Você sabe quando um bebê começa a sustentar a cabeça?

10 de dezembro de 2019
O crescimento do bebê ocorre em um piscar de olhos. Para se antecipar a cada um dos seus progressos, é recomendável que você saiba o que esperar.

Mesmo que muitos pais se preocupem em saber quando vai chegar o momento em que o bebê vai conseguir sustentar a cabeça, é preciso saber esperar. Os processos naturais do desenvolvimento físico não devem ser acelerados.

Primeiro de tudo, devemos lembrar que os bebês são frágeis e delicados. Ao nascer, seus músculos ainda não possuem força suficiente para realizar movimentos ou sustentar os membros. Por isso, suas ações são limitadas e seus movimentos, descoordenados.

Durante o primeiro ano de vida, a criança está imersa em um processo de desenvolvimento fundamental e incessante. Isso engloba diferentes sistemas do seu corpo e inclui, naturalmente, o sistema nervoso e motor.

Enquanto os meses avançam, os bebês aprendem a controlar melhor seus corpos à medida que seus músculos ganham tamanho, força e resistência.

Quando um bebê começa a sustentar a cabeça?

O desenvolvimento motor das crianças começa justamente com os músculos que permitem que elas mantenham a cabeça erguida. Isso, em geral, começa a se manifestar com o passar do quarto mês de vida.

No entanto, deve-se sempre ter em mente que os parâmetros de crescimento e desenvolvimento podem variar sem que isso represente um problema para os bebês.

Antes de atingir 3 ou 4 meses de vida, a criança pode fazer pequenas tentativas de levantar a cabeça e mantê-la nessa posição, mas sem conseguir por mais de alguns segundos. Durante esses meses, o bebê começa a evoluir seus movimentos do corpo, que antes eram meros reflexos, para atos mais conscientes e permanentes.

Depois de dominar essas habilidades, o desenvolvimento do bebê continuará por meio do fortalecimento dos músculos dos ombros e das costas, o que será responsável por permitir que ele permaneça sentado. Mais tarde, seus membros serão fortalecidos, o requisito necessário para aprender a andar.

Em resumo, os movimentos que o bebê aprende com o passar do tempo são ordenados da seguinte maneira:

  • Primeiro mês: controle da direção da cabeça para direcionar o olhar.
  • Segundo e terceiro mês: ganho de controle sobre o corpo e as extremidades, mas sem controlá-los de maneira coordenada.
  • Do quarto ao sexto mês: momento em que os bebês geralmente aprendem a manter a cabeça elevada.
  • Sexto mês em diante: a partir daí os movimentos começam a ser mais intencionais e, à medida que adquirem força, os pequenos aprenderão a se movimentar pelos seus próprios meios. Primeiro, vão começar engatinhando ou se arrastando, para depois andar.

O bebê pode ser ajudado a sustentar a cabeça ereta?

Até certo ponto, embora os pais não possam acelerar o processo, eles podem ajudar o bebê a ter um desenvolvimento físico adequado por meio de certas medidas. Estas variam desde segurar o bebê com cuidado até colocá-lo para realizar alguns exercícios leves.

Com o tempo, seus músculos amadurecerão e ganharão a força necessária para sustentar diferentes partes do corpo.

A melhor coisa a se fazer, quando o bebê tiver cerca de 6 a 8 meses de idade, é deixá-lo deitado de bruços. Dessa forma, para examinar o ambiente em que se encontra, ele tentará levantar a cabeça sozinho e, assim, irá fortalecer seus músculos pouco a pouco.

Outro pequeno exercício é colocar o bebê de bruços e segurá-lo pelas mãos, tomando cuidado, para ajudá-lo a se sentar. Muito importante: certifique-se de que o bebê não esteja fazendo esforços excessivos para realizar essa ação.

O desenvolvimento motor das crianças começa justamente pelos músculos que lhe permitem manter a cabeça erguida.

E se ele não conseguir sustentar a cabeça?

Alguns bebês podem ter algum atraso no desenvolvimento motor sem que isso signifique um grande problema. No entanto, se, ao completar 3 ou 4 meses de vida, você achar que ele não progrediu como deveria nesse aspecto, consulte o pediatra.

Cuidados para se ter em mente

Ainda que o bebê não controle totalmente seus movimentos, você deve estar ciente dos seus movimentos. Também é preciso tomar algumas medidas, tais como: evitar movimentos bruscos e carregá-lo em um canguru ou segurando-o pelas mãos, deixando sua cabeça pendurada enquanto ele ainda não conseguir sustentá-la.

Além disso, tenha cuidado com andadores e todo tipo de brinquedo que envolva movimentos que o seu bebê não esteja preparado. Para evitar ferimentos ou complicações desnecessárias, tenha muito cuidado e mantenha sempre a cabeça do seu pequeno apoiada até que ele adquira domínio sobre ela.

Uma vez que o bebê tiver aprendido a manter a cabeça ereta, você verá que ele vai apresentar outros avanços em pouco tempo. Sua preocupação em se movimentar e explorar o mundo, certamente, aumentará. Então, daqui a alguns meses, ele começará a tentar engatinhar. Acompanhe-o e cuide dele nesse maravilhoso estágio de suas vidas!