Astigmatismo nas crianças, tudo o que você deve saber

26 Dezembro, 2017

O astigmatismo nas crianças é um problema de visão no qual os objetos são observados de maneira disforme, seja de perto ou de longe. É possível corrigir o astigmatismo se for detectado e tratado em idade precoce.

O astigmatismo geralmente acontece por causa da curvatura da superfície da córnea que, em vez de côncava, tem uma forma mais ovalada.

Embora se trate de um problema refrativo, como a miopia e hipermetropia, o astigmatismo é talvez um dos defeitos de visão menos compreendidos. Por tanto, o astigmatismo não é uma doença ocular e nem um problema de saúde. É considerado mais uma anomalia ao focar objetos.

Seja em adultos ou crianças, no astigmatismo a luz não atinge apenas um único ponto na retina, o que, consequentemente, não produz uma imagem exata das coisas. São produzidas várias imagens em diferentes pontos de foco, tanto na parte da frente da retina como na na parte de trás.

Causas do astigmatismo nas crianças

Não há uma explicação exata para as causas do astigmatismo nas crianças. A principal é a genética, pois o astigmatismo se manifesta de forma hereditária. Também pode ser causado por causa de alguma intervenção cirúrgica, na qual os casos mais frequentes são transplante de córnea ou cirurgia de catarata. No entanto, essas intervenções geralmente são realizadas em adultos.

astigmatismo nas crianças é um dos problemas de visão

Quais são os sintomas do astigmatismo nas crianças?

O astigmatismo nas crianças geralmente está relacionado com a miopia ou a hipermetropia, o que indica que os sintomas em ambos os casos são bem parecidos. Entre os sintomas mais comuns, temos:

  • Dores de cabeça
  • Congestão
  • Coceira nos olhos
  • Às vezes pode apresentar tonturas

Também pode apresentar cansaço da visão e dores de cabeça, especialmente quando a criança lê por muito tempo ou faz outras atividades que requerem a concentração da vista por muito tempo.

Tipos de astigmatismos

São conhecidos três tipos de astigmatismo. A seguir indicamos as características de cada um deles:

  • Astigmatismo miópico. É quando o astigmatismo ocorre junto com a miopia. Os meridianos do olho focam como míope. Quando isso acontece, significa que o astigmatismo e a miopia podem acontecer em diferentes graus.
  • Astigmatismo hipermetrópico. Ocorre quando o astigmatismo ocorre junto com a hipermetropia e os principais meridianos se concentram como hipermetrópicos. Assim como o miópico, pode acontecer em diferentes graus.
  • Astigmatismo misto. Ocorre quando um meridiano principal foca como míope e o outro como hipermetrópico.

Além disso, o astigmatismo pode ser classificado como regular ou irregular.

Astigmatismo regular

Neste tipo, os meridianos são perfeitamente perpendiculares, formando um ângulo de 90 graus.

Astigmatismo irregular

Neste caso, os meridianos não ficam perpendiculares. A superfície frontal do olho tem um formato mais ovalado, como uma bola de futebol americano.

O astigmatismo irregular também pode acontecer por causa de uma lesão no olho, deixando cicatrizes na córnea. A lesão pode ser causada por uma operação cirúrgica ou por queratocone, que se refere ao afinamento da córnea.

Como o astigmatismo é detectado?

O astigmatismo pode ser diagnosticado através de exames de visão usando os mesmos aparelhos que detectam a miopia e a hipermetropia. O oftalmologista deve fazer uma retinoscopia para verificar o estado da retina.

Atualmente, existem métodos avançados para determinar o astigmatismo por meio de aparelhos automatizados. Com esse tipo de aparelho é possível detectar qualquer problema de visão com maior exatidão.

para identificar o astigmatismo nas crianças é importante visitar o oftalmologista

Tratamentos para o astigmatismo nas crianças

  • Os distúrbios visuais (como a hipermetropia, a miopia e o astigmatismo) que não são detectados e corrigidos a tempo podem afetar a criança, trazendo consequências relacionadas a problemas educacionais e emocionais.
  • Entre os tratamentos mais comuns para o astigmatismo nas crianças, o mais comum e efetivo é o uso de óculos adequados. Normalmente, o defeito é corrigido com o uso de óculos. Além disso, hoje em dia existem óculos para as crianças menores, com lentes inquebráveis e armação de borracha.

Quão comum é o astigmatismo na população?

Este tipo de anomalia na visão geralmente aparece bem cedo na infância. É extremamente importante levar a criança para fazer um exame de vista se suspeitar que ela está com dificuldade para enxergar ou ainda como medida preventiva.

De acordo com estudos realizados nos Estados Unidos, mais de 2.500 crianças entre 5 e 17 anos sofrem de astigmatismo com 1,0 dioptria (D) ou mais. Os mesmos estudos indicam que as crianças asiáticas e hispânicas têm as maiores taxas de prevalência (33,6% e 36,9%, respectivamente), seguidas de caucasianas (26,4%) e afro-americanas (20%).

Foram realizados estudos também no Reino Unido. Foi identificado que entre 11 mil crianças e adultos que usam óculos, 47% apresentam astigmatismo de 0,75 D ou mais. Por sua vez, a taxa de astigmatismo miópico foi de 31,7%, ou seja, duas vezes maior do que o astigmatismo hipermetrópico (15,7%).

Normalmente, o astigmatismo pode ser corrigido através do uso de óculos

Leve a criança ao oftalmologista pelo menos uma vez por ano para fazer revisão e prevenir maiores problemas no futuro.

Lembre-se de que cuidar da visão é fundamental para a saúde das crianças. Portanto, na medida do possível, tente evitar que ela passe muito tempo na frente do computador, dos telefones celulares ou da televisão.