Benefícios da ginástica rítmica para crianças

26 de abril de 2019
A ginástica rítmica é uma atividade muito completa. Mostre aos seus filhos alguns vídeos desse esporte e pergunte se eles gostariam de experimentar: eles podem descobrir uma nova paixão!

A ginástica rítmica é uma atividade esportiva que combina movimentos de dança e balé, acrescentando também acrobacias e o uso de instrumentos como fitas, bolas e arcos. Embora muitos duvidem de sua conveniência durante a infância, os benefícios da ginástica rítmica para crianças são muitos.

Embora possa não ser uma das opções favoritas das crianças na escolha de um esporte, a ginástica rítmica deveria estar entre as possibilidades oferecidas.

No geral, recomenda-se que as crianças tenham mais de 6 anos de idade para se inscreverem nessa atividade. Se elas fizerem isso mais novas, dificilmente poderão realizar as ações básicas exigidas por esse esporte.

Nessa etapa da vida, elas também começam a desenvolver sua orientação espacial e já possuem um domínio mais completo do corpo.

É também uma atividade adequada para meninos e meninas, embora uma grande porcentagem de seus praticantes em todo o mundo sejam mulheres. Pode ser feito individual ou coletivamente, seja em duplas, trios, quartetos ou quintetos.

Benefícios da ginástica rítmica para crianças

A ginástica rítmica é uma atividade exigente, que apresenta as seguintes vantagens para as crianças que a praticam:

1. Melhora a condição física e flexibilidade

Se você viu os movimentos que são executados no dia a dia da ginástica rítmica, certamente você entenderá o que queremos dizer. É uma atividade que exige movimentos difíceis, que testam a elasticidade das crianças. Além disso, impedem que a flexibilidade diminua ao longo dos anos.

Além disso, a estabilidade exigida por essa atividade deixa os músculos mais fortes. Também favorece a queima de calorias e, como todo exercício, promove o metabolismo, o apetite e o descanso.

ginástica rítmica para crianças

2. Conecta as crianças com seu corpo e seu entorno

Além das exigências físicas, a ginástica rítmica dá grande ênfase à estética. Isso significa que as crianças estão perfeitamente conscientes dos movimentos que realizam, além de estarem perfeitamente posicionadas no tempo e no espaço.

Com isso, a má postura do corpo pode ser corrigida e, como resultado, evita lesões. O equilíbrio também se beneficia da prática desse esporte.

3. Exercita a concentração

Os benefícios da ginástica rítmica não são apenas físicos. Sendo um esporte que exige seguir um certo planejamento com antecedência, a criança não pode ficar distraída no que está fazendo. Como consequência desse mesmo fato, trabalha-se também a memória e a concentração. Sem dúvida, é um exercício que coloca todo o corpo para trabalhar.

“Antes dos 6 anos de idade, as crianças dificilmente poderão realizar as ações básicas exigidas por esse esporte. Nessa etapa, elas começam a desenvolver sua orientação espacial.”

4. Estimula a coordenação

Outro elemento presente na ginástica rítmica é a música. Portanto, além de aguçar o sentido da audição, a criança estará em uma situação que exigirá que ela coordene seus movimentos com o som que está escutando.

5. Melhorará sua qualidade de vida

A soma dos benefícios da ginástica rítmica para as crianças, como descrevemos antes, irá beneficiar o humor delas. Além de manterem elas ativas, a prática dessa atividade irá ajudá-las a desenvolver sua própria percepção, autoestima e confiança.

Além disso, a criança começará a interagir com os colegas e professores. Ela aprenderá o valor do trabalho em equipe, do apoio mútuo e da diversão em grupo.

ginástica rítmica para crianças

Vozes contrárias à ginástica rítmica

Além dos benefícios da ginástica rítmica para crianças, é necessário que também consideremos os argumentos daqueles que se opõem a essa atividade. Embora a recomendação geral seja começar após 6 anos, muitos dizem que a criança ainda é muito jovem.

O principal debate tem a ver com as demandas desse esporte para crianças tão jovens. Isso inclui tanto as demandas físicas, com movimentos complicados e, às vezes, arriscados. Também os mentais: lembre-se de que as crianças precisam memorizar e sincronizar passos complexos.

Além disso, a ginástica rítmica tem sido associada a problemas físicos, como o início tardio da menstruação. Estudos realizados em atletas de elite nas últimas décadas confirmaram esses efeitos, que se somam às possíveis lesões que todos os esportes envolvem.

Ademais, o fato de competir e se submeter à avaliação de um júri – às vezes muito rigoroso – pode ser difícil para elas. Muito mais, claro, se a nota obtida não for a desejada.

No entanto, tudo dependerá do nível de exigência exercido nas crianças que praticam esse esporte. Como em qualquer outra atividade física na infância, devem prevalecer o aspecto lúdico e a ênfase no desenvolvimento correto das habilidades da criança.