Como escolher o melhor instrumento musical para o meu filho?

10 Agosto, 2020
Embora possamos ajudar nossos filhos a escolherem seu primeiro instrumento musical, a decisão final, na verdade, deve ser deles mesmos. De qualquer forma, é importante que a educação musical seja motivo de alegria, não de desgosto. É isso que vai pautar seu progresso.

O contato com a música desde cedo traz benefícios que nos acompanham para sempre. Se, como pai, meu projeto for adquirir um instrumento musical para o meu filho, é importante considerar que suas habilidades e desenvolvimento pessoal serão enriquecidos pela dimensão infinita do mundo da música.

O primeiro instrumento musical para o meu filho deve ser uma escolha exclusivamente dele. A princípio, podemos fornecer um contexto prévio, um ambiente musical que estimule o gosto pela música.

Certamente, a escolha de um instrumento quando a criança é pequena não significa que ela não possa mudar de ideia ao longo do tempo. O importante é que as crianças escolham o instrumento musical de acordo com sua idade, seus conhecimentos prévios e, acima de tudo, sua vontade.

Aprendizagem musical para crianças

A idade recomendada para as crianças começarem a aprendizagem musical é a partir dos cinco anos. Essa aprendizagem deve ser um motivo de alegria para a criança. Caso contrário, pode ser contraproducente.

Se o pequeno gosta da aula de música, ele vai conseguir escolher o próprio instrumento corretamente. Esse elemento vai acompanhá-lo como um amigo durante muitos anos.

Em geral, existem instrumentos adequados para cada idade da criança, de modo que a escolha precoce não significa que ela será pianista ou flautista a vida toda. A ideia é simplesmente aproximar a música de uma maneira que não exija muito esforço inicial.

Grandes benefícios para o desenvolvimento

Nas crianças, não é o virtuosismo que deve ser procurado, e sim todos os benefícios que a música oferece em relação a elas mesmas e à interação com o ambiente.

escolher o melhor instrumento musical para o meu filho

Por outro lado, não devo apenas procurar um instrumento musical para o meu filho que esteja de acordo com sua idade. O ponto-chave para que a criança aprecie a música plenamente é encontrar a escola ou o professor certo para ela.

Um professor de música que não contempla a magia e a espontaneidade próprias da infância e que não considera o valor social que essa disciplina traz para os pequenos, dificilmente poderá transmitir o amor pela música para uma criança. Lembre-se de que as crianças devem aprender brincando.

Opções mais comuns de instrumentos musicais para crianças

Até os cinco anos de idade, o contato com os instrumentos musicais deve ser totalmente livre. Por isso, é uma boa ideia que a criança tenha tambores, xilofones ou pequenos pianos ao seu alcance.

A partir dos seis anos de idade, a abordagem do assunto muda. A criança compreende as notas musicais e as escalas, de modo que é capaz de aprender melodias simples e interpretá-las com um instrumento. A satisfação que isso proporciona ao pequeno é enorme.

“A idade recomendada para as crianças começarem a aprendizagem musical é a partir dos cinco anos”.

Instrumentos mais escolhidos

Alguns dos instrumentos mais comuns para crianças a partir dos seis anos de idade são:

  • O piano: Sem dúvida, o instrumento mais completo para começar na música é o piano. Para as crianças, é mais fácil visualizar as notas e criar harmonias, já que se trata apenas de se familiarizar com as teclas. Ainda assim, o piano tem desvantagens para a maioria dos mortais: seu custo e seu tamanho, que dificultam sua presença em casa.
  • A flauta: Ao contrário do piano, a flauta é muito barata e portátil. Além disso, também tem outra vantagem: beneficia as crianças no controle da respiração. Esse instrumento as apresenta a uma disciplina orgânica muito interessante em nível mental.
  • O violãoDe custo acessível, o violão pode ser um aliado da criança pela vida toda. No entanto, não é tão fácil dar os primeiros passos com esse instrumento. É preciso saber como afiná-lo e as cordas oferecem uma certa resistência a princípio. Além disso, exige uma coordenação que nem todas as crianças possuem nessa idade.
escolher o melhor instrumento musical para o meu filho

  • O violino: Há crianças que não têm dificuldade para aprender a segurar o violino com a postura correta, mas outras sim. Por outro lado, para além do seu belo som, o violino testa a paciência e a disciplina das crianças.
  • Percussão: A bateria e os tambores estimulam a coordenação de mãos e pés de uma maneira muito divertida. Os tambores transmitem uma bela energia para meninos e meninas.

Um teste simples

Por fim, para escolher um instrumento musical para o meu filho, posso guiá-lo através de algumas reflexões. Podemos perguntar se ele gosta do som, se o instrumento é apropriado para o tipo de música que ele geralmente ouve, se ele fica animado ao segurá-lo em suas mãos e por que ele gosta mais desse instrumento do que dos outros.

Como resultado desse pequeno teste, as respostas da criança possivelmente vão nos surpreender. Certamente, depois disso, teremos informações suficientes para apresentá-la ao belo caminho da educação musical.