Oito conselhos de como se conectar com o seu bebê

· 17 de dezembro de 2017
Tratar de estabelecer um vínculo forte com o nosso bebê vai fazer com que a relação de apego dure por toda a vida

Embora pareça complicado, o ato de se conectar com o seu bebê é algo que você realiza diariamente, sem se dar conta. Desde o primeiro momento em que nos comunicamos com ele para compreender os seus sinais, já estamos estabelecendo uma forte conexão. Além disso, essa forte conexão acontece quando atendemos às suas necessidades, transmitimos carinho, alimentamos e cuidamos dele e lhe proporcionamos segurança.

Estabelecer essa profunda conexão com o bebê é fundamental para o seu crescimento. Além de fazê-lo se sentir protegido e seguro, ele vai ser capaz de crescer feliz. No caso de você não estar realizando nenhum desses atos que vamos mencionar a seguir, é importante que comece a colocá-los em prática para fortalecer o vínculo entre vocês.

Conselhos de como se conectar com o seu bebê

Como comentamos anteriormente, muitas vezes a mãe se conecta com o bebê sem saber o que está fazendo isso. No entanto, pode ser que não estejamos colocando em prática alguma das ações que também são vitais para fortalecer o vínculo com a criança. Aqui vamos comentar para você as mais importantes:

Atender as exigências

É importante que você atenda às demandas do bebê o máximo possível. Por exemplo, acalmar o bebê quando começar a chorar, alimentá-lo quando sentir fome, trocar sua fralda quando ela estiver suja, prestar atenção nele quando pedir e cantar para que ele relaxe. Em qualquer momento que ele precisar, você deve estar sempre por perto.

mãe brincado com o filho

Balançar levemente

Os bebês costumam chorar por diferentes motivos. Uma maneira de acalmar seu filho e poder ajudá-lo a relaxar é balançar levemente o bebê no colo. Você também pode fazer isso na hora que ele estiver com sono. Isso vai ajudá-lo a se sentir muito mais tranquilo em ambos os casos.

O contato físico

Os carinhos, os beijos e os abraços são uma forma muito importante de expressar nosso carinho para com o bebê e fortalecer ainda mais o vínculo entre vocês. Além disso, é importante encontrar um momento oportuno para fazer nele algumas massagens, elas vão proporcionar segurança, tranquilidade, carinho e amor.

“Em nível emocional, o calor do corpo materno proporciona à criança uma sensação de segurança, conforto e apego”

Ler e cantar

Embora o bebê não compreenda logo de cara, ler alguns contos vai ajudá-lo a começar a falar muito mais rápido. Também ajuda a estimular seu gosto pela leitura e criar um momento único para ambos. Cantar enquanto o bebê estiver no seu colo ou quando estiver a ponto de dormir também é uma excelente forma de fortalecer o vínculo entre vocês.

A hora do banho

O banho ajuda a estimular os sentidos do bebê, relaxa e, à medida que vai crescendo, vira um momento de diversão. Enquanto você o mantiver suspenso, pode estabelecer uma conexão visual com ele, falar, brincar com alguns utensílios para o banho ou derramar levemente água sobre o seu corpo.

A comunicação

Embora o bebê não seja capaz de entender o que dizemos, ele é capaz de compreender o tom de voz, o olhar e os sorrisos. Por isso, é muito importante tomar cuidado com o tom da voz que usamos para falar com ele. O tom da voz deve ser suave e agradável. Da mesma forma, é fundamental sorrir sempre que possível. Os gestos são uma maneira muito prática de se conectar com o seu bebê.

mãe beijando o filho

Imite os balbucios e os sons do bebê

Toda vez que você conseguir chamar a atenção do seu bebê e interagir com ele, você vai estimular seus sentidos. Ao começar a imitar sua forma de comunicação, você demonstra o quanto ele é importante para você. Além disso, vai criar uma base sólida em que vai assentar as bases de um apego permanente e saudável.

A amamentação materna e o vínculo afetivo

Esse é um dos momentos mais importantes de conexão com o seu bebê. Os especialistas concordam em dizer que a amamentação ajuda a estabelecer um forte vínculo com o bebê. Em nível emocional, o calor do corpo da mãe proporciona uma sensação de segurança, conforto e apego à criança.

A amamentação materna e o vínculo afetivo são dois mecanismos que propiciam a sobrevivência do recém-nascido. Isso é o que lhes permite ganhar proteção, aconchego e alimento. Por isso, é muito importante compreender essas necessidades e tratar de satisfazê-las. Elas constituem as bases de uma relação de apego segura do bebê com sua mãe. Assim, a preocupação maternal primária e a amamentação materna conforme as demandas do bebê são os pilares fundamentais do vínculo afetivo entre a mãe e o bebê.

Antes de mais nada, proporcionar carinho, segurança e atenção vai ser fundamental para estabelecer uma conexão sólida com o seu filho.