Quando meu bebê dormirá a noite inteira?

14 de fevereiro de 2017

Uma pergunta que passa pela sua cabeça durante os primeiros meses de seu pequeno: quando meu bebê vai dormir a noite inteira? Fique calma e tenha paciência, nesse artigo vamos mostrar todos os detalhes que você deve saber a respeito do sono do bebê.

Você deve se sentir super feliz e satisfeita tendo seu bebê com você, mas agora há uma dúvida frequente: quando meu bebê irá dormir a noite inteira? Essa é a pergunta de toda e qualquer mãe de primeira viagem que tem um filho em seus primeiros meses de vida, pois ele dorme em pequenos intervalos a cada noite.

Calma! É absolutamente normal que os bebês acordem à noite durante aproximadamente os seis primeiros meses. Estima-se que após esse período grande parte deles comecem a dormir por toda a noite, mas o momento em que começarão a fazer isso depende do desenvolvimento de cada um.

O sono do bebê

Para saber quando seu bebê dormirá a noite inteira você deve conhecer alguns detalhes do sono dele. Em primeiro lugar, desde o nascimento o sono do bebê é bifásico. Ele acorda frequentemente, já que, ao acabar as duas fases se mostra com fome, e acorda para comer e promover o contato com a mãe para se sentir seguro.

Aos seis meses, o sono do bebê começa a mudar chegando a possuir as cinco fases que os adultos têm ao dormir. Quando isso acontecer seu bebê dormirá por toda a noite. Embora o pequeno tenha começado a dormir durante intervalos mais prolongados, ele também acordará durante a noite, mas poderá conciliar o sono sozinho.

Poucos bebês de apenas três meses conseguem dormir de seis a oito horas seguidas, enquanto outros só o fazem quando chegam aos 12 meses. Ainda assim, mais de 70% dos bebês dormem durante a noite inteira sem necessidade de se alimentar aos nove meses.

Contudo, é fundamental considerar que alguns bebês precisam de um tempo para aprender a dormir durante a noite inteira. Inclusive, a realidade mostra que um de cada cinco bebês de dois anos acorda e chora durante a noite, o que demonstra que a personalidade do pequeno também pode ser um fator influente.

Seu bebê irá dormir a noite inteira, mas esqueça os mitos

Ao comentar as suas aventuras noturnas  e perguntar quando o bebê dormirá a noite inteira, com certeza lhe dirão que os bebês maiores e os que comem alimentos sólidos conciliam facilmente o sono. Não siga esses conselhos, pois o que realmente influi é sua idade, não o tamanho ou a alimentação.

bebe-mamadeira-500x301

Você pode inclusive ter ouvido que se der cereal à noite para o bebê ele dormirá por mais tempo, o que não é verdade. Pelo contrário, esse hábito é um perigo por poder causar asfixia, já que oferecer sólidos em idades inadequadas impede que o bebê absorva os nutrientes tanto do leite materno como de fórmula.

O sistema digestivo ainda imaturo do pequeno não está preparado para ingerir alimentos complementares até a metade do primeiro ano de vida, porque os alimentos sólidos durante essa etapa podem ser ruins para o estômago do bebê. Por isso, os especialistas recomendam amamentá-los exclusivamente durante os primeiros seis meses de vida.

O que eu devo fazer para termos noites melhores?

É claro, se você passa a noite acordada, isso repercutirá no cansaço que sentirá durante o dia. Por isso, durante as primeiras semanas seria ideal você descansar toda vez que seu filho dormir, esquecendo toda a intenção de usar o tempo de soneca do bebê para ficar em dia com as tarefas domésticas pendentes.

Dormir enquanto dá de mamar a seu bebê é uma boa estratégia para ter um pouco mais de descanso. Outra tática válida é pedir ajuda aos mais próximos. Você pode pedir para parentes e amigos que colaborem lhe trazendo comida, levando recados ou limpando a casa.

familia-dormindo-500x231

Muitas mães preferem ter o bebê por perto por toda a noite, pois conseguem dormir melhor junto a seu filho e se sentem menos cansadas. Por isso se vê no “cosleeping” ou “sono compartilhado” a forma de satisfazer as necessidades noturnas do bebê com poucas interrupções do sono dos pais.

Longe da postura “pró-cama-compartilhada”, outros especialistas acreditam que os pais devem ensinar a seus bebês a dormir sozinhos e conciliar o sono por si mesmos se acordarem. Inclusive sugerem permitir seu filho chorar antes de responder ao chamado. Contudo, muitos pais escolhem seguir seus instintos e consolar o bebê.

Evidentemente, não há um método que garanta o sucesso noturno, por isso, faça o melhor para seu filho. Tenha paciência, porque, mais cedo ou mais tarde seu bebê dormirá a noite inteira e esses momentos acordada serão uma lembrança bonita de tudo o que você fez pelo filho que tanto esperou e que hoje ama loucamente.