Como incentivar a criança nos esportes

Considere essas recomendações e descubra como você pode incentivar seu filho a praticar esportes. Se precisar de ajuda profissional, não pense duas vezes.
Como incentivar a criança nos esportes

Última atualização: 08 Julho, 2021

Incentivar as crianças nos esportes é tarefa de todos, especialmente sua, pois você desempenha um papel relevante como mãe. No entanto, é compreensível considerar que essa é uma tarefa complexa, principalmente em uma época assolada pelo sedentarismo.

Não estamos nos referindo ao desinteresse das crianças quando se trata de praticar esportes, mas ao esforço necessário para transformar essa prática em um hobby contínuo. É aí que entra você como mãe (ou pai) e principal responsável pelo seu filho.

Diante disso, surgem vários questionamentos, entre os quais se destaca a dúvida sobre como incentivar as crianças nos esportes. A seguir, vamos dar algumas recomendações que você pode implementar no seu dia a dia com os pequenos.

O que fazer para incentivar as crianças nos esportes?

Como mãe, em primeiro lugar, você deve entender a importância do esporte na vida da criança, todos os benefícios que oferece e como influencia o desenvolvimento físico e psicológico.

Crianças na aula para começar no esporte.

Seja qual for a prática esportiva que seu filho escolher, você pode ter certeza de que isso o ajudará em seu dia a dia. Também servirá como uma ferramenta para conhecer outras crianças e fortalecer seu desenvolvimento social e emocional.

Por outro lado, o esporte será a alternativa mais saudável para o pequeno gastar toda a energia acumulada ao longo do dia, assim como o estresse provocado pelas aulas ou práticas excessivamente sedentárias, como aponta esse informe da Associação Espanhola de Pediatria. Quando se tem consciência desses benefícios para os pequenos, só falta encontrar uma forma de incentivá-los a praticar algum esporte.

Dê o exemplo

A maioria das crianças, senão todas, aprendem por meio da imitação. Isso acontece com os bons e os maus hábitos. Nessa temática, o exemplo ganha grande importância como parte do processo de aprendizagem.

Como mãe, aconselhamos que você dê o exemplo no que diz respeito à prática esportiva. Dessa forma, é provável que o seu filho se sinta mais motivado. Você não precisa dizer uma única palavra sobre o esporte de que gosta ou como o pratica. Você só precisa praticar regularmente e ter a certeza de que seu filho vai notar sua perseverança. Os pequenos geralmente são muito observadores.

Converse sobre os benefícios do esporte

Passar um tempo com seu filho não significa observar o que ele faz esporadicamente ou supervisionar suas brincadeiras sem interromper. Também significa sentar para conversar com ele, ouvi-lo e entendê-lo. Nessas conversas é aconselhável conversar sobre os esportes e os benefícios que podem trazer. Claramente, isso não significa falar sobre tecnicalidades ou conceitos complexos, muito pelo contrário.

Tente transmitir para criança tudo o que o fato de ser fisicamente ativa pode contribuir para sua saúde. Além disso, lembre-se de que a maneira como você trata seu filho depende da idade dele e de como ele entende o ambiente.

Seja paciente

Nem todas as crianças têm o mesmo processo. Algumas são mais extrovertidas ou têm melhores qualidades físicas, mas isso não significa que seu filho também tenha essas habilidades.

Uma criança pode ter medo de começar ou entrar em pânico ao praticar um esporte, mesmo que uma modalidade de que ela goste. Ou talvez apenas sinta vergonha e isso a deixa paralisada.

Não importa qual seja o cenário, como mãe, você deve se destacar como o primeiro ponto de apoio. Transmitir confiança, segurança e estabilidade emocional à criança será o seu principal objetivo e, para isso, é fundamental ter paciência.

Deixe a criança escolher

Um dos pontos mais importantes para incentivar as crianças nos esportes é deixar que elas escolham o que querem praticar. No entanto, esse é um aspecto que geralmente não é levado em consideração pelos pais.

Parece irracional não considerar isso, mas ainda acontece. Como mãe, a ideia é deixar seu filho escolher livremente. Nunca tente forçá-lo a praticar um esporte, porque ele nunca o fará com prazer e os benefícios não virão.

O esporte como sinônimo de diversão

Além dos esportes, as brincadeiras se destacam como a forma mais adequada de aprender. Não só porque foca no entretenimento da criança, mas porque tem como eixo principal a diversão.

Pai e filho praticando esportes juntos para promover a empatia.

Quando somos crianças, o esporte ainda não está vinculado à competição, mas à motivação e ao desenvolvimento psicomotor. Por isso, para incentivar as crianças nos esportes tem que ser uma prática divertida e não muito monótona.

Se você perguntar ao seu filho sobre uma atividade ou esporte, pode ter ser certeza que ele vai citar alguma que achou muito divertida. Isso significa que o esporte por meio das brincadeiras gera um impacto positivo e fortalece o aprendizado significativo.

Incentivar as crianças nos esportes porque a saúde deve estar em primeiro lugar

Em relação aos benefícios dos esportes para as crianças, é importante destacar que os mais relevantes estão relacionados à saúde. Uma criança que pratica qualquer esporte tem menos probabilidade de sofrer de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT).

Por outro lado, sua vitalidade e suas habilidades físicas vão agradecer, e muito. Nesse sentido, seu objetivo como mãe não deve se concentrar apenas em incentivar seu filho nos esportes, mas em encontrar uma maneira de mantê-lo saudável.

Pode interessar a você...
Os melhores esportes para crianças com autismo
Sou Mamãe
Leia em Sou Mamãe
Os melhores esportes para crianças com autismo

Os esportes oferecem muitos benefícios concretos para as crianças com autismo. Esse é o caso do ciclismo, da equitação, da ginástica, por exemplo.