Carta para o pai dos meus filhos: você está perdendo o melhor da vida

21 de dezembro de 2018
Os melhores momentos que você pode experimentar e compartilhar com um ser humano, a mais memorável das histórias, vão embora e nunca voltam.

Você está perdendo o melhor da vida. Está deixando passar tudo o que vale a pena na vida de um pai. A magia da infância escorre como areia entre os seus dedos.

Lamento a maneira como você deixa passar o frescor e a inocência que podem nos fazer lembrar da nossa infância. Sinto pena quando vejo o amor e a alegria que você desperdiça em cada segundo que evita o mais lindo que pode gerar na vida. 

Compreendo o vazio que existe no seu olhar porque observo sem dificuldade alguma aquilo que falta no seu coração. Incapaz de cumprir com a sua obrigação como pai de nossas lindas estrelinhas, você dedica noites e dias inteiros numa vida sem sentido. Definitivamente, você está perdendo tudo.

Você está perdendo muito

Olhei para frente, como sempre, como a vida me ensinou à força. Por e para eles, meus pequenos anjinhos. Sorri, desejando com a força do meu coração que tudo desse certo em nossas vidas, tudo pela criação dos nossos filhos.

Tentei não pensar no que realmente acontecia todos os dias depois de nossa separação forçada pela dor que você provocava, e pelo mal exemplo que você dava. Imaturo, está tão verde que não consegue apreciar o tesouro que tem em mãos desde o dia em que eles chegaram em nossas vidas.

Você deveria ser um homem, um cavalheiro que as crianças iriam admirar e idolatrar. Um modelo ou exemplo a seguir, uma figura responsável, sempre presente e disponível para elas. Você falhou, e ainda assim eles te amam com a alma toda, pensam e esperam por você em vão. 

Por aqui, os dias passam carregados de amor puro, profundo e incondicional. Cheios de cor, musicalizados pela harmonia de suas belas e doces vozes.

Entre brincadeiras, canções, mimos e as experiências infantis mais mirabolantes que fazem as horas voar e escrevem em nossa história loucuras inesquecíveis.

está perdendo o melhor

Não te culpo, sinto pena

Não te culpo, sinto pena. Também não te odeio porque apenas posso sentir mágoa e tristeza. Desejaria que as coisas fossem diferentes porque realmente dói te ver assim. Sobretudo, porque você realmente está perdendo o melhor da vida. Mas eu já te deixei ir.

O tempo não tem apagador, nem anda para trás. Siga tentando engolir de uma vez só o tempo que você desperdiçou, enquanto eu aproveito de cada segundo e de cada minuto.

Durma com quem quiser todas as noites, enquanto eu tenho a sorte de dormir abraçada com os meus tesouros em miniatura.

Continue lidando com a ressaca e se especializando na arte noturna, que eu ensino os meus filhos a serem artistas, médicos e tudo o que quiserem e sonharem.

Você poderá fazer alarde de sair com muitas pessoas, eu me orgulharei de alimentar um amor que durará toda a vida, e não apenas uma noite.

Continue como você quiser, inventando desculpas enquanto eu crio lembranças. Você se surpreende com as coisas que as crianças aprendem e com seu crescimento e inteligência. Para mim, ao contrário, não é desconhecido, nem surpreendente.

É que eu sou responsável por ensinar e, inclusive, transmitir valores. Algo que sequer sei se você tem conhecimento ou pode fazer.

Lamento que você se surpreenda com as demonstrações de afeto, carinho e proteção delas. Não me desagrada, sei o quão doce e companheiras elas podem ser. Minha força em tanta fraqueza. Amando tal e como eu as amo.

está perdendo o melhor

Você está perdendo o mais bonito da paternidade

Enquanto você vive de maneira egoísta, narcisista, como se fosse o umbigo do mundo, está perdendo o mais bonito da paternidade.

Um papel que certamente é muito grande para você. Porque ser pai não é apenas uma função biológica, mas sim um trabalho diário com certo prazer e satisfação.

“Preste atenção se tudo o que você está buscando vale tudo o que você está perdendo”

– Anônimo –

Você perde aquilo que diz que ama tanto. Não sabe o que querem e o que amam, não conhece seus sonhos e medos. Seus sucessos e fracassos, o que as deixa triste e suas dificuldades. Também desconhece suas comidas, canções, livros e brincadeiras preferidos.

Também não sabe quais são as atividades que aprenderam e que as fazem brilhar ainda mais. Você também perde os treinamentos e a educação delas.

Mas eu terei a tranquilidade de ser aquela pessoa em que elas irão se apoiar e buscar coragem. O olhar que buscarão nas arquibancadas para saber que tudo ficará bem e para se sentirem seguras.

Não te culpo, porque mesmo sendo uma pequena criança, você tentou sem êxito ensinar os nossos filhos a serem cavalheiros, pessoas do bem, mesmo sem ter princípios.

Você está perdendo a beleza de um papel que encarou sem profundidade. Não estou irritada com você porque entendo que você nunca teve a capacidade para mudar o chip.

É que o dia em que os meus filhos nasceram, meu mundo mudou drasticamente. Em contrapartida, o seu continuou o mesmo. Suas noites não mudaram.

Minha raiva passou, mas agora apenas possa sentir muita pena. Porque você está perdendo tudo, enquanto que eu não deixo de aproveitar nem um segundo com os meus amados filhos.