Como criar crianças autossuficientes

6 de março de 2019
Podemos infundir nos nossos filhos princípios de força e liderança desde pequenos. Isso vai ajudá-los a ter uma boa autoestima, bem como segurança para resolver qualquer situação por conta própria.

Desde pequenas, as crianças podem mostrar suas habilidades diante de diferentes situações. É conveniente que elas estejam dispostas a enfrentar e superar diversos obstáculos, bem como a manter a sua verdade e defendê-la. Saber criar crianças autossuficientes é fundamental para formar homens e mulheres de sucesso para o futuro.

Ter em casa crianças que saibam distinguir quando podem se encarregar de uma situação é uma grande vantagem. É aí que os fundamentos de sua autonomia e segurança são forjados.

Assumir a responsabilidade por suas ações, estabelecer seus próprios julgamentos e não ter medo de cometer erros são os alicerces para educar crianças autossuficientes.

Ter essas características oferece muitos benefícios para a criança e para o seu ambiente familiar. Em primeiro lugar porque, de uma forma ou de outra, a criança cultiva ferramentas indispensáveis para o seu futuro.

Além disso, a sua infância incluirá experiências gratificantes, além do carinho e do apoio incondicional de seus pais, já que ela não vai ter medo de vivenciar situações fáceis ou desconfortáveis. Isso, sem dúvida, aumenta a sua autoestima.

Vantagens de ser uma criança autossuficiente

Os principais benefícios de infundir esse tipo de criação na criança são:

  • Autonomia: ela terá seu próprio conceito de si mesma, com uma autoestima elevada e saudável.
  • Maturidade no tempo certo.
  • Sem medo de errar, ela será cuidadosa ao responder ou tomar qualquer decisão.
Vantagens de ser uma criança autossuficiente

Ter todo esse potencial vai ajudar a criança a se desenvolver corretamente à medida que for crescendo. Para conseguir isso, a chave de tudo é a educação e a família.

Ter um núcleo familiar forte e unido vai contribuir para que o seu comportamento e a sua formação sigam as linhas da autoconfiança e da força espiritual e intelectual.

Como criar crianças autossuficientes?

Em casa, várias atividades simples podem ser implementadas para educar e fortalecer a personalidade de crianças autossuficientes. Como pais, temos o dever de garantir o melhor para os nossos filhos. E, sem dúvida, isso inclui incentivar a sua autonomia para que eles possam seguir em frente em qualquer situação.

Devemos começar esse treinamento desde quando nossos filhos são pequenos. Em um primeiro momento, atribuindo tarefas fáceis, que sabemos que podem dominar perfeitamente. Conforme o tempo for passando e eles forem crescendo, a dificuldade deve aumentar.

Algumas das responsabilidades que podemos lhes atribuir são, por exemplo, se vestir e recolher seus brinquedos ou roupas.

Isso, embora pareça pouco, será uma conquista para eles e, assim, vão se acostumando até chegarem a atividades mais complexas. Além disso, dessa forma, a criança começa a ter consciência de seus limites e valoriza o seu esforço.

“Para educar uma criança com autoestima, você tem que ensiná-la a perder”
—Dr. Estivill—

Um bom relacionamento cria filhos autossuficientes

A união emocional entre pais e filhos é fundamental. É por isso que o amor e o apego são peças-chave para a confiança da criança.

A partir disso, uma personalidade com segurança e independência é promovida e todas as suas necessidades são atendidas. Graças ao apoio de seus pais que a criança sente, ela é levada a superar desafios e a experimentar livremente o ambiente ao seu redor.

Conforme forem evoluindo em idade e confiança, é possível permitir que os filhos tomem suas próprias decisões e façam algumas atividades sozinhos, tais como tomar banho, amarrar os sapatos, comer com talheres ou escolher suas roupas.

Incluí-los na escolha de um passeio, uma viagem ou de um lugar para sair também é favorável. Tudo isso vai ajudar a criança a ter mais iniciativa e a se expressar livremente.

 Um bom relacionamento cria filhos autossuficientes

Cada conquista merece os parabéns. Para criar crianças autossuficientes, é importante valorizar os desafios alcançados sem ser excessivamente exagerado.

Controlar a frustração

Se a criança cometer erros muitas vezes, devemos valorizar a persistência e a tenacidade. Contudo, não devemos deixar de falar sobre os seus erros nem supervalorizar os seus esforços. Isso vai ajudá-la a controlar a frustração por meio do autocontrole e da tolerância.

É importante dar liberdade à criança para que a sua confiança cresça. Mas, claro, sem deixar de participar ativamente de sua vida.

Por isso, devemos estar presentes em todas as atividades, atuando como um guia para que os pequenos sintam o apoio da família. A proteção não é algo ruim. O que prejudica a autoestima e a segurança é a superproteção.

É necessário deixar a criança aprender a se desenvolver no ambiente ao seu redor, experimentando e enfrentando os desafios que possam surgir. Ela vai encontrar as soluções dentro de si mesma, através do raciocínio e com base na autoconfiança que desenvolver.

  • Posner, M. I., & Rothbart, M. K. (2000). Developing mechanisms of self-regulation. Development and Psychopathology. https://doi.org/10.1017/S0954579400003096