Depois de um aborto espontâneo, quando posso tentar de novo?

· 6 de julho de 2018
Um aborto espontâneo ocorre quando o embrião, ou o feto, morre e a gravidez da mulher é interrompida de maneira natural.

Normalmente, esses casos acontecem no primeiro trimestre da gestação e não põem em risco a vida da mulher.

Um dos principais sintomas de um aborto espontâneo é a dor no ventre, similar às que sofrem algumas mulheres durante a menstruação. Essa dor também vem acompanhada de um sangramento intenso e regular.

Caso você tenha sofrido um aborto espontâneo e não sabe direito quando é o momento ideal para voltar a tentar engravidar, nem os cuidados necessários, nós do Sou Mamãe estamos aqui para ajudar.

Engravidar depois de um aborto natural

Mesmo que você tenha sofrido um aborto natural, isso não significa que há algum problema com seu corpo e menos ainda que a próxima gravidez vai ser interrompida, igual à última.

Mas é claro que essa ocorrência exige que você vá ao médico para ser examinada e tirar todas as dúvidas com respeito às possíveis causas que originaram sua perda.

Também é um erro pensar que você deve esperar muito tempo para voltar a ficar grávida. Ou que caso você fique, tenha que tomar precauções bastante limitadoras.

Se você acabou de passar por um aborto espontâneo nas primeiras semanas de sua gravidez, os especialistas recomendam esperar de 2 a 3 ciclos menstruais antes de voltar a tentar engravidar de novo.

Mas se seu aborto aconteceu à partir do segundo trimestre, então você deve aguardar mais tempo. Seu obstetra, após uma análise de suas condições físicas, será quem melhor te dirá quanto você deve esperar.

Tenha sempre em mente que a espera é recomendada para que seu corpo, e especialmente seu útero, se recuperem, porque durante o período que você esteve grávida, muitas mudanças foram impostas.

Quanto aos cuidados, se você engravidar, eles serão iguais aos que você teve antes.

Mas ressaltamos novamente que sua condição física deve ser analisada para que qualquer medida extra seja prescrita por seu médico.

É importante saber que muitas mulheres logo depois de ter um aborto natural ficam grávidas após tentar novamente e nunca mais sofrem outra perda.

Recuperação emocional logo depois de um aborto espontâneo

aborto espontâneo

Se você teve um aborto espontâneo e a gravidez era planejada, não ter o filho com certeza é uma tristeza. Pode ser que você se culpe. Talvez seu desejo sexual tenha diminuído e até as carícias de seu companheiro te incomodam.

Você não deseja ver ninguém e a solidão de seu quarto, enfiada embaixo dos lençóis, é o melhor lugar possível. Se tudo isso passa por sua cabeça, não se preocupe, é a coisa mais normal do mundo.

Porém, esta etapa deve ser superada como qualquer outra na vida. Chore, desabafe, reconheça a ansiedade, a insegurança e até um pouco de medo. Mas não prolongue o sofrimento durante muito tempo.

O seu corpo fértil precisa de uma mente positiva e emocionalmente forte para voltar à ativa e engravidar novamente. Se você ficar deprimida e alimentando a dor, um estado de frustração se impõe e será difícil sair dessa.

Por isso recomendamos que você se esforce para superar esse momento. Evite o estresse. Só você pode fazer isso.

Admita o que aconteceu e não guarde ressentimentos contra você mesma. Seu aborto não significa que há um problema genético ou com seus órgãos reprodutivos.

Uma grande porcentagem dos abortos naturais é causado por malformação e anomalias nos cromossomos do feto que impedem seu crescimento e desenvolvimento característicos.

Busque o apoio do seu companheiro e da sua família. E também do médico e de um psicólogo, se você considera necessário para aceitar o que aconteceu o mais rápido possível.

Sabemos que a perda de um filho, mesmo que ele ainda fosse um embrião, é algo trágico. Ainda mais se ele era planejado e muito desejado. E por isso mesmo, por seu desejo de ser mãe, é sua obrigação se recuperar.

Depois de um aborto espontâneo, quando posso voltar a tentar?

aborto espontâneo

Biologicamente, um aborto espontâneo é algo normal, tão normal quanto a própria concepção e é assim que você deve encarar.

Caso você tenha tomado as seguintes medidas:

  • Recuperação do seu estado emocional
  • Liberar sua mente
  • Levar uma vida e dieta balanceadas
  • Recuperar seu apetite sexual

Logo você poderá aproveitar a barriguinha que tanto deseja até que o momento desejado chegue. Nesse instante virá um lindo bebê carequinha, gordinho e lindo.