Reutilizar as roupas para o meu segundo filho?

21 de setembro de 2019
Na maioria das famílias, herdar as roupas dos irmãos é visto quase como uma tradição. Essa prática traz muitos benefícios, entre eles, o de promover a solidariedade entre os irmãos.

A primeira gravidez traz novas expectativas, sensações e experiências. Depois disso, os anos passam e você descobre que está grávida novamente. A emoção te envolve infinitamente, e você começa a fazer planos, entre eles planos financeiros. Assim, surge a pergunta: será uma boa ideia reutilizar as roupas para o meu segundo filho?

Se você é especialista em manter as roupas deixadas pelo primeiro bebê em bom estado, por que não usá-las com o novo bebê? Herdar roupas e brinquedos é muito comum. O irmão mais velho se sente protetor e importante por ceder os seus pertences ao novo membro da família, enquanto o pequeno que recebe se diverte confortavelmente.

Planejar ter uma família grande significa conservar muitas coisas para que os próximos filhos possam aproveitá-las. Em alguns casos, não são usados apenas os artigos herdados do primeiro nascimento, mas os amigos e a família também ajudam com os seus próprios “tesouros” guardados.

Alguns artigos sempre são descartados por questões de higiene, mas outros podem ser perfeitamente aproveitados pelo novo anjinho da família. O mais importante é que o bebê tenha tudo o que é necessário para se sentir bem e confortável. Isto é, que não falte nada material, nem afetivo.

Não é ruim pensar “vou reutilizar as roupas do meu segundo filho”. Se elas estiverem em boas condições, seria, inclusive, uma péssima ideia não aproveitá-las.

Reutilizar as roupas para o meu segundo filho é uma boa ideia?

Boa não, é uma excelente ideia. Os bebês crescem muito rapidamente e, na mesma velocidade, roupas e outros itens são deixados para trás.

Quando chegar a hora, é melhor fazer uma seleção de tudo o que for herdado do primeiro filho. Devemos considerar com sinceridade o seu estado e utilidade.

Os bebês quase não gastam as roupas e, como regra, os pais exageram na quantidade de roupas para os pequenos. Sempre queremos uma nova combinação, uma roupa da moda e outras coisas mais.

herdar objetos dos irmãos mais velhos

Se tiverem muitas roupas disponíveis, eles vão repeti-las duas ou três vezes no máximo. Por isso, elas certamente estarão em boas condições e poderão ser usadas posteriormente.

Após a chegada do novo membro da família, recomenda-se lavar todas as roupas guardadas com um sabão neutro e secá-las naturalmente. Assim, elas estarão prontas para serem reutilizadas e aproveitadas pelo novo bebê.

Com relação aos sapatos, os de tricô são fáceis de conservar. Essas obras de arte são muito interessantes e, ao mesmo tempo, confortáveis para os bebês. Esse tipo de calçado pode ser herdado sem complicações, só temos que lavá-los bem. Se algum fio tiver se descosturado, podemos incorporá-lo ao tricô novamente e pronto.

Por outro lado, não é recomendado que sapatos de sola sejam usados por uma criança e depois pela outra. A razão é que cada criança tem pés diferentes e, portanto, sua pisada também é diferente.

Se forem colocados apenas para vestir a criança não há problema, mas quando elas começarem a dar os primeiros passos, é melhor comprar os sapatos novos.

O irmão mais velho se sente protetor e importante por ceder os seus pertences ao novo membro da família, enquanto o pequeno que recebe se diverte confortavelmente.

Outros objetos que podem ser herdados dos irmãos mais velhos

Posso reutilizar apenas as roupas para o meu segundo filho? Não, na verdade, há uma série de objetos igualmente importantes que podem ser reutilizados. Não são apenas as roupas do irmão mais velho que podem nos tirar de apuros e ajudar a economizar dinheiro. Alguns outros elementos são:

Banheira ou penico

Estes objetos são muito úteis para o bebê. Banheiras e penicos geralmente são feitos de plástico, por isso são perfeitos para reutilizar.

Devemos lavá-los bem, com muita água fervida. Dessa forma, podemos eliminar as possíveis bactérias que podem estar incrustadas nesses recipientes.

Aplique um bom desinfetante após a água fervida e, para completar uma limpeza profunda, seque de forma cuidadosa para evitar o mofo.

Carrinho

Para colocar o carrinho para rodar novamente, é necessário fazer uma inspeção completa. O tecido da cadeira, os cintos, a cobertura, tudo. Lembre-se de que a segurança do nosso bebê dependerá disso.

O encosto deve permanecer rígido enquanto estiver em movimento. Freios e rodas devem estar em boas condições. Se for conveniente, você pode usar um pouco de graxa para movimentá-lo melhor.

Berço

Este é o móvel que mais podemos aproveitar. Devemos analisar o quanto o colchão está gasto ou não para decidir se é necessário substituí-lo antes de colocá-lo em operação.

Podemos mudar a cor com uma boa camada de tinta, bem como verificar se os freios estão em boas condições – caso o berço tenha rodinhas. E pronto! O berço pode voltar a trabalhar!

Reutilizar as roupas para o meu segundo filho

Brinquedos

Esses tesouros geralmente são os mais abundantes na hora de herdar objetos do irmão mais velho. A limpeza dos brinquedos é extremamente importante, já que os bebês experimentam primeiramente colocando os objetos na boca.

A higienização deles, portanto, deve ser profunda. Recomendamos que você use água fervida para isso, assim como uma boa esponja para remover a sujeira grudada.

Além disso, os bichos de pelúcia devem passar por uma revisão completa. Procure por aberturas ou partes descosturadas para consertá-las imediatamente. Assim, o conteúdo do interior não vai escapar. Esse tipo de brinquedo pode se tornar o lar favorito dos ácaros. Por isso, o mais aconselhável é lavá-los na máquina regularmente.

Por todas essas razões, reutilizar roupas e objetos é uma opção extraordinária para esses tempos em que temos uma economia tão instável. Não só economizamos dinheiro e contribuímos para a redução de resíduos sólidos, como também estimulamos nos nossos filhos a economia e o hábito de compartilhar as coisas entre os irmãos.