazenar e comparar dados gerados durante os processos de aprendizagem dos seus alunos. Nesse sentido, existem programas, como o LearnSmart, que fornecem dados sobre experiências de aprendizagem personalizadas para os alunos.

Além disso, todos esses programas, aplicativos e plataformas constituem os chamados AVAs (Virtual Learning Environments). São espaços criados na internet para promover a troca e estimular a interação entre professores e alunos, tanto em sala de aula, durante os horários escolares, como fora dela.

Assim, a tecnologia usada a serviço da aprendizagem adaptativa permite ao professor acompanhar a aprendizagem dos seus alunos e conhecer a sua evolução, proporcionando-lhes novos conteúdos, atividades e tarefas, sempre adequadas ao seu nível e à situação da sua aprendizagem.

Portanto, estamos falando de uma tendência pedagógica interessante baseada no uso da tecnologia para personalizar o ensino, de forma que alunos de todos os níveis de ensino possam ter suas demandas de aprendizagem atendidas. E eles podem receber isso quase imediatamente, acessando roteiros de treinamento adaptados.

As principais características da aprendizagem adaptativa

As principais características da aprendizagem adaptativa ou, em todo caso, do ensino personalizado são:

  • Considera a forma, o ritmo e as necessidades de aprendizado e estudo de cada aluno.
  • Reduz a quantidade e personifica a informação e o conteúdo.
  • Verifica a compreensão do aluno sobre o conteúdo por meio de um feedback quase imediato e constante com os educadores.
  • Compensa e reforça as fraquezas e desenvolve ou aprimora habilidades e aptidões.
  • Aumenta a motivação e o interesse dos alunos em aprender.
Menina fazendo sua lição de casa em casa graças ao aprendizado adaptativo.

Benefícios da personalização do ensino

Entre os principais benefícios da aprendizagem adaptativa, destacamos:

  • A aprendizagem é otimizada, na medida em que é planejada de acordo com as necessidades de cada aluno.
  • O método é apropriado a qualquer idade e nível educacional. É aplicável a qualquer área do conhecimento.
  • Aumenta o nível de motivação do aluno para aprender. O ensino de uma disciplina ocorre a partir de conteúdos atrativos ou que despertem o interesse dos alunos.
  • Intensifica o nível de comprometimento e envolvimento do aluno com o seu próprio processo de aprendizagem, pois, ao lidar com conteúdos e problemas que lhe interessam, sua aprendizagem se torna um desafio, mais do que uma simples internalização e memorização de conteúdos.

Uma aprendizagem cada vez mais adaptativa: o futuro da educação

O uso de metodologias formativas, como a aprendizagem adaptativa, é o futuro da educação. Os avanços tecnológicos e as constantes mudanças sociais em todas as esferas exigem uma educação à altura e capaz de formar cidadãos criativos, autônomos e com capacidade de adaptação.

Alcançar uma maior personalização e independência nos processos de aprendizagem é o grande desafio das instituições atuais de ensino. Para isso, é imprescindível a formação permanente de todos os educadores.

Essa formação deve ser técnica e relacionada ao funcionamento das aplicações tecnológicas. Mas também a formação deve abordar a funcionalidade dessas aplicações a serviço da aprendizagem adaptativa.

It might interest you...
O que é a disciplina consciente
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
O que é a disciplina consciente

Você sabe o que é e do que trata a disciplina consciente? Você precisa conhecer esse tipo de disciplina para aplicá-la na educação dos seus filhos.



  • Morillo Lozano, M. D. C. (2016). Aprendizaje adaptativo. Recuperado de https://uvadoc.uva.es/bitstream/handle/10324/21000/TFM-G648.pdf?sequence=1&isAllowed=y
  • Lerís, D. y Sein-Echaluce, M. L. (2011). La personalización del aprendizaje: Un objetivo del paradigma educativo centrado en el aprendizaje. Arbor187(Extra_3), pp. 123-134. Recuperado de http://arbor.revistas.csic.es/index.php/arbor/article/view/1417/1426
  • Agudelo, M. (2009). Importancia del diseño instruccional en ambientes virtuales de aprendizaje. Nuevas ideas en informática educativa5, 118-127. Recuperado de https://d1wqtxts1xzle7.cloudfront.net/30915887/articles-106223_archivo.pdf?1363046743=&response-content-disposition=inline%3B+filename%3DAMBIENTES_VIRTUALES_DE_APRENDIZAJE_UNA_M.pdf&Expires=1595014637&Signature=GK87ogx8gm9tvXhJsCtew9iNfyo0y-V62pQYrEXf-0V9YF2tQT~8D3qrYbUJ0znlsN99VMCrStdyB6PE3o3ZxoBrLRZWOdB5L8CvtR5rjlxVK36lJ3ECM0F0mqjwRSrgf56zwJH4YIOKby6B4pc6ga1-A8tnCESYPTgX-IoHcIoVMMYZAIodhYKZH-BX3VSWK0WgiiZ2qERNJkY00zPXuU0VlkJHsRJtGAjPvELQIWsiKy1E2Iy3HPBJ9jOTMTM126ySZri1SX-OQY7wF0JUcEI9kbvUgTOQyE7v1fot6pHf3B2gLObPnJcMmrQbKXCZcclUZ82StMVAhQETdgDQnw__&Key-Pair-Id=APKAJLOHF5GGSLRBV4ZA
  • Mendoza, P., & Galvis, Á. (1999). Ambientes virtuales de aprendizaje: una metodología para su creación. Informática educativa12(2), 295-317 https://d1wqtxts1xzle7.cloudfront.net/30915887/articles-106223_archivo-with-cover-page-v2.pdf?Expires=1624482390&Signature=cizqyB6x-uqqGKIxKNa2KgGk8hmaR3kjk0m02~yyI5EQY9IAuidssERNQfHuceBh0hywRGBBurgR0hm9zUUgJcAtQTD6JEivy2preczAYqTY-2vEQ~Dvu1mBIU2TwV3hrsPNtabihtJrSlHnw3bFx5w6Da3dNOwQnJzcEYH~mWsV3Hw3dXz2Z7h34x3CoyRT4wvuDbRuRCUUkjE2aJI9ll~2XMf6aswKDbgwXVmZmA1EEv3Ij5yxS2wxepqnbXh6wWnYyNyfNV-Vcp4IzFBByjo73JEI628vTvVNS4tCtKxPayhH7WLhzGJGTCBElMF45gKrzPVY4tuHPw923IeuJA__&Key-Pair-Id=APKAJLOHF5GGSLRBV4ZA