Desconhecidos que dão comida às crianças sem o consentimento dos pais. O que fazer?

23 de junho de 2019
As crianças correm vários riscos se aceitarem um doce, uma comida ou qualquer outro produto de estranhos. É uma tarefa importante para os pais evitar essas situações.

Todos nós sempre ouvimos a recomendação de nossos pais: “Não aceite coisas de estranhos”. Entre os casos mais preocupantes estão os desconhecidos que dão comida às crianças sem o consentimento dos pais. O que é preciso saber quando isso acontece?

Essa situação pode ser difícil para as crianças compreenderem. Mesmo assim, é importante que elas entendam que é preciso diferenciar entre a autoridade adulta e a proteção contra um possível risco. Hoje em dia, há uma série de drogas orais totalmente indetectáveis.

Mesmo que não se trate precisamente de uma atitude com más intenções, também não é apropriado. A pessoa em questão pode não saber que a criança seja alérgica ou intolerante ao que ela oferece, o que pode trazer outras consequências.

Ensine seus filhos a serem seletivos

Talvez isso faça com que as crianças fiquem mais retraídas ou até sintam medo. No entanto, ficar alerta e ter um critério de seletividade vai ajudar a se proteger quando for preciso. A primeira coisa é ensinar a criança a falar apenas com pessoas conhecidas por seus pais.

Da mesma forma, as crianças também devem entender que receber comida ou coisas de estranhos pode ser perigoso. O ideal é que elas peçam permissão de seus parentes ou conhecidos mais velhos antes de aceitar qualquer presente.

Saber identificar os membros da família, bem como as hierarquias e instituições será sempre de grande ajuda. No caso de a criança ser abordada quando estiver sozinha, ela deve recorrer a outro adulto. Da mesma forma, é preciso sempre oferecer planos de ação para sua autoproteção.

3 conselhos para o caso de desconhecidos que dão comida às crianças sem o consentimento dos pais:

  • Alerte a criança sobre o perigo. Os pequenos devem considerar a regra de que comer algo oferecido por um estranho é ruim. Portanto, devemos ser claros e explicar os perigos que isso pode trazer.
  • Alimentos sob a supervisão dos pais. Se a criança receber alguma coisa para comer de algum desconhecido, ela deve levar para um de seus responsáveis. Nesse caso, os pais ou professores terão que aprovar o consumo.
  • Nenhum presente secreto é bom. Os adultos conscientes sempre vão perguntar aos pais de uma criança se podem dar algum presente. Por isso se isso não acontecer, a criança deve suspeitar e ficar alerta.
Desconhecidos que dão comida às crianças: é preciso ficar alerta.

Ensine aos seus filhos o perigo de receber doces de estranhos

Qualquer pai ou mãe deseja que o filho se sinta seguro em todos os momentos. No entanto, o perigo pode estar em qualquer canto e por isso é preciso prepará-lo. Eventualmente, chega o momento de ensinar que coisas ruins podem acontecer, por isso é preciso alertar sobre os desconhecidos que dão comida às crianças.

Por esse motivo, quando atingirem certa idade, é bom que as crianças tenham conhecimento sobre as drogas e como é possível escondê-las por meio de alguma comida. O vícios, o estupro e o sequestro são problemas que será preciso abordar mais cedo ou mais tarde.

Além disso, toda criança deve saber que esse tipo de situação deve ser contado aos pais e professores. Se elas estiverem sozinhas, o mais adequado é recorrer à polícia ou às pessoas que estão vestindo uniformes.

Os riscos

Estes são os principais riscos da interação com estranhos:

  • Sequestro. A maioria dos pais considera que esse é o principal risco por excelência. Por isso, as crianças devem saber sobre a possibilidade de um adulto usar comida para realizar um sequestro.
  • Abuso infantil. Um doce ou uma guloseima pode ser o “chamariz” para um abuso. Assim, o doce pode conter alguma droga, ou simplesmente ser o meio para ganhar a confiança da vítima.
  • Incitação ao vício. Existem casos de pessoas que distribuem doces com drogas apenas para incitar o vício.

Ficar alerta e um critério de seletividade ajudará as crianças a se protegerem. A primeira coisa é ensinar a falar apenas com pessoas conhecidas pelos pais.

Drogas camufladas em doces e aumento do vício na adolescência

Hoje em dia, mais do que nunca, os desconhecidos que dão comida às crianças sem o consentimento dos pais são um perigo. Países como Espanha, Nicarágua, México e Colômbia registraram casos de distribuição de narcóticos a menores.

Em relação ao tráfico de drogas, sabe-se que organizações criminosas podem usar doces com dois objetivos. O primeiro, é o transporte de drogas sem ser detectado pela vigilância do estado. O segundo, incitar o vício na população jovem.

Infelizmente, duvidar da qualidade da embalagem ou da marca já não é suficiente. As drogas na forma de doces estão se tornando cada vez mais elaboradas e podem ter a aparência de produtos comerciais. Em alguns casos, pacotes de marcas reconhecidas são copiados fielmente.

Desconhecidos que dão comida às crianças. O que fazer?

Usando a tecnologia ao nosso favor

Por fim, os pais podem usar a tecnologia, a internet e outros recursos para alertar os filhos. Existem muitos documentários, músicas e programas dedicados a esse tipo de orientação. Portanto, não hesite em consultar e compartilhar com os filhos.

Sem sombra de dúvida, é uma verdadeira prioridade familiar alertar sobre os desconhecidos que dão comida às crianças sem o consentimento dos pais.