10 coisas que as crianças devem saber a partir dos 12 anos

Há coisas que as crianças devem começar a saber a partir dos 12 anos, que é quando, mais ou menos, começa a adolescência.
10 coisas que as crianças devem saber a partir dos 12 anos

Última atualização: 31 Dezembro, 2020

Há certas coisas que as crianças devem saber a partir dos 12 anos. Nessa idade, o nível de entendimento e maturidade são maiores e elas compreendem o que dizemos. Ficam para trás as fases em que era necessário encontrar as palavras certas para explicar as coisas, quando elas eram menores.

Dos 12 aos 18 anos, durante a fase da adolescência, ocorrem muitas mudanças psicológicas, físicas e sociais. Por isso, é importante falar sobre certos assuntos que as crianças devem saber nessa idade.

O que as crianças devem saber a partir dos 12 anos?

Os amigos

É importante ensinar o valor da amizade. As crianças devem saber que o importante não é a quantidade de amigos que temos, mas sim a qualidade dos vínculos. A partir dos 12 anos, as crianças já começam a ter os seus grupos de amigos para passar o tempo. Por isso, é necessário escolher bem essas pessoas.

Não serão os pais que terão que dizer com quem os filhos devem se relacionar. São eles mesmos que deverão entender o que significa a amizade e aprender como escolher. É preciso explicar às crianças que os amigos são aqueles que nos fazem sentir bem e que nos ajudam a ser pessoas melhores.

Manter uma vida saudável, ter uma boa alimentação e fazer exercícios

É fundamental infundir bons hábitos nas crianças, tais como fazer exercícios, praticar um esporte de que gostem e, certamente, seguir uma alimentação balanceada e saudável.

Para isso, temos que dar o exemplo e explicar porque é tão importante que elas se movimentem e levem uma vida saudável. Se educarmos quanto aos bons hábitos desde a infância, poderemos prevenir muitas doenças no futuro.

Responsabilidade, uma das coisas que as crianças devem saber a partir dos 12 anos

Para que sejam pessoas de sucesso no futuro, é importante que as crianças saibam agir com responsabilidade e assumir as consequências dos seus atos. Elas têm que aprender que todos nós temos responsabilidades que devemos cumprir e que é o esforço que vai ajudá-las a alcançar tudo o que se propuserem a fazer.

Álcool e drogas

Durante a adolescência, o álcool e as drogas podem ser um grande problema, principalmente porque as crianças já se deixam influenciar pelo grupo de amigos e podem começar a experimentar com eles.

Por isso, é importante explicar os efeitos e as graves consequências que as drogas podem ter na vida das pessoas. Porém, nunca partindo da proibição, já que ela encoraja a experimentar as coisas proibidas.

Fracassar e cometer erros

Devemos conversar com elas sobre o fracasso e sobre a ideia de que não devem ter medo dele, porque todos nós cometemos erros e nem por isso fracassamos. Elas precisam ver o fracasso como uma forma de aprendizagem para, dessa forma, evitar cometer o mesmo erro novamente mais adiante.

A tecnologia, mais uma coisa que as crianças devem saber a partir dos 12 anos

Atualmente, a tecnologia faz parte da nossa vida, mas ela também tem uma parte ruim: o vício, por exemplo, em videogames, celulares e tablets. Por isso, devemos explicar que as crianças também têm suas responsabilidades e que podemos dedicar um pouco do nosso tempo livre à tecnologia, mas sem que isso se torne uma obsessão.

Os pais devem controlar o tempo gasto com as novas tecnologias e sempre oferecer outras opções mais saudáveis, tais como jogar jogos de tabuleiro juntos, sair para passear, fazer um piquenique…

Outras coisas que as crianças devem saber a partir dos 12 anos

Sexualidade humana

O sexo não precisa ser um assunto proibido na família e é necessário falar sobre isso com naturalidade. Se as crianças tiverem dúvidas, temos que saná-las de forma natural e dizer que, caso necessitem de qualquer informação, devem perguntá-la aos pais, em vez procurar outros meios.

Converse com os seus filhos sobre o fato de que o sexo deve ser consensual para ambas as partes, e também sobre a gravidez, o respeito e os métodos anticoncepcionais.

Redes sociais

As redes sociais se tornaram uma janela para colocar fotos e estados sobre o que estamos fazendo. Muitos adolescentes ficam obcecados com a quantidade de likes que recebem. Portanto, é importante explicar sobre os perigos das redes sociais.

Por meio delas, muitas vezes há casos de bullying ou até mesmo a existência de pessoas que podem se aproveitar delas. É muito importante dizer para nossos filhos que eles não devem falar com estranhos e que o conteúdo de suas páginas sempre deve ser privado.

Em resumo, essas são algumas das coisas que as crianças devem saber a partir dos 12 anos. É importante e necessário conversar com elas sobre todas essas questões para que saibam enfrentar essa fase com sucesso e sem problemas.

Sempre devemos falar de tudo com naturalidade, sem julgamentos e sem censura, pois, caso contrário, elas vão acabar se afastando e não vão nos contar nada sobre os seus problemas.

Pode interessar a você...
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Tendências perigosas para os adolescentes nas redes sociais

Existem algumas tendências nas redes sociais que podem ser perigosas para os adolescentes. A seguir, confira mais detalhes.