O papel do pai na amamentação

16 de junho de 2018
Sempre se fala sobre a amamentação pensando na mãe, mas o papel do pai nesse momento também é muito importante.

O papel do pai na amamentação é o nosso principal assunto de hoje. Apesar de ser uma parte fundamental da família em crescimento, geralmente o pai é um ator injustamente condenado a um papel secundário.

Tornar-se pais é sem dúvida um dos mais belos acontecimentos da vida. Muito se sabe e se fala a respeito dos cuidados da mãe e do bebê. Em qualquer lugar você pode encontrar informações sobre o que fazer antes, durante e depois da gravidez e durante todas as fases do seu bebê. Mas o que podemos dizer dos papais?

O pai pode e deve ter tarefas importantes e fundamentais no cuidado do bebê e, posteriormente, em sua educação. Isso não é apenas um gesto de consideração com sua parceira. Também permite a formação de fortes laços com o filho. É um privilégio que não deve ser desperdiçado. Portanto, o papel do pai na amamentação é essencial.

O pai como um apoio na amamentação

De todas as atividades e cuidados que um recém-nascido requer, a amamentação talvez seja a que demanda mais tempo e, às vezes, gera um grande desgaste físico na mãe. Embora para algumas mães seja mais fácil do que para outras, todas nós precisamos de um pouco de ajuda (às vezes, bastante) para continuar com a amamentação e, acima de tudo, para curtir essa fase.

bebe-dormindo-com-papai-500x333

 

O papel do pai na amamentação é essencial, ao ser o apoio principal da mãe, dia e noite, principalmente nas primeiras semanas quando o pequeno dá mais trabalho e os novos pais ainda estão se reconhecendo nesse papel.

Tarefas do papel do pai na amamentação:

Como parte integrante da família, o pai tem suas responsabilidades em prol do bem-estar de todos em casa. Assim, no que se refere ao seu papel na amamentação, o pai deve:

  • Ser uma parte importante da decisão de amamentar ou não, entendendo que essa decisão da mãe também o envolve.
  • Saber tanto da amamentação quanto a mãe. Isso implica se envolver ao ler, escutar experiências e participar da consulta sobre amamentação. Apenas um pai que reconhece os maravilhosos benefícios que o leite materno representa para o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional de seu filho se torna o melhor parceiro nesse momento.
  • Ter empatia com a mãe e apoiá-la no desafio que a amamentação representa. Assim, é preciso entender que para algumas mães pode ser um pouco complexo alcançar o ritmo que esse processo demanda, mas que o esforço recompensa e sempre vale muito a pena.
6a592239cdb76f5242a20fbc68a171ac-500x380

  • Ser o protetor contra os milhares de comentários imprudentes e as recomendações dos familiares e amigos. Ambos devem ser um time.
  • Curtir esse momento tanto quanto a mãe. Essa comunhão mágica no momento da amamentação deve ser dos três.
  • Ajudar com as tarefas para a amamentação. Dentre elas, o pai pode ficar responsável por manter o bebê acordado enquanto come para ser alimentado até o fim, trazer água para a mãe, arrumar um lugar confortável para ela se acomodar com travesseiros ou almofadas (eles são bons nisso!), colocar o bebê para arrotar ou trocar as fraldas.
  • Fazer sua parte nas tarefas domésticas. A amamentação é uma atividade demorada e muitas mães dizem sentir estresse por perder tempo “sentadas sem fazer nada”. O pai, portanto, deve fazer sua parte nessas tarefas como lavar pratos, dobrar roupas, preparar algo para comer. Assim, a mãe poderá ter mais tempo para ela e o bebê.
  • Ajudar com as visitas que virão a casa para conhecer o bebê.
bebe-dormindo-no-braco-do-pai-500x333

O papel do pai na amamentação é fundamental

Se quiser que o pai de seu filho tenha um papel ativo no desenvolvimento e educação do seu filho, a amamentação talvez seja a porta de entrada para isso. O fato de o seio estar no seu corpo não significa que esta é uma tarefa exclusivamente sua.

Nós, mães, sempre achamos que sabemos mais do bebê, de seu cuidado. Entretanto, experimente dar uma chance para o papai demonstrar que ele também conhece bastante sobre o seu filho. Aproveite o apoio de um parceiro neste processo.

Assim como na gravidez, os pais são o melhor dos apoios para as mães, são seus confidentes. Portanto, deixe que eles também exerçam o papel que lhes cabe.

O papel do pai na amamentação é um direito

Os pais que tiveram participação ativa no processo de amamentação o descrevem como uma experiência que não trocariam por nada. Sentir-se importante nesse processo, no qual normalmente têm sido relegados para segundo plano – depois do bebê, da mãe, das avós, das tias e dos conselhos das vizinhas – os permite reivindicar seu papel fundamental como membro dessa nova família em crescimento.

Recomendados para você