Causas dos vômitos nas crianças

7 de fevereiro de 2020
No seguinte artigo, preparamos uma lista com as causas mais comuns dos vômitos nas crianças. Identifique o que pode originar os vômitos no seu pequeno!

Os vômitos nas crianças são algo frequente que, na maioria dos casos, não duram mais do que um ou dois dias, e não são sinal de nada grave. De fato, a causa mais comum de vômitos nas crianças é a gastroenterite, uma infecção do intestino geralmente causada por um vírus ou uma bactéria. No entanto, existem outros desencadeadores.

É necessário sermos cuidadosos com esse problema, já que os episódios de vômitos persistentes, às vezes, podem fazer com que a criança se desidrate. Uma maneira de prevenir isso é com a solução de reidratação oral, um pó que se transforma em uma bebida e contém açúcar e sais para ajudar a substituir a água e os minerais perdidos pelo vômito.

As crianças que estão vomitando devem continuar tomando pequenos goles de líquido, como água ou caldo. O suco de fruta e os refrigerantes devem ser evitados até que elas se sintam melhor.

Por outro lado, se elas não estão desidratadas e não perderam o apetite, pode ser positivo comer alimentos sólidos, assim como em condições habituais.

Causas dos vômitos nas crianças

Os vômitos nas crianças podem ocorrer por diferentes causas. Estas são as mais frequentes:

1. Gastroenterite

Essa condição é a primeira das causas dos vômitos nas crianças. Trata-se do transtorno digestivo mais comum entre as crianças e é uma causa grave de desidratação, já que provoca um desequilíbrio de substâncias químicas no sangue pela perda de fluidos corporais por meio do vômito e das fezes.

Da mesma forma, trata-se de uma inflamação do trato digestivo que produz vômitos, diarreia ou ambas as coisas. Às vezes, vem acompanhada de febre ou de cãibras abdominais e pode durar de dois dias a uma semana.

Causas dos vômitos nas crianças

Geralmente, a gastroenterite é causada por uma infecção viral, bacteriana ou parasitária. A melhor forma de preveni-la é instruindo as crianças a lavarem as mãos constantemente e, além disso, ensiná-las a evitar o armazenamento incorreto de alimentos e de água contaminada.

Na maioria dos casos, são administrados líquidos e soluções reidratantes para a recuperação, ainda que sempre seja necessário consultar o médico para um diagnóstico apropriado.

2. Alergias alimentares

As alergias dos alimentos também podem causar vômitos nas crianças, assim como outros sintomas, como erupção na pele ou urticária. Por isso, é muito importante que você leve em consideração os alimentos que provocam vômitos no seu filho e consulte o médico para saber se ele é alérgico a eles.

É possível que os vômitos venham acompanhados de diarreia. Os episódios geralmente duram, no máximo, dois dias. Do mesmo modo, entre os alimentos que podem causar alergia e, portanto, vômitos nas crianças, destacam-se os seguintes: ovo, trigo, oleaginosas, leite, peixes e mariscos.

“A gastroenterite é a primeira das causas dos vômitos nas crianças. Ela é também uma causa grave de desidratação, já que provoca um desequilíbrio de substâncias químicas no sangue pela perda de fluidos”.

3. Apendicite

A apendicite é uma inflamação dolorosa do apêndice que causa dor abdominal intensa e que piora com o tempo. Assim, se você observar que o seu filho está com dor de barriga que se intensifica de maneira gradual e achar que pode se tratar de apendicite, vá ao médico imediatamente.

Infelizmente, na maioria dos casos de apendicite nas crianças, é necessário extirpar cirurgicamente o apêndice o quanto antes.

4. Outras infecções

Por outro lado, as infecções também são uma causa comum de vômitos nas crianças, algumas podem, inclusive, ser graves. Em todo caso, se o seu filho vomitar repetidamente e tiver outros sintomas como febre, letargia ou dor, é apropriado consultar o médico imediatamente.

Em geral, as infecções nas crianças provocam sintomas semelhantes aos observados nos adultos e não precisam de uma atenção especial. Eles costumam gerar diarreia, febre e cãibras abdominais. Entretanto, também podem ser tratados com o tempo e na base do descanso, da reidratação e das comidas moles.

Por fim, lembre-se de que os vômitos nas crianças são algo comum e que você não deve se preocupar excessivamente. No entanto, o ideal é que você considere as causas que produzem esses sintomas para saber como agir e também quando é hora de consultar o médico.

Além disso, não se esqueça de que vomitar é desagradável, mas, normalmente, não é prejudicial. Por outro lado, os episódios de vômitos contínuos, sim, podem levar à desidratação. Assim, é importante se certificar de que a criança ingira líquido suficiente.