As boqueiras nas crianças: causas e tratamento

10 Maio, 2018
As boqueiras chamadas tecnicamente queilite angular são causadas por agentes patógenos. Na maioria dos casos, não são graves e podem ser facilmente curadas.

As boqueiras nas crianças são muito frequentes. Essa infecção é produzida por um fungo ou uma bactéria e causa dores e incômodos nas crianças, sobretudo ao abrir a boca e consumir alimentos. Por essa razão, devem ser tratadas a tempo para evitar sofrimentos.

Como saber se seu filho está com boqueiras?

Você poderá saber se é boqueira se notar inflamação e vermelhidão na junção dos lábios, crostas ou pequenas fissuras. Como consequência, se produz um odor específico ao abrir a boca. Nos bebês, o choro sempre é o primeiro sinal; no caso de crianças maiores, é possível que expressem seu mal-estar ou dor contando o que está acontecendo.

As boqueiras tendem a ser muito dolorosas e irritantes, por isso as crianças geralmente coçam, além de umedecer um pouco o local. Isso piora ainda mais as feridas.

As causas das boqueiras infantis

É conveniente determinar as causas da queilite ou boqueira no seu filho. Dessa forma poderá procurar o tratamento indicado. As mais frequentes são:

A saliva

O acúmulo de saliva na junção dos lábios permite a proliferação de bactérias, sobretudo o estreptococo e o estafilococo. Também chega a produzir um fungo conhecido como cândida. Portanto, pode ser contagiosa ao contato físico com outras pessoas.

Se o bebê está na fase de dentição é propenso à queilite. O motivo é que produz excessiva salivação e baba constante.

Deficiência de vitaminas

Algumas crianças têm carências de vitaminas A, B, D, ácido fólico, ferro e zinco ou apresentam quadros anêmicos devido à má alimentação. Elas são mais suscetíveis a sofrer de boqueiras. Outra causa comum são as reações alérgicas por alimentos ou produtos cosméticos.

“Se apresenta inflamação e vermelhidão na junção dos lábios, crostas ou pequenas fissuras, é provável que sofra de boqueiras”

Uso de chupeta

No caso dos bebês, o uso da chupeta e da mamadeira podem ocasionar o acúmulo de saliva na junção dos lábios. 

As boqueiras nas crianças: causas e tratamento

Outras causas

  • Uso de mordedores ou chupar os dedos.
  • Exposição a temperaturas extremas, muito frio ou ficar exposto ao sol por muito tempo.
  • Uso de prótese dental que não encaixa bem.
  • Transtornos nervosos.
  • Desidratação.
  • Problemas digestivos.

Além disso, se está em idade escolar, o estresse provocado pelas provas ou atividades em classe pode gerar boqueiras. Mesmo assim, pode ser devido a um vírus que a criança está incubando, como o da gripe, ou também devido à febre.

Como tratar a queilite angular no seu filho?

Um aspecto muito importante para você deve considerar é conhecer a causa que está provocando as boqueiras no seu filho.

Além disso, dependendo de como estiver afetando o seu filho, é aconselhável consultar um médico. Ele prescreverá medicamentos adequados como anti-inflamatórios, antibióticos e cremes bactericidas ou fungicidas de uso tópico. Se a infecção for leve, pode ser tratada em casa com algumas recomendações e remédios caseiros.

Alguns deles são:

  • Ter uma alimentação rica em vitaminas e minerais.
  • Manter a criança bem hidratada, sobretudo com água.
  • Conservar a higiene no lar.
  • Secar a boca da criança frequentemente com um pano limpo e macio.
  • Aplicar cremes medicinais.
  • Evitar qualquer alimento ou produto que cause alergia.
  • Não dar alimentos quentes ou muito ácidos.
  • Impedir que a criança beije os irmãos ou outras pessoas, já que é uma condição contagiosa.
  • Evitar, ao máximo, que toque ou coce a área afetada. 
As boqueiras nas crianças: causas e tratamento

5 tratamentos à base de plantas para curar as boqueiras

Aplicar algum remédio caseiro no seu filho pode ser muito eficiente. Tenha em mente que essa condição dura entre 6 a 7 dias. Se persistir, é preciso consultar um especialista.

  • Aloe Vera: o aloe vera tem propriedades hidratantes, antibacterianas e cicatrizantes. Portanto, é muito eficiente. Para isso, passe suavemente parte da polpa da planta umas 3 vezes ao dia diretamente nas boqueiras.
  • Parietária: cura a queilite angular de forma natural; é possível colocar um cataplasma da planta todas as noites.
  • Óleo de Rosa mosqueta: é um magnífico hidratante e cicatrizante. Aplica-se algumas gotas 3 vezes ao dia. É recomendável usá-lo quando as boqueiras acabam de aparecer.
  • Mel: deve ser natural para que seja efetivo; ajuda a combater a infecção e é um ótimo cicatrizante. Antes de dormir, aplique algumas gotas de mel.
  • Flores de calêndula: contém emolientes, é antisséptica e cicatrizante. É necessário lavar a área afetada várias vezes ao dia ou aplicar cremes à base dessa planta.

Se o seu filho estiver com boqueiras, não é preciso se preocupar. Com uma higiene adequada e o tratamento correto, é possível curar esse incômodo rapidamente.