Características das salas de psicomotricidade

22 de dezembro de 2019
Para qualquer espaço com um objetivo específico, seja ele educacional, terapêutico ou ambos, certas características devem estar presentes. Neste artigo, vamos falar sobre as principais características das salas de psicomotricidade e, em particular, daquelas nas quais se trabalha com crianças em idade pré-escolar.

Estimular a psicomotricidade, principalmente com as crianças, é algo que deve ser feito de maneira planejada e sistemática para garantir o seu correto desenvolvimento e crescimento. É por isso que as características das salas de psicomotricidade devem ser adequadas e consistentes com os objetivos para os quais elas são propostas.

Da mesma forma, as diferentes áreas do desenvolvimento (físico, intelectual, social e afetivo) que estão em jogo para o amadurecimento das pessoas, influenciam-se e interagem continuamente. Portanto, o desenvolvimento adequado no nível psicomotor será essencial para progredir em todos os outros aspectos do crescimento.

O que é a psicomotricidade?

A psicomotricidade é uma disciplina que, com base em uma concepção integral do sujeito, lida com a relação entre a mente humana, a psique e a capacidade de movimento ou a função motora dos indivíduos. Por consequência, ela aplica técnicas que ajudam a desenvolver o movimento e a comunicação e expressão corporal com os outros e com o ambiente.

A psicomotricidade implica o desenvolvimento da coordenação motora grossa e o movimento de grandes grupos musculares fundamentais para a locomoção e a postura.

Também engloba o desenvolvimento da coordenação motora fina, que envolve músculos menores, tais como os dos dedos e pulsos. Além disso, ela é desenvolvida de maneira escalonada, ou seja, os conhecimentos são construídos um sobre o outro.

salas de psicomotricidade

O exercício da psicomotricidade nas crianças faz com que seja mais fácil para que elas conheçam o próprio corpo através da aquisição do seu esquema corporal, conseguindo, assim, controlar melhor o corpo, dominando e adaptando os seus movimentos.

Portanto, para um desenvolvimento psicomotor adequado, devem ser trabalhadas as seguintes áreas:

  • Lateralidade.
  • Postura.
  • Equilíbrio.
  • Coordenação.
  • Organização espaço-temporal.

Características das salas de psicomotricidade

Para montar uma sala de psicomotricidade, os objetivos e as metas (educacionais ou terapêuticos) que estão sendo buscados em cada atividade devem ser levados em consideração. Além disso, os materiais devem ser selecionados e adaptados para isso.

Dentre as principais características de uma sala de psicomotricidade, destacamos as seguintes:

  1. A sala deve ser um local espaçoso e bem iluminado, com boa temperatura e ventilação. Além disso, é necessário cuidar da decoração e do ambiente, pois isso influencia o humor das pessoas.
  2. Deve ter condições ideais de segurança para as crianças. Ou seja, ela não deve representar nenhum tipo de risco para as crianças, como dar acesso a elementos perigosos, tais como plugues, desníveis ou janelas que elas possam acessar.
  3. Uma sala de psicomotricidade deve ser um local onde as crianças alcancem o progresso psicomotor através de brincadeiras e atividades relacionadas. Além disso, essas atividades devem responder a um planejamento específico de acordo com os aspectos psicomotores a serem estimulados.Características das salas de psicomotricidade
  4. Nela, devemos encontrar materiais bem selecionados e adequados. Embora existam alguns que são mais específicos do que outros, de acordo com os objetivos e exercícios específicos, existem materiais que não podem faltar, tais como:
    • Colchonetes.
    • Material para desenho (guache, cera, massinha de modelar, lápis, folhas de papel, aquarelas, etc.).
    • Módulos, rolos, palitos de espuma.
    • Bancos de madeira ou bancos para saltar.
    • Espelhos.
    • Bolas de diferentes tamanhos e materiais.
    • Tecidos e almofadas.
    • Bambolês coloridos.
    • Material de construção (blocos de madeira, jogos de montar).

Além disso, todo material que possa ter algum objetivo didático será bem-vindo em uma sala de psicomotricidade. Por exemplo, tecidos e roupas velhas, garrafas plásticas, caixas ou pedaços de papelão e todo tipo de material que possa ser usado para que as crianças exercitem e desenvolvam os aspectos psicomotores.

Em resumo…

A principal característica das salas de psicomotricidade para trabalhar com crianças é que elas devem garantir um ambiente acolhedor e materiais adequados, além de uma ação mediada e programada por um educador ou profissional que possa orientar as crianças a fim de que elas alcancem o máximo desenvolvimento das suas habilidades psicomotoras.

  • Bottini, P. (2000). Psicomotricidad: práctica y conceptos. Editorial Miño y Dávila. Madrid.
  • Maganto, C. y Cruz, S. (n.d.). Desarrollo físico y psicomotor en la primera infancia. Recuperado de http://www.sc.ehu.es/ptwmamac/Capi_libro/38c.pdf