Como a alimentação afeta o odor corporal?

· 20 de março de 2019
Enquanto os alimentos picantes fazem transpirar mais, a ingestão de frutas e legumes favorece o bom odor corporal. Você quer saber mais informações e dicas sobre esse assunto? Continue lendo.

Ludwig Feuerbach já dizia: “Nós somos o que comemos”. E, por sua vez, cheiramos o que comemos. O estudo Evolution & Natural Behavior, realizado por um grupo de pesquisadores da Universidade Macquarie, na Austrália, afirma que a alimentação determina o odor corporal de uma pessoa.

Qual é o seu cheiro?

A função da pele

A pele é o maior órgão do corpo. A função da pele é proteger, ajudar a regular a temperatura, armazenar água e se comunicar com o exterior através do estímulo sensorial.

As toxinas, por sua vez, são eliminadas através dos poros na forma de suor. Assim, é importante incentivar essas substâncias nocivas a deixarem o nosso corpo.

Portanto, não é difícil concluir que os alimentos influenciam o odor corporal e que, ao mudar o que comemos, o nosso cheiro também vai mudar.

A alimentação influencia o odor corporal

A influência dos hormônios

Cada pessoa emite um cheiro muito diferente. O odor de cada pessoa está relacionado a diferentes fatores, como os hormônios, o sexo e a genética.

Como comentamos, a alimentação afeta a transpiração, tanto de forma quantitativa quanto de forma qualitativa. Em outras palavras, alguns alimentos podem aumentar a transpiração e outros podem alterar a composição do suor, fazendo com que o cheiro mude.

Alimentos que causam odor desagradável

Entre os alimentos que fazem transpirar mais, estão incluídos todos os apimentados. Isso porque contêm capsaicina, responsável por essa sensação de ardência.

Ao ingeri-la, os receptores do sistema nervoso são ativados, da mesma forma que atuam durante o verão. É por isso que você percebe que a temperatura do corpo aumenta quando come algo apimentado.

As carnes vermelhas

Um estudo publicado pelo periódico Oxford Academic concluiu que o excesso de consumo de carne vermelha exige um esforço extra do corpo para queimar gordura e obter energia. Isso faz com que a transpiração fique cheia de toxinas e cause um odor desagradável.

Carboidratos refinados

Existe uma relação direta entre pessoas que consomem carboidratos refinados em excesso e o mau odor corporal.

Condimentos

O curry, o cominho, o feno-grego ou a cúrcuma fazem com que o corpo exale um cheiro muito particular. Mas se você gosta de comer esse tipo de tempero, certamente o cheiro não vai incomodar.

Alho e cebola

Além de suas propriedades curativas, ambos contêm sulfóxidos. É um composto que passa muito facilmente aos tecidos e que nos faz desprender esse odor particular e desagradável por cada poro da pele.

Alguns alimentos influenciam no odor corporal

Peixes

Existe um distúrbio metabólico chamado trimetilaminúria que causa um forte odor de peixe na pessoa que o consome. Isso ocorre porque o organismo da pessoa não é capaz de processar a substância liberada pelo peixe fazendo com que libere o cheiro através da transpiração e do hálito.

Alimentos que favorecem o bom odor

No estudo Evolution & Natural Behavior mencionado acima, também foi demonstrado que as pessoas que ingerem mais frutas e vegetais exalam um cheiro muito mais doce e floral.

O abacaxi e a laranja favorecem um cheiro mais agradável, enquanto as verduras de folhas verdes funcionam como um desodorante natural, graças à clorofila que contêm.

Dicas para um bom odor corporal

  • Inclua probióticos na dieta: promova a digestão de toxinas, reduzindo o odor da transpiração.
  • Consumir hortelã e cardamomo: ambos ajudam o sistema digestivo e proporcionam um aroma fresco ao corpo.
  • OMS. (2015). Alimentación sana. http://doi.org/Nota descriptiva No. 394
  • Sarmiento, R. (2006). Alimentos funcionales , una nueva alternativa de alimentación. Revista Orinoquia. http://doi.org/10.4161/auto.6.4.12244
  • Zuniga, A., Stevenson, R. J., Mahmut, M. K., and Stephen, I. D. (2017). Diet quality and the attractiveness of male body odor. Evol. Hum. Behav. 38, 136–143. doi: 10.1016/j.appet.2015.11.001
  • Jan Havlicek, Pavlina Lenochova; The Effect of Meat Consumption on Body Odor Attractiveness, Chemical Senses, Volume 31, Issue 8, 1 October 2006, Pages 747–752, https://doi.org/10.1093/chemse/bjl017