Como construir uma personalidade saudável nas crianças

· 9 de agosto de 2018
Todos os pais querem que seus filhos tenham uma personalidade saudável que os ajude a enfrentar os obstáculos da vida e que acima de tudo, se tornem adultos bem sucedidos e felizes.

Uma forma de conseguir uma personalidade saudável nas crianças é sermos, como pais, seus maiores fãs… tanto nos momentos bons quanto nos não tão bons assim. É necessário impulsionar a autoestima dos pequenos para que se sintam bem. Mas como fazer isso corretamente?

Muitos pais pensam que elogiar seus filhos de muitas maneiras diferentes é a melhor maneira para construir uma boa autoestima. Mas a verdade é que esta é a menor parte. E, claro, desde que os elogios sejam acertados e feitos no momento adequado.

Portanto, se você deseja que seu filho tenha uma personalidade saudável, também deverá levar em conta outros pontos essenciais:

  • Os filhos devem tomar suas próprias decisões
  • Eles devem aprender a resolver problemas
  • Eles têm que se sentir capazes de assumir riscos

Claro que, desses três pontos que são essenciais para um bom desenvolvimento da personalidade das crianças, não estão isentos a sua ajuda, o seu auxílio, o seu amor, a sua compreensão e o seu respeito. Mas, além disso tudo, não perca outras dicas que vamos dar a seguir sobre como construir uma personalidade saudável nas crianças.

Para criar uma personalidade saudável, não elogie demais

O excesso de elogios pode fazer mais mal do que bem na autoestima das crianças. A verdade é que os pequenos vão ter mais autoestima se se sentirem amados e seguros. Pois isso vai fazer com que se sintam capazes de realizar qualquer coisa. É necessário elogiar o esforço mais do que o resultado.

personalidade saudável

Se você elogia muito seu filho, estará abaixando a meta. Se você disser que ele sempre está fazendo tudo corretamente, ele não irá precisar desenvolver motivação para se superar. A confiança vem do esforço, de tentar e errar, mas, acima de tudo, de voltar a tentar novamente até ter a satisfação de conseguir.

Responsabilidades em casa

Para construir a autoestima das crianças a fim de que tenham uma personalidade saudável, é necessário que elas tenham oportunidades para demonstrar sua competência e que sintam que sua ajuda tem uma grande contribuição para o restante.

Por isso que é essencial dar responsabilidades em casa para a criança de acordo com sua idade. Pode ser ajudar na cozinha, colocar a mesa ou arrumar as camas, por exemplo. Assim, quando crescerem, você não terá que se esforçar para que realizem as tarefas domésticas.

Deixe assumir riscos

É claro que você deverá ser o guia nesses riscos. Mas é necessário que seu filho comece a assumi-los para poder ter confiança no mundo e em si mesmo. Deverá aprender a tomar decisões e assumir responsabilidade por elas. Deixar a criança decidir o que fazer é uma forma de conseguir com que assuma riscos.

Um exemplo é: se seu filho de quatro anos está com uma jarra de suco nas mãos e quer levá-la sozinho, você pode permitir que o faça. Se ele deixar cair no chão, terá que encontrar a solução para o desastre, assim como fazem os adultos bem sucedidos: buscam soluções para o problema que ocorreu.

personalidade saudável

Permita que tome suas próprias decisões

Para aumentar a confiança dos filhos, é muito importante que aprendam a tomar suas próprias decisões (com uma liberdade correspondente à idade). Dessa forma, as crianças se sentem mais poderosas e começarão a entender as consequências de suas decisões.

Por exemplo, se você permite que seu filho decida se coloca ou não um casaco no inverno, ele poderá começar a diferenciar entre estar protegido e passar frio. Essa é uma forma de aprender a ter controle sobre o próprio corpo e de ser capaz de assumir responsabilidade por suas decisões.

Encoraje a seguir os próprios interesses

Outra maneira importante para que os filhos construam uma personalidade saudável e que tenham uma boa autoestima é que sejam encorajados a seguir os próprios interesses e que você se certifique de que cheguem até ao final. Não importa do que se trate. Pode ser natação, atletismo ou superar um recorde no videogame. O que importa é transmitir o valor da perseverança, e fazer com que sejam capazes de terminar aquilo que começaram.