Cuidados com a cicatriz da cesariana após o parto

· 17 de maio de 2018
A cicatriz causada pela cesariana no parto deve ser bem cuidada. Mas qual é a maneira correta de proceder para uma boa cicatrização?

Os cuidados com a cicatriz da cesariana são simples, mas deve ser feitos cuidadosamente para permitir uma recuperação ideal. Durante a cicatrização, será crucial prevenir infecções e monitorar possíveis sangramentos ou aberturas.

A seguir, resumimos alguns conselhos práticos para cuidar da cicatriz da cesariana após o parto e melhorar a cicatrização.

A evolução da cicatriz da cesárea após o parto

Quando a mamãe sair da sala de cirurgia, ela verá que a cicatriz estará coberta com um curativo cirúrgico. Durante as primeiras semanas, é essencial monitorar constantemente a cicatrização para verificar se não há sangramento ou abertura. Também será importante trocar o curativo para evitar a contaminação.

Depois de alguns dias, a cicatriz não precisará mais ser coberta constantemente. Em geral, qualquer ferida ou cicatriz seca e se cura mais rapidamente quando está descoberta. As bandagens geram uma concentração de umidade que pode favorecer a proliferação de vários microrganismos e patógenos.

Em uma evolução normal, essa cicatriz não deve mostrar relevos e seu tom predominante será rosado. No entanto, cerca de 5% das mulheres desenvolvem queloides durante a recuperação do parto. Os queloides são caracterizados por um crescimento anormal de tecido cicatricial e são mais frequentes entre pessoas de pele escura.

Por isso, a cicatrização pós-parto de toda mulher deve ser devidamente acompanhada por seu médico de confiança. O profissional capacitado pode descobrir a formação de queloides e propor um tratamento para melhorar a aparência da cicatriz.

A evolução da cicatriz da cesariana depois do parto

Preparar a pele na gravidez facilita os cuidados pós-parto

Para facilitar o cuidado da cicatriz da cesárea e prevenir os queloides, é aconselhável preparar a pele durante a gravidez. O ideal é aplicar hidratante de excelente qualidade ou aloe vera, para melhorar a elasticidade da pele. Isso evitará que a pele fique ressecada e proporcionará uma melhor cicatrização após a cesariana.

A alimentação durante a gestação também deve ter como objetivo melhorar a qualidade da pele. Uma mulher grávida deve ter um excelente aporte de proteínas e uma hidratação reforçada. Além disso, o consumo de frutas e verduras será essencial para fortalecer o sistema imunológico e prevenir a constipação.

Durante as primeiras semanas, é essencial monitorar constantemente a cicatrização para verificar se não há sangramento ou abertura

Cuidados com a cicatriz da cesariana: a higienização diária

A higienização diária da cicatriz da cesariana será crucial para eliminar quaisquer impurezas e prevenir infecções. Para lavá-la, devemos usar apenas água morna e sabão neutro e fazer movimentos muito suaves. Sabonetes com perfumes, esfoliantes ou antibacterianos devem ser evitados, pois podem irritar a pele.

Depois de lavar a cicatriz e enxaguá-la com bastante água, é essencial secar muito bem. Isso porque a umidade facilita a proliferação de bactérias e outros patógenos. Para conseguir uma boa secagem, o ideal é usar uma gaze limpa e fazer “toques” suaves na cicatriz.

Durante o banho e a secagem, é importante evitar movimentos bruscos ou forçar os músculos abdominais. Qualquer impacto ou esforço feito nessa região pode prejudicar a cicatrização.

Para lavar a ferida, devemos usar apenas água morna e sabão neutro e fazer movimentos muito suaves. Sabonetes com perfumes, esfoliantes ou antibacterianos devem ser evitados, pois podem irritar a pele”.

Deixar a ferida ao ar livre acelera a cicatrização

Tapar as feridas cria um microclima úmido na região que, além de facilitar a proliferação de microrganismos, dificulta a cicatrização. Quanto mais tempo pudermos deixar a cicatriz da cesárea ao ar livre, mais rápida e mais fácil será a recuperação.

No entanto, se tivermos que sair e o contato com as roupas provocar desconforto, podemos fazer um curativo simples usando gaze e esparadrapo hipoalergênico.

peças para não interferir com a cicatrização

Prefira roupas macias e de algodão

Durante o processo de cicatrização, se recomenda que as mulheres usem roupas leves e macias, de preferência de algodão. Tecidos grossos não permitem a transpiração do corpo, o que pode gerar umidade na região abdominal; como consequência, a cicatriz é exposta a um grande número de microrganismos.

Se as temperaturas estiverem muito baixas, podemos usar uma peça de algodão para ficar em contato com a cicatriz e nos agasalhar posteriormente. O mais importante é que o tecido que está em contato com a pele não interfira na cicatrização, nem provoque uma reação alérgica.

Cada mulher é um ser único e dona de um organismo singular. Por esse motivo, os cuidados com a cicatriz da cesariana devem levar em conta as necessidades específicas de cada mamãe e de seu próprio corpo. O acompanhamento médico será indispensável para estabelecer diretrizes de recuperação e orientar o processo de cicatrização.