Posso aquecer o leite do bebê no micro-ondas?

Descubra a melhor forma de aquecer o leite do seu bebê.
Posso aquecer o leite do bebê no micro-ondas?

Última atualização: 30 novembro, 2021

O micro-ondas se tornou o aparelho preferido para aquecer alimentos rapidamente. Porém, é necessário ter cuidado com o leite do bebê para evitar riscos à sua saúde. Não só pela temperatura que pode atingir, mas também pelo material do recipiente utilizado.

Por esse motivo, é aconselhável ter frascos próprios para micro-ondas ou vidro e seguir as instruções que explicaremos a seguir.

O micro-ondas, um eletrodoméstico não tão fantástico assim

À medida que o uso desse aparelho começou a se espalhar, surgiram muitas dúvidas sobre sua segurança.

Entre elas, o risco do aparecimento de certas doenças devido às ondas eletromagnéticas ou à perda de nutrientes quando é utilizado como método de cozimento. No entanto, nenhuma dessas teorias tem respaldo da ciência.

No entanto, é importante conhecer alguns riscos comprovados que podem ser evitados ao tomar as precauções necessárias. A seguir, vamos dizer a você quais são eles.

O risco de queimaduras

Criança com queimadura na ponta dos dedos.

Um dos principais riscos do aquecimento do leite no micro-ondas é a queima acidental do corpo do bebê.

A potência do aparelho pressupõe menos tempo para aquecer os alimentos. Portanto, é importante ter essa consciência e aquecer em intervalos de 30 segundos e em média ou baixa potência.

Além disso, o aquecimento de alimentos ou bebidas não ocorre de maneira uniforme. Isso faz com que as áreas que tocam o recipiente (externo) queimem mais do que as internas. Uma boa solução para isso é mexer os alimentos com uma colher ou sacudi-los dentro do recipiente.

Lembre-se de provar a comida ou o leite da criança antes de oferecer a ela e, se estiver muito quente, deixe descansar por alguns minutos.

A toxicidade dos recipientes de plástico

Você já ouviu falar do bisfenol A? É um composto utilizado na fabricação de alguns recipientes de plástico, que em nosso corpo atua como um desregulador endócrino. Ou seja, ele se comporta como se fosse um hormônio e altera alguns processos metabólicos.

Quando as garrafas são aquecidas, essa substância é liberada em pequenas quantidades, que se acumulam no corpo. Como consequência, a médio prazo alteram o funcionamento normal de certos órgãos e dificultam o desenvolvimento da criança.

De acordo com um estudo publicado no Journal of Hazardous Materials, a exposição pré-natal ou pós-natal precoce ao bisfenol dificulta o desenvolvimento psicomotor em crianças menores de 2 anos de idade. Além disso, para cada aumento de 10 vezes durante o segundo trimestre, seu desenvolvimento mental diminui. Esse efeito foi verificado para o bisfenol A e S, mas não para o tipo F.

Outro risco associado à exposição precoce a desreguladores endócrinos é o desenvolvimento de obesidade infantil e sobrepeso. De acordo com uma revisão no Journal Nature Review of Endocrinology, essas substâncias aumentam o acúmulo de tecido adiposo.

Por sua vez, em 2010 a FDA (Food and Drug Administration) se posicionou contra o uso desse componente em mamadeiras, recipientes para mamar e para leite artificial. No entanto, o  Journal of Environmental Science and Health encontrou bisfenol A e S no leite de mamadeiras da Itália.

Portanto, a opção mais segura é usar recipientes de vidro ou aquecer de forma alternativa no micro-ondas.

Duas mamadeiras de vidro.

Como aquecer o leite do bebê

Como você viu, aquecer o leite do bebê no micro-ondas é possível, mas apresenta alguns riscos. Portanto, geralmente é uma prática desencorajada, a menos que algumas precauções sejam tomadas. Para isso, você pode ficar atenta às seguintes recomendações:

  1. Substitua as garrafas de plástico por outras de vidro. Dessa forma, você evita a presença de bisfenol A.
  2. Reduza o tempo de aquecimento, pois assim se aquece mais rápido e o aquecimento permanece por mais tempo.
  3. Você pode usar um aquecedor de mamadeiras para chegar à temperatura certa e mantê-la por um tempo.
  4. É aconselhável aquecer a água em uma panela e depois mergulhar a mamadeira nela. Outra opção é aquecer o leite na panela e, quando estiver bem quente, colocar na mamadeira.

Por fim, lembre-se de que o leite ideal é morno, pois é mais agradável para os bebês. Por isso, agite e experimente antes de oferecer ao bebê, sem beber diretamente da sua mamadeira.

No caso de optar pelo leite artificial, é sempre mais seguro aquecê-lo para assim destruir qualquer bactéria que possa causar toxinfecções.

Pode interessar a você...
Quantidade recomendada de leite de acordo com a idade do bebê
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Quantidade recomendada de leite de acordo com a idade do bebê

Os pais, preocupados pelo desenvolvimento normal do bebê, geralmente se perguntam qual é a quantidade recomendada de leite de acordo com a idade do...



  • Levchenko, A; Lukoyanova, O; Borovik, T; Levchenko, M; Sevostianov, D; Sadchikov, P (2017) The novel technique of microwave heating of infant formulas and human milk with direct temperature monitoring. J Biol Regul Homeost Agents, 31(2): 353-57. 
  • Jiang, Y; Li, J; Xu, S; Zhou, Y; Zhao, H; Li, Y et al (2020) Prenatal exposure to bisphenol A and its alternatives and child neurodevelopment at 2 years. J Hazard Mater, 121774. 
  • Russo, G; Barbato, F; Cardone, E; Fattore, M; Albrizio, S; Grumetto, L (2018) Bisphenol A and Bisphenol S release in milk under household conditions from baby bottles marketed in Italy. J Environ Sci Health B, 53(2): 116-20.
  • FDA (Food and Drug Administration). (2010, actualizado en 2014) Bisphenol A (BPA): Use in Food Contact Application. https://www.fda.gov/food/food-additives-petitions/bisphenol-bpa-use-food-contact-application#summary