Compartilhar: quando exigir isso das crianças?

A capacidade de compartilhar deve ser estimulada desde os primeiros anos de vida. Isso permite melhorar a convivência tanto com outras crianças quanto com adultos.
Compartilhar: quando exigir isso das crianças?

Última atualização: 26 Abril, 2021

O ato de compartilhar é uma questão muito presente na vida de pais e filhos. Os pais, em geral, exigem que os filhos compartilhem seus pertences com outras crianças, pois é lógico que queremos que nossos filhos sejam pessoas boas e, acima de tudo, generosas.

Compartilhar pode ser bastante conflitante se não houver um ensinamento correto para isso. Todos nós já levamos nossos filhos a um parque alguma vez para brincar com alguns de seus brinquedos e presenciamos a algumas disputas, principalmente entre mães e filhos, exigindo que estes partilhem seus brinquedos quando outra criança pede para brincar com eles.

Compartilhar para crianças x compartilhar para adultos

Dizem que a vida é o caminho que ensina a ser uma boa pessoa. Como adultos, aprendemos que um relacionamento pessoal vale mais do que qualquer coisa material. Que as coisas materiais estragam, quebram ou até deixamos de gostar delas com o tempo. Mas um irmão, uma irmã, um amigo, isso é para toda a vida. Aprendemos a confiar nos outros e a dar e compartilhar tudo o que temos, independentemente de a outra pessoa quebrar ou perder.

4535383621_7542b44134_z

Essa é a diferença entre adultos e crianças: nosso caminho de vida é muito mais percorrido do que o delas. Talvez muitos de nós tenhamos a sorte de ter sido criados por pessoas generosas que nos ensinaram a ser generosos desde cedo.

Outros, talvez tenhamos que aprender por si mesmos. De qualquer forma, temos certeza de que você deseja ensinar seu filho a compartilhar. Ninguém gosta de ver uma criança arrogante e egocêntrica que não quer compartilhar seus brinquedos, sua comida ou suas guloseimas. Portanto, é importante que você comece a estabelecer as bases desde a primeira infância. Mas tenha uma coisa em mente: nosso título diz “quando exigir isso das crianças?". Então, vamos falar mais sobre isso a seguir.

Exigir e ensinar a compartilhar: qual é a diferença?

Como dissemos no início, quando uma criança é forçada ou obrigada a compartilhar suas coisas, talvez estejamos forçando-a a fazer algo que ela não deseja. Seria como se nos dissessem para dar nossa bolsa com nossos pertences a um estranho. É por isso que a nossa recomendação é construir uma boa base para ensinar a partir do amor.

Parece fácil dizer e nem tanto fazer, mas não é tão difícil. Você deve aproveitar qualquer situação que surgir para começar a instilar na mente e no coração de seu filho o desejo de compartilhar.

Por exemplo: não é estranho que sua filha pequena queira usar seus saltos ou sua maquiagem. Aproveite para mostrar a ela que são coisas suas, mas que você a deixa usar porque confia nela e sabe que ela terá cuidado. Mostre também que você fica feliz em saber que ela gosta de algo que você compartilhou com ela.

Aproveite para tocar seu coraçãozinho com perguntas como: “Você também não gosta de ficar feliz? Você sabia que se dividir seus brinquedos com… (seu irmão/sua irmã, seu vizinho, as crianças do parque, etc…) você também vai se sentir assim? E você sabe o melhor? Eles também deixarão você usar as coisas deles e será como ter brinquedos novos todos os dias. Isso seria muito legal, não é?"

8482665055_581438373c_z

Não é difícil que uma criança quebre algo que pegou sem permissão ou algo que você emprestou para ela. Se você quer ensinar a seu filho que o amor está acima de tudo e que não importa o que é material, você não deve ficar com raiva. Aproveite a situação para dizer algo como: “Não tem problema, querida, é apenas um objeto. Você vale mais do que isso e não quero fazer você chorar por ficar brava com você".

Mostre para a criança que, se ela emprestar algo a alguém e essa coisa quebrar, não tem problema. É melhor fazer os outros se sentirem bem. Além disso, as coisas sempre podem ser substituídas, mas as pessoas não. Mas lembre-se: você deve dar o exemplo. Não fique brava e fale sempre com amor.

As palavras movem, mas o exemplo arrasta

Anônimo

Se você der o exemplo, poderá lembrar seu filho de que você compartilha com ele e mostrar que o importante não são as coisas materiais. Isso o ajudará a ser uma boa pessoa no futuro. Pense um pouco, o mundo seria tão ambicioso e corrupto se todos tivessem aprendido a viver assim?

Nossa resposta ao título deste artigo: “Compartilhar: quando exigir isso das crianças?" é breve, mas concreta: nunca. No entanto, se mudarmos a palavra “exigir" para “ensinar", nossa resposta será: sempre.

Nem sempre é preciso sentar e conversar com seu filho para ensinar uma coisa ou outra, aproveite todos os momentos!

Pode interessar a você...
Ensine seu filho a compartilhar com outras crianças
Sou MamãeLeia em Sou Mamãe
Ensine seu filho a compartilhar com outras crianças

Para que a tarefa de ensinar nossos filhos a compartilhar com os outros não seja impossível, precisamos conhecer alguns métodos para passar a mensagem.