“Bexsero”, a vacina contra a meningite B

· 11 de outubro de 2018
O governo não apresentou "Bexsero" no calendário de vacinas do serviço público. Portanto, se os pais quiserem vacinar seus filhos a única opção é pagar por ela.

A vacina contra a meningite B tornou-se um tema atual. Devido à sua baixa distribuição, a fila de espera em farmácias pode ser longa ou muito difícil de encontrar.


Hoje, vamos falar sobre a vacina contra a meningite B “Bexsero”. Assim, você poderá decidir mais facilmente se dará essa vacina ou não ao seu filho.

A vacina de meningite B é importante para a saúde da criança?

Esta é a pergunta que todos os pais fazem. A decisão de vacinar ou não a criança dependerá dos pais uma vez que ela é opcional.

Munidos das informações sobre essa vacina, os pais deverão tomar a decisão.

Até mesmo os médicos são cautelosos e não dizem se você deve vacinar ou não a criança. Eles apenas lhe fornecem as informações, e cabe a vocês decidirem dar essa vacina ou não.

A meningite B é uma doença muito improvável. Mas não é impossível de acontecer. Apesar da raridade da doença, ela é muito grave. Então, a decisão é muito difícil.

O que ainda surpreende é que essa vacina ainda não se enquadra no calendário de vacinação infantil.

A Associação Espanhola de Pediatria afirma que em 2013 foram registrados entre 400 e 600 casos de meningite. Estima-se que uma em cada dez pessoas morre.

Além disso, entre 20 e 30% dos casos podem ter graves efeitos colaterais, tais como surdez, retardo mental e convulsões. O restante consegue se recuperar totalmente.

Tudo o que você precisa saber sobre a vacina contra a meningite B

meningite B

Com que idade a criança deve ser vacinada com a Bexsero?

Esta vacina contra a meningite B pode ser aplicada em crianças a partir de 2 meses. Crianças mais velhas que não foram vacinadas também podem receber a dose.

É aconselhável não aplicar a vacina ao mesmo tempo em que a criança toma outras vacinas obrigatórias. Por isso, muitos centros de saúde aplicam apenas após os 3 meses.

A vacina da meningite B é segura?

Os estudos realizados para verificar a segurança da vacina mostraram que, entre as 8.000 crianças de diferentes idades que receberam a dose, os únicos sintomas apresentados foram dor e inchaço na área onde ela foi aplicada.

Além disso, elas se mostraram um pouco mais irritadas do que o habitual e com um pouco de febre.

A meningite B é perigosa?

meningite B

Sim, é muito perigosa. Especialmente em crianças pequenas, nas quais o sistema imunológico ainda não está desenvolvido o suficiente. Em alguns casos, houve resultados fatais.

Essa doença tem tratamento?

Sim, existem antibióticos para tratar esta doença. Porém, curar ou não a doença vai depender da idade da criança e de quanto tempo passou até que a infecção fosse detectada.

Quando a criança é muito pequena, a infecção pode se espalhar muito rapidamente e o antibiótico não consegue fazer efeito.

Essa vacina é eficaz?

Sim. No Reino Unido, por exemplo, o número de casos de meningite B foi reduzido pela metade em menos de um ano.

Desde que o programa de vacinação começou, foram registrados 37 casos em um ano. Comparativamente, o número de casos foi de 74 em anos anteriores para o mesmo período.

Esta é a informação que temos para oferecer, mas cabe aos pais decidirem se vacinarão os filhos ou não.

Essa é uma escolha que só os pais podem fazer, e se tiverem mais dúvidas é sempre bom consultar o pediatra.

Lembre-se de que é muito raro que uma criança contraia a meningite B, mas, caso aconteça, se trata de uma doença muito grave.