Como estimular a engenhosidade nas crianças

· 1 de fevereiro de 2018
“Não basta ter uma boa mente; o principal é saber aplicá-la bem” -René Descartes (1596-1650)-
A engenhosidade está relacionada à imaginação na hora de resolver problemas da vida cotidiana. É por esse motivo que é importante estimular a engenhosidade nas crianças. Porém, como isso deve ser feito? E quais são os benefícios?

Engenhosidade: o que é exatamente?

A engenhosidade pode ser definida como a capacidade que uma pessoa possui na hora de inventar ou imaginar coisas que, combinadas com os conhecimentos e os meios de que dispõe, permitem resolver um problema. Na realidade, este conceito se relaciona com o que mencionou o famoso filósofo acima.A imaginação ou a engenhosidade é uma capacidade que os pais podem desenvolver nos filhos desde pequenos. Isso pode ser feito colocando situações que pareçam intrigantes às crianças em casa. E sobretudo, deixando que as crianças aprendam a resolvê-las.

A importância do desenvolvimento da engenhosidade nas crianças

Sabemos que no período compreendido entre a infância e a adolescência, deixa-se para trás a liberdade criativa que caracteriza as crianças e em certas ocasiões, essa habilidade desaparece ou diminui. Isso ocorre porque na pré-adolescência ocorrem transformações que podem afetar a tomada de decisões e, portanto, a formação da criatividade de uma pessoa.

Por esse motivo, é essencial estimular a engenhosidade nas crianças o mais cedo possível, com o objetivo de que continuem sendo criativas quando passarem pela fase da adolescência.

Estimular a engenhosidade das crianças proporciona tranquilidade e felicidade

As crianças, geralmente, acreditam em coisas que não se pode ver, o que as leva a pensar no que querem ser no futuro. Assim, podem colocar metas mais abrangentes, porém, também de maior satisfação. Tudo isso proporciona felicidade e tranquilidade.

Além disso, as crianças estão em constante crescimento, por isso é fundamental que estimulem o lado emocional com o objetivo de que sejam no futuro pessoas íntegras e que saibam se adaptar a diferentes ambientes. Mas isso somente acontece caso se contribua com o desenvolvimento da imaginação o mais cedo possível.

Maneiras de estimular a engenhosidade das crianças

Não permitir que as crianças tenham muitos brinquedos

Qual a razão? Segundo uma experiência realizada por 2 pesquisadores do Departamento de Saúde Publica da Alemanha, em uma escola infantil se eliminaram todos os brinquedos por 3 meses. Mesmo que no começo as crianças tenham ficado aborrecidas, aos poucos começaram a inventar jogos.

Desse fato se conclui que com a escassez a necessidade de criação fica mais intensa. Por isso, quando as crianças tiverem menos brinquedos, será mais benéfico para elas, já que aprenderão a serem mais engenhosas.

Ler contos e fazer desenhos

Uma das atividades que podem ser realizadas para estimular a engenhosidade das crianças é ler regularmente vários contos. Isso leva as crianças a um mundo diferente, cheio de ideias e emoções.

Outra atividade consiste em fazer desenhos. Isso permite que elas se expressem em relação ao que veem no ambiente que as rodeia ou mesmo que gostariam de ver. Cabe ressaltar que não se deve rir dos desenhos, já que isso bloqueia a capacidade criativa dos pequenos.

Poesía para niños.

Estimular a engenhosidade das crianças implica empregar elementos do seu meio e música

Outro modo de estimular a capacidade engenhosa das crianças é utilizar elementos ou objetos de seu meio com o objetivo de dar a eles um uso diferente do habitual. Dessa maneira, as crianças se imaginam fazendo o uso dos mesmos objetos, mas de outra maneira. O emprego da música é essencial, já que as ajuda a imaginar ou viajar a ambientes diferentes.

Emprego de peças de teatro e criação de historias

As peças de teatro também estimulam a criatividade das crianças, já que permite ver vividamente em cena os personagens que elas tem lido com regularidade em diversas histórias. Quando se pede a uma criança para criar uma história, damos asas à sua imaginação. O propósito é que as crianças, à medida que avançam na criação de uma história, sejam capazes de dar enredo à mesma e criem personagens e fatos.

Utilização da pesquisa e imitação de personagens

Utilizar a pesquisa ajuda as crianças a trabalhar sua imaginação, já que as ajuda a entender os acontecimentos. Por outro lado, utilizar a imitação de personagens as ajuda a se imaginar conversando com seus animais favoritos e interagindo com eles.

Estabelecer debates e fazer pinturas

Nos debates as crianças podem expressar suas ideias, o que lhes dá rédea solta a sua engenhosidade no momento de responder.  Levá-las para pintar em diferentes lugares, também desenvolve a engenhosidade. Além disso, elas aprendem a estar em contato com a natureza.

Na verdade, estimular a imaginação das crianças não é complicado, já que é uma característica essencial do período da infância.

El juego sensopático nos acerca mucho más que la tecnología

Benefícios de estimular a engenhosidade nas crianças

Quais são os benefícios em estimular a engenhosidade das crianças? Aqui você tem alguns deles:

  1. Contribui com a motivação primária em relação ao processo de aprendizagem e de ensino.
  2. Promove o raciocínio lógico-matemático, o que facilita a resolução de exercícios.
  3. Gera autopreparação e disciplina.

Estimula a autoanálise ao resolver problemas e favorece a autoestima

  1. Motiva a criança a aprender com os erros. Isto é, ao procurar uma solução, leva em conta os erros anteriores, para não cometê-los novamente.
  2. Favorece o desenvolvimento da autoestima
  3. Contribui para o desenvolvimento de uma mentalidade perseverante, ganhadora e paciente na hora de buscar soluções.
  4. Ajuda a relacionar a matemática com os fatos da vida cotidiana.

Ajuda no desenvolvimento de uma melhor interação com outras crianças

  1. Empregando a engenhosidade em concursos ou campeonatos, ajuda as crianças a desenvolver sentimentos e valores ao interagir com outras crianças.
  2. Ao trabalhar em grupo, as crianças que têm a engenhosidade estimulada são capazes de colaborar mais e, por fim, estabelecem melhores relações pessoais.
  3. Adquirem a noção de autodomínio na hora de resolver seus problemas.