As mães não dormem. Estão sempre alertas

30 Agosto, 2018
A seguir, vamos refletir sobre esse tema tão comum no mundo da maternidade.
 

As mães não dormem porque, assim que dão à luz, a vigília passa ser protagonista do seu estado de consciência. Inclusive, passando por cima do tão necessário sono. As funções neurocognitivas das mulheres que se tornam mães se mantêm o tempo todo em plena atividade, mesmo quando seus olhos estão fechados e em repouso.

É realmente único o que acontece com as mães. Essas pessoas consideradas “frágeis” para alguns, mas que tem no coração, valentia e resistência como ninguém.

Por que dizem que as mães não dormem?

Dizem que as mães não dormem porque é verdade. Caso contrário, ninguém se atreveria a fazer uma declaração que vai tão contra a natureza humana. Contudo, a falta de sono pode ser prejudicial se considerarmos que é um estado fisiológico dos animais. Pois, o corpo precisa de sono para poder se recuperar.

Seria necessário, então, investigar como é possível que isso possa acontecer com as mães (metaforicamente falando). Quando uma mulher se torna mãe, desenvolve imediatamente uma capacidade que lhe permite descansar sem a necessidade de se desconectar completamente do mundo que a rodeia. Um mundo que, depois do parto, se concentra no berço que está todas noites bem ao lado da sua cama.

Não há movimentos, gemidos ou respiração do filho que ela não sinta e que não a faça recuperar a plena consciência mesmo que tenha acabado de dormir.

As mães têm o dom de ouvir e entender o seu bebe mais do que ninguém. Elas sabem do que ele precisa sem nem precisar olhar, mesmo com o quarto escuro e os olhos fechados que repousam na incansável vigília.

 
mães não dormem

Por que dizem que as mães estão sempre alertas?

Dizem que as mães estão sempre alertas porque também é verdade. Elas estão sempre preparadas para lidar tanto com as eventualidades quanto as situações cotidianas. Por exemplo:

  • Quando o bebê sente fome e quer mamar.
  • Quando o bebê chora porque acordou sozinho e precisa que a mãe o coloque para dormir outra vez.
  • Sempre que a criança quiser sair do berço para estar em seus braços.
  • Quando chora porque está com cólica
  • Sempre que precise trocar de fralda
  • Quando se sente mal depois de receber uma vacina

Uma mãe está sempre presente quando o seu bebê precisa. Ela sabe o jeito que mais lhe agrada. Por isso, é com ela com quem ele se sente mais confortável e seguro.

Para as mães, não há momentos inconvenientes. Se a criança precisa de atenção, mesmo que seja às duas da manhã, ela se levanta prontamente para ajudar.

As mães não dormem. Elas estão sempre alertas

As mães não dormem, estão sempre alerta. Seja porque para elas é fácil, porque é natural ou algo que vem de dentro. Elas não dormem mesmo que estejam esgotadíssimas a ponto de desmaiar, tão estressadas que mal podem pensar ou ainda se sentindo melancólicas.

 

Talvez os seus dias tenham mudado muito, e a vida que tem hoje talvez seja muito diferente do que elas tinham antes. Por isso, às vezes, elas choram e sentem tristes.

Você que é mãe sabe do que estou falando. Os humores oscilam muito, quase como durante a gravidez. Mas, assim como a tristeza às vezes pode tomar conta do seu ser, você é capaz de se alegrar, secar as lágrimas e se recompor.

mães não dormem

Você simplesmente sorri e se recupera a ponto de sair da depressão para sentir a alegria mais plena.

As mulheres têm este dom, que surge assim que conhecem o amor materno. Quando ouvem o seu filho chorando, os resmungos, os balbucios e as risadas.

Elas choram, sim. E ficam deprimidas também. Elas se cansam como ninguém, mas permanecem firmes e se sentem felizes pela graça de ter dado à luz uma criança, um ser humano que é seu e, portanto, é sua responsabilidade e dever cuidar dele.

As mães são seres especiais, dotados de uma força colossal, que podem ficar um, dois, três anos ou uma vida inteira sem dormir e mesmo assim conseguem se manter tão bonitas, amorosas e maternais como só elas podem ser.

 

Mamãe, a vida agradece pela sua coragem, perseverança, paciência e todo o sacrifício que você faz todos os dias: de dia ou de noite, colocando o bem-estar do seu filho acima das próprias aspirações e necessidades vitais.

  • Sánchez, E. (2019a, 5 noviembre). ¿Cuánto tiempo puede pasar una persona sin dormir. Recuperado de https://lamenteesmaravillosa.com/cuanto-tiempo-puede-pasar-una-persona-sin-dormir/
  • Martínez, E. (2019, 8 febrero). Lo importante no es dormir más, sino dormir mejor. Recuperado de https://mejorconsalud.com/dormir-mas-dormir-mejor/