Como desenvolver a coordenação motora fina nas crianças

A coordenação motora fina é o tipo de coordenação que precisa do uso dos músculos pequenos das mãos e do antebraço para realizar atividades que requerem maior precisão e refinamento. Essas habilidades se desenvolvem progressivamente ao longo dos anos se as crianças forem estimuladas adequadamente.

O estímulo para o desenvolvimento das habilidades motoras finas desde cedo vai permitir à criança, por exemplo, segurar um pincel com precisão e pintar.

À medida que crescem, em circunstâncias normais, os bebês desenvolvem sua coordenação motora fina. Como? Ao explorar o mundo através do tato, tocando, pegando e soltando objetos, etc. No princípio, os bebês vão começar a pegar tudo o que encontrarem ao redor para explorar a textura dos diferentes objetos ao alcance. Isso acontece por pura curiosidade.

Posteriormente, vão começar a brincar, jogar, pegar os objetos, e geralmente, se divertir com eles. Mesmo que não pareça, à medida que isso acontece, o bebê está exercitando os músculos das mãos e dos antebraços. Ele adquire, dessa forma, precisão e retenção no controle da sua própria força ao pegar ou soltar os objetos. 

Atividades que desenvolvem a coordenação motora fina

  • Desenhar.
  • Escrever.
  • Cortar e colar.
  • Bordar com lã.
  • Utilizar a agulha.
  • Fazer origami.
  • Moldar massinha de modelar.
  • Entre outras atividades similares.
O bebê e a coordenação motora

Por quê são importantes?

Um dos primeiros sinais do desenvolvimento da coordenação motora fina num bebê está em poder segurar, pegar e mover objetos.

Com um estímulo adequado e com o tempo, o bebê poderá aprender a segurar uma caneta e fazer desenhos numa folha de papel. E assim sucessivamente até que tenha idade suficiente para utilizar lápis coloridos e/ou recortar com tesouras.

Sempre que as crianças utilizam as mãos para realizar tarefas, a coordenação entre as mãos e a visão se aperfeiçoa. Isso é especialmente necessário para aprender a desenhar, colorir, ler e escrever. Essas são atividades que a criança vai executar pelo resto da vida e que vai permitir o seu desenvolvimento em outros âmbitos, como o escolar.

Além de poder brincar livremente e desenhar numa folha de papel desde cedo, a exploração livre do mundo que as rodeia, especialmente dos objetos, ajuda as crianças a alcançar um bom desenvolvimento e a construir uma autoestima saudável. 

Sinais do desenvolvimento da coordenação motora fina

Ao nascer, os bebês têm pouco ou quase nenhum controle sobre suas extremidades e sobre a força que exercem. No entanto, a partir da 8ª semana, eles começam a esticar um pouco os braços, movê-los e passam a bater. Isso faz parte do desenvolvimento natural, especialmente do tato.

A partir dos 5 meses de idade, um bebê já consegue segurar com firmeza um objeto. Pouco a pouco, chega a etapa em que consegue usar toda a mão ou inclusive o dedo polegar para pegar um brinquedo e experimentar tudo o que acontece quando deixa, segura ou derruba algum objeto.

Ao chegar à idade pré-escolar, as crianças aprendem a utilizar melhor o lápis, a recortar com uma tesoura e abotoar as roupas sozinhas. Essas habilidades também requerem o desenvolvimento da coordenação motora fina.

A partir dos 12 meses de idade, as crianças já possuem maior domínio das mãos e têm mais agilidade. Dessa forma, podem brincar com diferentes brinquedos (bonecos, legos, etc.), virar as páginas de um livrinho e segurar uma caneta com a firmeza adequada para desenhar ou colorir.

A coordenação motora fina permite que as crianças escrevam e façam outras atividades necessárias para o resto de suas vidas.

Criança pintando e exercitando a coordenação motora

Atividades para desenvolver a coordenação do seu bebê

Deixar o seu filho explorar o mundo o mais livremente possível desde que é um bebê é o melhor que você pode fazer para que ele desenvolva a coordenação motora fina.

Claro que um bebê pequeno requer a supervisão constante de um adulto. Mas à medida que cresce é preciso incentivá-lo a brincar com os seus próprios dedinhos.

Tenha massinha de modelar em casa

Parece mentira que a famosa massinha de modelar ajuda as crianças a fortalecer os músculos dos dedos. Apertar, esticar e modelar a massinha ajuda o seu bebê a desenvolver a coordenação motora e a ter uma experiência sensorial importante através da brincadeira.

Criar murais no banheiro

A brincadeira é essencial para a aprendizagem das crianças e também uma maneira de desenvolver sua coordenação motora e suas habilidades. Para ajudá-la, você pode recortar figuras de EVA de diferentes formas.

As figuras desse material se aderem às paredes da banheira ou à cerâmica do seu banheiro e são uma brincadeira divertida e estimulante.

Pintar com os dedos

Uma brincadeira tão simples quanto usar os dedos para pintar sobre uma parede do quintal ou uma cartolina grossa pode ajudar a criança a desenvolver a coordenação das mãos.

Brincar com água

Apertar uma esponja ou encher e esvaziar um recipiente com água são brincadeiras simples que ajudam a fortalecer as mãos de um bebê. Essas brincadeiras podem se tornar mais divertidas ainda se você juntar bolhas de sabão e corante na água.

Recomendados para você