As mudanças nos seios durante a gravidez

6 de agosto de 2019
Como já se sabe, o corpo de uma mulher experimenta todos os tipos de mudanças durante a gravidez. Porém, em relação aos seios, há várias coisas para comentar. A seguir, vamos falar mais sobre isso.

Além do aumento notório e progressivo do volume dos seios durante a gravidez, existem outros sinais que indicam que a mulher está se preparando para o momento de amamentar o seu bebê. E a que se devem essas mudanças nos seios durante a gravidez?

Deve-se principalmente à atividade hormonal que ocorre no organismo e ao respectivo aumento do fluxo sanguíneo na área dos seios, embora as mudanças não sejam evidentes até a 4ª ou 6ª semana de gravidez.

No entanto, muitas mulheres relatam sentir os seios levemente inflamados e com uma certa sensação de formigamento antes do primeiro atraso menstrual. Em alguns casos, elas podem até mesmo sentir uma dor semelhante à síndrome pré-menstrual.

Como são as mudanças nos seios durante a gravidez?

A preparação para o fornecimento de leite materno não envolve apenas o aumento do volume dos seios, mas também alguns desconfortos, como os que foram mencionados anteriormente. Esses desconfortos geralmente são temporários e de curta duração. Portanto, não impedem as atividades diárias da mulher.

A seguir, vamos explicar em detalhes as diferentes mudanças nos seios durante a gravidez. Você vai descobrir que a hipersensibilidade devido ao atrito com certos tecidos de roupa pode afetar a mulher.

ductos mamários obstruídos

Tamanho e volume

Os seios começam a crescer quase desde a primeira semana de gestação. Uma vez que a 8ª semana de gravidez chega, eles terão atingido um tamanho e um volume notáveis, que farão com que a mulher pareça mais arredondada (de acordo com o aumento dos quadris e da barriga). Em alguns casos, o aumento no tamanho e volume pode causar dores nas costas.

“No total, considera-se que os seios podem ficar com um volume de 25 a 50% maior do o que seu tamanho inicial”.

Cor e tamanho dos mamilos e aréolas

Além do aumento dos seios, as gestantes também percebem outros tipos de alterações, tais como a mudança da cor dos mamilos. A cor deles, em geral, tende a escurecer e isso pode causar certo desconforto.

Entre as alterações hormonais que ocorrem na gravidez, o aumento da melanina faz com que a cor da pele dos mamilos escureça consideravelmente. Além disso, em algumas mulheres pode ocorrer o aparecimento de sardas ou manchas no rosto, nas costas, nos braços e assim por diante.

Por outro lado, o tamanho dos mamilos também aumenta, de tal forma que a aréola se torna mais larga do que o habitual e também se torna mais maleável, a fim de facilitar a alimentação do bebê.

A pele dos seios fica esticada

Quando os seios aumentam, a pele fica esticada. Por isso, é normal conseguir visualizar as veias da região mais facilmente. Da mesma forma, essa dilatação da pele pode atingir o máximo da sua capacidade, promovendo assim o aparecimento de estrias.

No entanto, o surgimento dessas marcas pode ser tanto evitado quanto disfarçado através da aplicação de hidratantes ou loções especiais para estrias com uma boa massagem.

Lubrificação dos seios

Lubrificação dos seios

Para manter os mamilos bem lubrificados e hidratados para o bebê, o organismo engrossa as glândulas de Montgomery. Essas glândulas são as pequenas protuberâncias visíveis na aréola e que ficam carregadas com uma substância oleosa durante a amamentação dos nossos filhos.

Os seios começam a pingar

No terceiro mês de gravidez, há mulheres que sentem a secreção do chamado ‘colostro’. Esse gotejamento pode aumentar durante as últimas semanas de gravidez. Como ele se manifesta? O colostro é o vestígio de uma substância grossa e amarelada deixada no sutiã da mulher.

Caso surja a secreção de colostro, recomenda-se o uso de protetores descartáveis ou laváveis. Também não é aconselhável permitir que os mamilos sequem completamente ao ar livre após cada banho, principalmente para evitar ressecá-los excessivamente. Em vez disso, recomenda-se o uso de sutiãs de algodão com suportes reforçados.

Em conclusão

As mudanças nos seios durante a gravidez geralmente não impedem o desenrolar da vida cotidiana da mulher. No entanto, caso isso aconteça, é necessário consultar o médico imediatamente.

Para aliviar o desconforto causado por essas mudanças, é possível recorrer a algumas ações simples, tais como massagens e aplicação de hidratantes. Certamente, também é importante usar roupas adequadas, bem como evitar apertar a área com roupas de baixa elasticidade.