Como agir quando seu filho resolve dar um gelo em você?

22 de maio de 2018
Neste artigo, vamos contar o que você pode fazer quando seu filho resolver dar um gelo em você. A seguir, você vai encontrar cinco conselhos para lidar com essa situação.

Dar um gelo consiste na prática de um tratamento silencioso de uma pessoa em relação a outra. Caracteriza-se por ignorar uma situação não desejada. Através dessa omissão, pretende-se mostrar insatisfação ou conseguir algo em troca.

Atribui-se esse nome ao conjunto de comportamentos que têm como objetivo principal ignorar a outra pessoa. Pode ocorrer em qualquer tipo de relação, seja com amigos, familiares ou companheiros.

Dar um gelo causa situações inesperadas, especialmente quando é seu filho quem aplica essa técnica. É utilizada pelas crianças como mecanismo de defesa quando estão incomodadas com os pais.

Como mãe, você deve prestar atenção para que seu filho não utilize esse recurso psicológico como uma forma de conseguir o que quer. É necessário aprender a adotar uma abordagem que incentive as crianças a se abrir em vez de se fechar e ignorar.

5 conselhos para enfrentar o gelo

É verdade que os pais também podem utilizar o silêncio para lidar com algumas situações não desejadas. Mas o que acontece quando é a criança quem resolver dar um gelo?

A seguir, vamos apresentar alguns conselhos que podem ser úteis para enfrentar esse tipo de pressão exercida pelos filhos.

1.- Não mostre suas cartas

Não é nada simples receber um tratamento silencioso quando uma criança se sente ferida, incomodada ou frustrada.

Saiba que essas emoções são respostas naturais às mais diferentes situações, mas você deve mostrar para a criança que você não aceita essa postura. Se você se mostrar irritada diante dessa mudança de atitude do seu filho, ele vai saber que está conseguindo o que quer.

Nesses casos, em vez de levar para o pessoal ou ficar irritada, o melhor a fazer é tentar manter a calma exteriormente, mesmo que por dentro você se sinta extremamente frustrada.

2.- Não ceda

Nosso segundo conselho é não ceder quando seu filho resolver te dar um gelo para conseguir o que quer. As crianças frequentemente usam essa técnica para atingir um objetivo, como talvez evitar um castigo depois de quebrar as regras.

Em vez de reconhecer que fez algo errado e aceitar as consequências, a criança vai reverter a situação utilizando o silêncio para tentar chamar a atenção. O objetivo dela é fazer você mudar de opinião e tirar o castigo imposto.

Em muitos casos, os pais pensam somente no fato de que querem fazer seus filhos felizes e odeiam a ideia de que estejam bravos com eles. Por esse motivo, voltam atrás nas suas próprias decisões para quebrar o silêncio.

Se isso acontecer, a criança vai ficar feliz e vai falar de novo. Mas não terá aprendido nada com essa situação. Apenas que pode se safar dos castigos dando um gelo nos pais. Como consequência, ela não vai assumir as responsabilidades pelas suas ações nem vai melhorar seu comportamento.

“A educação é a habilidade de escutar quase qualquer coisa sem perder a calma ou a autoestima”
–Robert Frost–

3.- Lide com o problema

Você não pode obrigar seu filho a falar. Mas deve estar disponível e à espera quando a criança quiser conversar sobre o tema em questão. Aconselhamos a manter a calma ao lidar com o problema.

Deixe claro que dar um gelo não é a maneira certa de resolver a situação. Você pode dizer por exemplo: “Eu entendo que você está bravo. Mas não vamos conseguir resolver se você não conversar”.

4.- Incentive, de uma maneira ou outra, seu filho a falar

Outra maneira de incentivar a criança a voltar a falar com você é tirar alguns privilégios dela. Você pode não deixar que ela jogue videogame, por exemplo, até que volte a falar com você. Ou você pode deixá-la um tempo sozinha no quarto até que esteja pronta para conversar.

Mas atenção! Não transforme isso em vingança nem num grande problema. Simplesmente diga: “O videogame vai ficar desligado até que você volte a falar comigo”.

5.- Não pressione

Pedir várias vezes para que a criança fale pode fazer com que ela se cale ainda mais. Por isso, você deve dar espaço para que ela possa pensar sobre o que aconteceu e como pode resolver o problema.

Você não deve, de jeito nenhum, transformar essa situação em uma luta de poder. Brigar com seu filho ou usar as mesmas técnicas contra ele não vai resolver nada. Só vai piorar a situação e ferir ainda mais os sentimentos da criança.

Em suma, as crianças frequentemente resolvem dar um gelo quando não sabem como lidar com emoções ou situações difíceis. Como mãe, você deve ensinar habilidades para resolver os problemas com o objetivo de ajudar as crianças a controlar esse tipo de situação sem a necessidade de recorrer a recursos psicológicos como esse.