5 dicas para não exagerar nos presentes com as crianças

5 dicas para não exagerar nos presentes com as crianças

Última atualização: 16 Abril, 2021

Qual mãe não quer encher a vida do seu filho de presentes? Qualquer pai deseja que a vida do filho seja doce, agradável e como uma festa eterna cheia de alegria. Porém, para expressar o amor que sente pelo seu filho ou comemorar seu aniversário, você não precisa exagerar nos presentes com uma montanha de brinquedos.

É verdade que muitas pessoas expressam amor e alegria pelas conquistas alcançadas pelos filhos com um presente ou uma grande festa. Por isso, às vezes, em datas como aniversários ou o Natal, os pequenos recebem muitos presentes.

Assim como também é verdade que os pais e parentes da criança muitas vezes caem na tentação de comprar muitas coisas e às vezes parece que “exageram nos presentes”. Dar um presente não é errado, mas lembre-se de que em cada ação você está transmitindo valores, educando seu filho.

Talvez, como mãe ou pai, você já tenha se perguntado se tantos brinquedos são realmente necessários. Porém, além disso, até que ponto educativo é que nossos filhos recebam tantos presentes? Se você está enfrentando esse dilema, muito provavelmente vai gostar de conferir essa série de dicas para considerá-las ao dar presentes para o seu filho.

5 dicas para não exagerar nos presentes em datas importantes

O importante são sempre as pessoas que estão ao seu lado

 

Os presentes são emocionantes e fazem parte daquele ritual de festejar um aniversário ou a festa de Natal mas, no final, o que a criança vai lembrar serão as pessoas com quem celebrou aquele momento.

Com certeza quando for adulta ela vai se lembrar do que vivenciou naquele dia com seus avós, primos ou amigos, entre outras pessoas. Os momentos agradáveis compartilhados, as risadas, as brincadeiras e talvez o sabor do bolo serão as coisas que mais ficarão vivas na memória.

Juntar-se para comprar os presentes pode ser uma boa ideia

Os convidados de uma festa podem se organizar para comprar juntos o presente em comum, para que a criança não tenha uma avalanche de coisas e até mesmo presentes repetidos. E, pelo contrário, serão capazes comprar algo mais durável que a criança poderá aproveitar por muito tempo.

Pensar em quais brinquedos dar

Brincar é uma parte essencial da aprendizagem e do desenvolvimento das crianças, e é por isso que os pais pensam muito sobre os tipos de brinquedos que desejam para os seus filhos.

Portanto, para evitar receber presentes indesejados ou jogos que a criança não irá utilizar, eles podem orientar e aconselhar os avós e amigos ou até mesmo fazer uma pequena lista de brinquedos funcionais de acordo com a idade da criança. Os pequenos certamente vão agradecer o conselho.

Melhor poucos do que muitos

Acredite ou não, as crianças não conseguem assimilar todos os presentes que recebem. E é normal que, dentre todos os brinquedos novos, elas acabem tendo preferência por apenas três ou quatro.

Em alguns casos, a criança vai se interessar mais por um do que pelos outros. Portanto, é melhor receber poucos presentes de boa qualidade do que muitos que vão estragar logo ou acabar amontoados no armário.

Ouvir a opinião dos pequenos

Ao fazer uma lista, não se esqueça de que a opinião da criança conta. A opinião das crianças deve ser sempre ouvida. Afinal, são elas que vão usar os presentes!

Você também pode perguntar a ela sobre a opção de doar os brinquedos do ano passado ou alguns dos presentes recebidos para uma instituição de caridade, para que ele possa praticar o desprendimento material desde cedo.

Ideias simples para não exagerar nos presentes.

Não há necessidade comprar muitos presentes

Se o seu filho for convidado para uma em que o aniversariante é mais novo que ele, vocês podem escolher juntos um brinquedo que esteja em boas condições e que ele não usa mais.

Assim, vocês poderão dar uma segunda vida a ele, evitando que o brinquedo fique esquecido no fundo do armário. Além disso, você estará dando ao seu filho uma boa aula de educação ambiental.

Tudo de bom na vida é uma bagunça: fazer amor, dançar, pular, voar, rir, beijar… E ter um filho.

-Ana Maria Simon-

O melhor termo usado para descrever a mente das crianças é “esponjas”, pois elas absorvem informações, padrões e tudo o que é ensinado muito rapidamente. Elas adotam e imitam tudo o que veem com facilidade.

Se lhes for permitido receber presentes em excesso, toda vez que for seu aniversário ou que houver alguma comemoração, elas estarão inadvertidamente sendo iniciadas em hábitos consumistas que dificultarão a apreciação do valor das coisas e dos presentes.

Compartilhar será sempre a melhor e mais saudável escolha quando se trata de receber e dar presentes. E já é hora de os adultos confessarem uma coisa: todos nós gostamos de usar os novos presentes da criança, nem que seja por um breve momento. Alguns adultos, inclusive, usam esses presentes mais do que a própria criança.

E se isso acontece com os adultos, você pode imaginar o quanto os amigos da criança querem usar seus novos brinquedos. Portanto, o brinquedo perfeito é aquele que todos gostam, que possa ser compartilhados e que permita aos pequenos passar horas e horas se divertindo juntos.

Pode interessar a você...
Festas temáticas para crianças
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Festas temáticas para crianças

As festas temáticas para crianças não saem de moda graças à diversidade de temas que sempre surgem na cultura popular, como personagens de livros ou filmes.