Como educar filhos gêmeos?

Como educar filhos gêmeos?

Última atualização: 29 Maio, 2021

Para educar filhos gêmeos, é essencial estimular suas individualidades. Portanto, tudo se resume a ajudá-los a descobrir quem eles são como pessoas, sejam seus filhos gêmeos idênticos ou fraternos.

Criar gêmeos não é fácil. Imagine todo o trabalho mental e físico envolvido em cuidar e formar para a vida um par de gêmeos.

Há muitos aspectos que devem ser levados em consideração se você tiver que ser mãe de duas crianças ao mesmo tempo.

Ser mãe de gêmeos é exaustivo e complicado. A realidade é que você sempre terá que enfrentar o dobro de dificuldades. E não estamos falando mais apenas de cuidar deles, mas também de educá-los com qualidade.

A primeira coisa é entender quais são seus principais desafios. A organização, o desgaste mental e os conflitos entre irmãos sempre serão os principais elementos a dominar.

Aqui vamos dar algumas dicas para que você consiga educar bem seus gêmeos sem tantas dificuldades.

Sem estratégia não há vitória

Prepare-se mentalmente

 

Mãe e filhos gêmeos

Como você já deve saber, cuidar de gêmeos requer paciência, planejamento e disciplina. Então, assim como quando você descobriu que teria dois bebês em vez de um, a primeira coisa é se preparar para o que está por vir.

Algumas mães ficam chateadas quando sabem que em vez de um, há dois. No entanto, não há nada que não se possa alcançar se você se organizar bem e envolver toda a família. Porque o que você vai precisar é de muita ajuda.

Como nos primeiros meses, seu parceiro deve compreender que a educação e o crescimento de ambos os filhos é um desafio que exigirá muito mais dele como pai e marido. Ele definitivamente terá que se integrar como um participante muito ativo.

Antes indivíduos do que gêmeos

Tudo o que você fizer dependerá da maneira como vê os seus pequenos. Portanto, é melhor que você os trate como dois indivíduos diferenciados desde o início de suas vidas.

Nesse sentido, muitas vezes é bastante prejudicial engrandecer essa relação especial de conexão que existe entre os gêmeos.

Certamente, o relacionamento deles será próximo, mas na medida em que eles decidirem e estabelecerem. O que queremos dizer é que você não deve vinculá-los mais do que eles desejarem.

Dar espaço para que cada um forme sua personalidade é a coisa mais sensata a se fazer. Dessa forma, você também poderá identificar melhor seus pontos fortes e suas dificuldades pessoais.

Evite o estigma de ser gêmeos

Existem vários estigmas sobre gêmeos, como se fosse simples lidar com o fato de ter outra pessoa com uma aparência física tão semelhante à sua. É por isso que você deve levar em consideração as seguintes dicas:

  • É essencial evitar o rótulo de “gêmeos”. Permitir isso se tornará um problema ao longo do processo de crescimento.
  • Se muitas pessoas os identificarem dessa forma, eles poderão se aborrecer e tomar atitudes rebeldes em busca de sua identidade.
  • Evite vesti-los iguais, incentivando a construção da imagem de cada um. Isso será bom para eles, pois cada um é uma personalidade única e diferente.
  • Da mesma forma, as comparações devem ser eliminadas. Ninguém gosta de ser comparado, e isso não é uma exceção para os gêmeos.
  • Tudo o que for dito a eles deve ser uma mensagem diferenciada para cada um.

Os filhos gêmeos e a escola

 

Quando entrarem na idade escolar, é essencial manter as diferenças. A primeira recomendação é procurar uma escola que lhes permita frequentar aulas em salas separadas.

Por sua vez, isso permitirá que cada um deles desenvolva suas próprias habilidades e seus próprios círculos de amigos. Isso será ótimo para evitar atitudes competitivas relacionadas ao aprendizado entre os dois.

O mesmo vale para atividades extracurriculares. Se praticam esportes, tente deixar que cada um escolha a disciplina que desejar. Pode acontecer também que um queira jogar futebol, enquanto o outro queira estudar música. Cada um deve poder escolher por si mesmo.

Tempo de qualidade para cada um

Nem tudo pode ser feito em grupo. Na verdade, o ideal é que tanto o pai quanto a mãe passem um tempo sozinhos com cada um dos dois filhos gêmeos.

Como pessoas independentes, eles têm o direito de aprofundar seus relacionamentos separadamente. Contudo, podemos evitar que os pais deem mais atenção sempre ao mesmo gêmeo.

É bom dividir as responsabilidades, mas cada filho deve ter um tempo de qualidade com cada um dos pais.

Pode interessar a você...
O poder dos momentos felizes em família
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
O poder dos momentos felizes em família

Momentos felizes em família são essenciais para nos conectar uns com os outros, mas o que mais você deve saber sobre isso? Continue lendo e descubra!



  • Franklin, E. (2016). Gemelos. Orientaciones sobre su crianza y desarrollo psicológico: En la familia y en la escuela (Vol. 208). Narcea Ediciones.
  • Viola, R. S. (2015). Gemelos y escuela. Infancia: educar de 0 a 6 años, (152), 33-41.