As infecções urinárias na infância

· 31 de janeiro de 2018

Esse é um problema renal crônico pode ser prevenido com um diagnóstico precoce, o correto tratamento e o monitoramento da infecção.

As infecções urinárias na infância são bastante comuns. De fato, nas crianças costuma ocorrer nos primeiros três meses de vida e nas meninas em qualquer idade.

As recaídas ocorrem durante os primeiros 6 meses de vida. É importante saber quais são as características clínicas das infecções urinárias na infância, para assim poder tratá-las adequadamente de acordo com a idade do paciente.

O que são as infecções urinárias?

Uma infecção do trato urinário (ITU) é a invasão e multiplicação de bactérias na via urinária. O principal agente que causa essa infecção é a Escherichia coli, em ambos os sexos. Essa é a segunda causa mais frequente de infecção nas crianças, depois das infecções respiratórias.

Em geral, a via de infecção é ascendente; ou seja, os micro-organismos que procedem do intestino ascendem pela uretra até chegar à bexiga.

Principais sintomas

Os sintomas dependem da gravidade e da região em que ocorre a infecção. Pode ser nos rins, na bexiga, nos ureteres ou na uretra.

  • Quando ocorre na bexiga é chamada de cistites, os sintomas mais comuns são: dor no baixo ventre, cor e odor da urina mais concentrados ou turva, urinar constantemente, porém em pouca quantidade, ardor ao urinar e presença de sangue na urina.
  • Caso afete os rins, recebe o nome de pielonefrites.  Se não for tratada a tempo pode danificar os rins. Os sintomas são: calafrios, febre e dor na região lombar, náuseas, vômitos e pele avermelhada.
  • No caso dos bebês, ainda que não possam explicar como se sentem, o demonstram com sintomas de irritabilidade, inapetência, vômitos e febre.

Causas mais comuns

Existem muitas causas pelas quais as bactérias aparecem em determinadas regiões e provocam a infecção, entre elas:

  • Não urinar com frequência.
  • Vestir roupas muito apertadas.
  • Doenças do sistema nervoso que dificultam urinar.
  • Má higiene ao ir ao banheiro, se limpando de trás para frente.
  • Constantes banhos de espuma que podem causar uma infecção.
  • Refluxo vesicoureteral, que ocorre quando a urina regressa aos ureteres e rins.
Las infecciones urinarias se tratan con antibióticos.

Tratamento

As infecções urinárias nas crianças são tratadas com antibióticos de acordo com a idade e sempre devem ser atendidas por um especialista. Este determinará se é necessária a hospitalização para que sejam administrados os antibióticos via intravenosa.

É importante que a criança beba muita água durante o tratamento. Se os sintomas desaparecem, o médico pode prescrever baixas doses de antibióticos. Entretanto, se os sintomas reaparecerem, deve-se procurar imediatamente o médico.

O tratamento com antibióticos deve ser o escolhido de acordo com a resistência das bactérias e com os tratamentos anteriores. Se for adequado, se conseguirá estabilizar em 24 horas.

Caso a causa da infecção seja de água, porém não sistêmica, o tratamento será de 7 a 10 dias e poderá ser com:

  • Ácido nalidíxico 55 mg/kg/dia.
  • Cefalexina 50 mg/kg/dia.
  • Nitrofurantoína 5-7 mg/kg/dia.
  • Trimetoprim sulfa 5-7 mg/kg/dia.
  • Amoxicilina 50-100 mg/kg/dia.

Se for com comprometimento sistêmico, o tratamento será por 14 dias, de acordo com a idade da criança.

Recém-nascidos e menores de 4 meses:

  • Ampicilina 75-100 mg/kg/dia
  • Gentamicina 7 mg/kg/dia
  • Amicacina 15 mg/kg/dia
  • Cefotaxima 100-150 mg/kg/dia
  • Ceftriaxona 75 mg/kg/dia

  Para maiores de 4 meses se recomenda:

  • Cefalotina 80-160 mg/kg/dia.
  • Cefradina 50-100 mg/kg/dia.
  • Ceftriaxona 75 mg/kg/dia.
  • Cefotaxima 100-150 mg/kg/dia

Caso as bactérias sejam resistentes:

  • Aztreonam ou amicacina.
Beber agua en abundancia previene infecciones urinarias en la infancia.

Como prevenir as infecções urinarias na infância

Como a principal causa de infecção é a entrada de um micro-organismo que vem da região anal e passa para a bexiga, é possível tomar medidas para minimizar a invasão:

  1. Vista roupa íntima macia, fresca e folgada.
  2. Troque frequentemente as fraldas.
  3. Mantenha limpa a área genital.
  4. Ensine hábitos de higiene quando a criança tiver idade suficiente.
  5. Ofereça líquidos constantemente.
  6. Explique às crianças maiores que elas devem ir ao banheiro várias vezes ao dia.

Com essas medidas, reduzirá as probabilidades de que seus filhos apresentem infecções urinárias durante a infância.

Se apesar de tudo isso, as crianças ainda sofram de infecções de forma frequente, é possível tratá-las com antibióticos por determinado tempo e com supervisão médica.