O ciclo da água para as crianças: dicas para explicá-lo

A água é misteriosa para as crianças, mas podemos explicar de onde ela vem graças ao ciclo da água.
O ciclo da água para as crianças: dicas para explicá-lo

Última atualização: 10 Fevereiro, 2021

A água é um dos elementos que mais causa curiosidade nas crianças. De onde vem? Por que o mar é tão grande? Por que chove? São perguntas frequentes que podemos aproveitar para explicar o ciclo da água para as crianças com palavras simples.

O segredo para que elas entendam esse conceito, que é bastante abstrato, é relacioná-lo às coisas do cotidiano que elas conhecem. Vamos começar definindo as diferentes “formas da água”.

O ciclo da água para as crianças: estados da água

A água é um elemento mutável, porém constante. O ciclo da água é a contínua mudança de estado através da qual a quantidade de água no planeta permanece a mesma ao longo de milhões de anos. Nesse ciclo constante, a água pode passar pelos seguintes estados:

  • Líquido: essa forma é a mais comum. Você pode começar a explicar o ciclo da água para as crianças por aqui. Os exemplos são fáceis e cotidianos, pois vemos e tocamos a água em estado líquido quando tomamos banho, quando somos molhados pela chuva ou quando a bebemos. Esse estado também pode ser observado em rios e mares.
  • Sólido: quando a água líquida fica com uma temperatura abaixo de 0 °C, ela congela. As formas através das quais as crianças podem ver a água em estado sólido são o gelo e a neve.
  • Gasoso: nesse estado, a água pode ser vista em nuvens, na neblina e no vapor de água. Quando tomamos um banho muito quente ou colocamos uma panela com água para ferver, é possível ver o vapor de água que se forma e se deposita em diferentes superfícies.

As mudanças no estado da água

Uma vez que os pequenos tiverem compreendido a diferença e as características dos três estados da água, é hora de ensinar como o elemento passa de um estado para o outro. Para isso, é necessário definir alguns conceitos específicos:

  • Quando a água passa do estado sólido para o líquido, o processo é chamado de fusão. Por exemplo, se deixarmos um cubo de gelo em temperatura ambiente, ele se dissolve lentamente e passa a ser água líquida.
  • Se a água for congelada novamente, a mudança de líquido para sólido é chamada de solidificação.
  • A mudança do estado líquido para o gasoso é chamada de vaporização. A água evapora quando aquecida a altas temperaturas e forma o vapor de água. Na natureza, a evaporação da água dos rios e mares forma as nuvens, que são o acúmulo de milhões de partículas de água.
  • No sentido contrário, quando a água em estado gasoso passa a ser líquida, dizemos que houve a condensação. Isso acontece quando o vapor toca uma superfície fria, por exemplo, quando os espelhos do banheiro “embaçam” durante o banho ou quando a água em estado gasoso nas nuvens sofre uma grande queda de temperatura e se condensa para cair em forma de chuva.

Explicar o ciclo da água para as crianças

Uma vez que forem definidos os conceitos básicos do estado da água e a forma como são chamadas as suas diferentes transformações, podemos abordar a questão do ciclo da água na natureza. Vamos começar com a vaporização, mas podemos explicá-lo a partir de qualquer ponto do circuito, porque se trata de um ciclo constante.

A energia do Sol é o grande impulsionador do ciclo da água. O calor solar atinge o nosso planeta e eleva a temperatura da superfície, tanto da terra, quanto da água dos rios, mares, oceanos e lagos. Então, a água se transforma em vapor. Até mesmo o gelo é afetado pelo calor: ele passa para o estado líquido e também evapora. Os seres vivos também contribuem com o suor e a transpiração.

Quando a água se transforma em vapor, ela se torna mais leve, sobe pelo ar e forma as nuvens. Nelas, milhões de partículas se acumulam e se aglomeram. Quando as nuvens se tornam densas e a temperatura do ar cai, a água se condensa, sendo descarregada na forma de chuva, granizo ou neve.

Assim, a chuva devolve a água à terra, seja no mar, nos rios ou nas montanhas, dependendo das diferenças de temperatura, dos ventos, do relevo, etc. Então, o ciclo começa novamente…

“Nós nos esquecemos que o ciclo da água e o ciclo da vida são, na verdade, um só”.

-Jacques Y. Cousteau, marinheiro e pesquisador –

A água é um recurso renovável?

Fica claro que a água muda de estado e volta para o ciclo a todas as vezes, por isso se diz que a água é um recurso renovável. Mesmo assim, é preciso cuidar dela e usá-la com responsabilidade, pois a sua quantidade é finita e não tão abundante, principalmente no caso da água potável, que é a água própria para o consumo humano.

Nesse sentido, tanto em casa quanto na escola, podemos colaborar para o cuidado da água com as seguintes ações:

  • Não deixar a torneira aberta enquanto escovamos os dentes.
  • Consertar torneiras com vazamento.
  • Optar por banhos rápidos no chuveiro em vez de banhos de imersão.
  • Não brincar com água.

Explicar o ciclo da água para as crianças é simples, pois você pode relacioná-lo a muitas atividades do cotidiano. Se, além disso, você também acrescentar a questão do cuidado com o planeta, certamente terá a atenção de todas elas.

Pode interessar a você...
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Como explicar as fases da meiose para as crianças

A meiose é um processo de geração de células com a metade dos cromossomos da célula-tronco. Veja como explicar as fases da meiose para as crianças.