Como calcular a possível data do parto?

· 17 de janeiro de 2019
Entre as muitas perguntas que os futuros pais e mães costumam fazer, há o questionamento de como calcular a possível data do parto. Embora não seja possível saber o momento exato com total certeza, existem atualmente alguns métodos para descobrir a data de maneira aproximada.

Após a confirmação da gravidez, a pergunta que surge é quando o bebê vai nascer. Existem algumas maneiras de calcular a possível data do parto: desde simples fórmulas matemáticas a tabelas médicas consultadas por especialistas.

Independentemente da metodologia, o essencial é que a mãe saiba claramente sua última data de menstruação. Os ciclos de fertilidade das mulheres permitem identificar o momento em que a concepção provavelmente ocorreu. Isso é calculado considerando a data de início da mesma.

Após 14 dias, estima-se que o óvulo esteja no seu melhor estado para ser fertilizado. É nesse momento que se presume que o feto pode ser gestado. Esse período de máxima fertilidade para uma mulher dura de dois a três dias.

Com quais fórmulas posso calcular a possível data do parto?

As duas métricas comuns sobre como calcular a possível data do parto são a Regra de Naegele e o calendário médico. A primeira consiste em uma fórmula matemática da data da última menstruação. Dela, são subtraídos três meses e depois adicionado sete dias.

Para dar um exemplo com datas reais, podemos pensar que, se o ciclo menstrual foi em 11 de maio, a possível data do parto será 18 de fevereiro.

No caso do calendário médico, pode ser um círculo ou uma tabela e é muito comum em consultórios médicos. Se pegarmos o método das tabelas, a coluna da esquerda indica o mês da última menstruação e na primeira fila os dias. Entre o mês e o dia, há uma linha indicando a possível data do parto.

Outros métodos para calcular a possível data do parto podem ser encontrados na internet. Existem muitas calculadoras digitais que funcionam muito bem. Em geral, o requisito comum é a data da última menstruação. No entanto, apenas 10% das mulheres dão à luz na data indicada por essas calculadoras.  

exercícios durante a gravidez

Benefícios de saber a possível data do parto

Considera-se que uma gravidez chega ao fim quando o nascimento do bebê ocorre entre as semanas 38 e 42. Sabendo disso, os especialistas oferecem à mãe a possibilidade de saber em que intervalo de tempo ela vai conhecer seu bebezinho.

O principal objetivo dessa informação é que a mãe tem a oportunidade de se preparar física e psicologicamente. Além disso, é possível preparar tudo o que for necessário para a chegada do bebê. A verdade é que a data pode variar entre duas semanas antes do dia indicado e duas semanas depois.

Dependendo do tipo de gravidez e das condições das mães, alguns especialistas não revelam a possível data do parto. Embora geralmente deem à mãe o mês de nascimento, mas não especifiquem a data. Esse tipo de decisão é operacional quando há mães muito ansiosas ou com distúrbios da pressão arterial associados a alterações emocionais.

“Os ciclos de fertilidade das mulheres nos permitem identificar o momento em que a concepção provavelmente ocorreu”

Como saber se o bebê está pronto para nascer?

Muitos especialistas aguardam os resultados do ultrassom da semana 12. Nesse exame, a atenção se volta às medições e à evolução do bebê. Levando em conta esses valores e a idade da mãe, pode-se obter uma possível data do parto de forma mais precisa. Através dessa avaliação, a idade gestacional é obtida.

casal feliz com o nascimento do bebê

O ultrassom da semana 12 permite até identificar anomalias no feto. Entre 60 e 70% das malformações genéticas ou anomalias congênitas podem ser identificadas nesse exame. Por exemplo, a síndrome de Down é uma delas, assim como problemas relacionados ao coração e aos vasos sanguíneos.

Outro benefício do ultrassom da semana 12 é que ele permite identificar gestações múltiplas. Informações também são obtidas sobre a capacidade pélvica da mãe no momento do parto. Por outro lado, os resultados desse ultrassom também revelam a tendência a complicações médicas durante a gravidez.

A possível data do parto permite que os futuros pais adaptem o espaço para a chegada do bebê e, também, adaptem suas rotinas para esse momento.

O importante é reconhecer a flexibilidade que pode existir na data final. Não importa quantas análises sejam feitas, ainda não é possível ter toda a segurança sobre o momento do nascimento.

  • Pereira, A. P. E., Leal, M. do C., Gama, S. G. N. da, Domingues, R. M. S. M., Schilithz, A. O. C., & Bastos, M. H. (2014). Determinação da idade gestacional com base em informações do estudo Nascer no Brasil. Cadernos de Saúde Pública. https://doi.org/10.1590/0102-311X00160313