Benefícios de tocar um instrumento musical

· 9 de fevereiro de 2019
Mais concentração nas atividades diárias, estímulo da memória, maior desenvolvimento da motricidade fina e da audição. Essas e muitas outras vantagens seu filho pode obter ao tocar um instrumento musical.

Os benefícios de tocar um instrumento musical ficam visíveis desde o primeiro momento em que a criança começa a aprender.

O amor à disciplina, o desenvolvimento da audição, a motricidade fina, a concentração e a aprendizagem contínua de novas informações relacionadas às artes e à cultura do mundo fazem com que, a cada dia, milhares de pais escolham a música como a atividade extracurricular ideal.

Há tantos benefícios em tocar um instrumento desde a infância que a criança pode até mesmo tentar iniciar uma carreira profissional como instrumentista. No futuro, isso pode levá-la a viajar pelo mundo todo e a se apresentar nos palcos mais importantes.

Benefícios de tocar um instrumento musical

Relação da música com cultura e educação

A música é uma das manifestações artísticas mais amadas pelo homem. Todas as sociedades humanas criaram e reproduziram sons por meio de instrumentos ou com a própria voz. Dessa forma, manifestavam pensamentos, ideias e estímulos sensoriais.

A música está presente nas nossas casas todos os dias, através de diversos meios. Por exemplo: a televisão, a Internet, o rádio e até mesmo muitos dos jogos educativos para crianças, pois já foi comprovado que ela contribui para a aprendizagem.

Todas as crianças se sentem naturalmente atraídas pela música e pelos instrumentos. Assim, não é nenhuma surpresa que muitos brinquedos para crianças sejam minipianos, xilofones ou microfones para cantar. A partir deles, um grande número de pais consegue perceber que seus filhos têm uma inclinação acentuada pela música.

Benefícios da música como ferramenta psicológica e social

A música proporciona muitos benefícios psicológicos e sociais. Um deles é o de dar à criança a capacidade de se concentrar e atingir os seus objetivos de estudo e execução.

Geralmente, para aprender a tocar um instrumento musical, a criança começa a ensaiar em orquestras. Isso permite que ela imediatamente socialize com outros colegas e aprenda sobre a colaboração e o trabalho em equipe.

Benefícios da música como ferramenta social

Muitos pais acreditam que as crianças só conseguem aprender sobre grupos e estratégias de trabalho para atingir uma meta com os esportes. No entanto, a precisão necessária para fazer com que uma sinfonia soe bonita e afinada requer árdua colaboração e trabalho em equipe.

As crianças que tocam um instrumento musical também ativam a sensibilidade às artes, mas também à importância do valor cultural, do desenvolvimento profissional e da integração adequada à sociedade.

Exemplos em vários países

Algumas instituições na América Latina e na Europa levaram para os seus países o projeto desenvolvido na Venezuela a partir de 1975 por José Antonio Abreu, o chamado ‘Sistema Nacional de Orquestras Infantis e Juvenis’.

Então, com ele, foi possível integrar crianças carentes que moravam em bairros ou áreas pobres em atividades artísticas que as afastaram das drogas e dos maus hábitos. Isso, por sua vez, permitiu que desenvolvessem uma carreira profissional como instrumentistas clássicos.

Outra referência desse tipo de fundação que copia o modelo deste sistema é a Fundação Batuta, na Colômbia. Ela integrou o ensino de instrumentos de corda, sopro e teoria musical na educação primária e secundária. De fato, são disciplinas obrigatórias dentro do currículo escolar nas escolas públicas e particulares desse país.

“As crianças que tocam um instrumento musical também ativam a sensibilidade às artes e à importância do valor cultural”

Benefícios da música como ferramenta psicológica

Quando um indivíduo toca um instrumento musical, ambos os hemisférios cerebrais são ativados para sincronizar os movimentos corretamente. Essa ação leva o cérebro a ter um melhor desempenho. Com isso, a memória, a concentração, o desenvolvimento da motricidade fina e até mesmo o QI aumentam, por exemplo.

Benefícios da música como ferramenta psicológica

Considera-se que o piano é o instrumento que permite criar mais conexões no nível das células cerebrais, principalmente devido à complexidade requerida pelo uso de cada um dos dedos de ambas as mãos em teclas diferentes. Além disso, isso tudo deve ser executado com uma grande precisão, pois deve ser um movimento quase exato.

Assim, como você pode ver, há tantos benefícios em tocar um instrumento musical que temos certeza de que, depois de ler este artigo, você vai matricular o seu filho na escola de música mais próxima.

Lembre-se de que, quanto mais jovem ele começar a praticar, mais as suas habilidades vão poder absorver o conhecimento muito mais rapidamente. Portanto, seu filho vai ter mais chances de se tornar o próximo Vladimir Horowitz, Andras Schiff, Ana Sophie Mutter ou Yo-yo Ma.

  • Tennroller, D. C., Machado, M., & Resumo, C. (2012). MÚSICA E EDUCAÇÃO: a música no processo ensino/aprendizagem. Revista Eventos Pedagógicos.
  • Simionato, L. C. (2001). A importância do fazer e cantar na primeira infância: alguns estudos sobre a Educação Musical para crianças de 0 a 3 anos. Ictus.