Como fortalecer a personalidade de uma criança de três anos de idade

· 12 de julho de 2017

As crianças de três anos de idade são um turbilhão de sabedoria inocente e impulsividade. Existem muitas atividades que podem ser realizadas para estimular o desenvolvimento social e emocional de uma criança dessa idade.

É possível que ela tenha um amigo imaginário, quando surpreende você ao pedir que ponha mais um prato na mesa na hora de comer. Isso não significa que seu filho seja um desequilibrado, apenas que ele tem uma personalidade forte.

Os amigos imaginários aparecem para crianças que são propensas à criatividade, a ter um espírito de grupo, à alegria, à independência e à felicidade.

Um amigo imaginário pode ser humano ou animal, normalmente têm um nome, e uma personalidade diferente da do seu filho. Mas, sem dúvida, ajuda as crianças a desenvolverem sua personalidade e, inclusive, a controlarem seus impulsos, e a melhorarem suas habilidades sociais.

Isso não quer dizer que se o seu filho não tiver um amigo imaginário, ele não poderá desenvolver uma personalidade forte.

Para que uma criança desenvolva uma boa personalidade e desfrute de uma boa autoestima e autoconhecimento, é preciso que os pais desempenhem um papel ativo demonstrando respeito e empatia com as necessidades das crianças, sempre demarcando os limites e estabelecendo normas claras para a idade de três anos.

Como potencializar a personalidade de uma criança de três anos

Se ele tiver um amigo imaginário…

Se o seu filho tiver um amigo imaginário é importante que ele demonstre isso, e que os pais o respeitem e, acima de tudo, que não tentem manipular as ações ou sentimentos dos seus filhos, usando o amigo imaginário.

Por exemplo, para evitar problemas ou bate-bocas evite frases do tipo: “coma todas as lentilhas, porque ‘x’ também gosta e comeu todas elas.” Respeite a relação entre eles, mas não se envolva nela.

Seus filhos sabem que na verdade se trata de uma criação imaginária; pode ser bastante assustador para uma criança se ela falar de seu amigo imaginário como se ele fosse real…

Isso pode confundir a cabeça dela. Os amigos imaginários costumam desaparecer quando as crianças completam entre 6 e 7 anos de idade, pois as crianças começam a ver a realidade de uma forma mais exata, e o pensamento mágico começa a esfumaçar.

Fortaleça sua autoestima

Para fortalecer a autoestima das crianças é preciso que elas saibam que são capazes de fazer o que for proposto a elas e para isso, deverão saber que você confia nas possibilidades dela, sem jamais fazer comparações com outras crianças. É preciso que os pais identifiquem e destaquem os pontos fortes dos filhos. Existem várias formas de conseguir identificar e ressaltar os pontos fortes da criança, algumas dessas formas são:

  • Dê responsabilidades a seu filho em casa; ajudando você nas tarefas da cozinha e na faxina, por exemplo.
  • Dê ao seu filho a oportunidade de interagir
  • Mostre ao seu filho boas formas para melhorar seu o amor próprio
  • Respeite suas emoções e ajude-o a entendê-las, dando nome a cada um desses sentimentos no momento em que ele os estiver sentindo
  • Se ele experimentar fortes emoções, busquem juntos soluções para que ele se sinta melhor

Respeito, confiança e segurança

Para que uma criança possa desenvolver uma personalidade forte, ela deve acreditar em si mesma, se respeitar, e confiar em suas capacidades. Para que isso aconteça é muito importante que tanto os pais quanto as mães façam a suas partes e demonstrem ao menino ou à menina respeito, confiança, e segurança. Uma criança precisa se sentir protegida em casa e estes são os três pilares básicos:

Para que seu filho de 3 anos de idade sinta respeito, confiança, e segurança de sua parte será preciso que você sinta empatia com as emoções dele, controlando seu estado de espírito, sobretudo nos dias em que ele se sentir mais cansado (a) ou mal-humorado (a).

Conversar com o seu filho sobre como ele se sente é um bom começo, embora você ache que com três anos de idade ele não entenda tudo.

Com três anos de idade são capazes de entender algumas emoções próprias e dos outros, por isso esse é o melhor momento para começar a trabalhá-las para as situações em que for preciso lidar com elas; como por exemplo, em momentos de birra ou nervosismo.

Tudo isso ajudará você a fortalecer a personalidade dele porque ele terá maior autoconhecimento, e será capaz de se controlar no futuro, e de encontrar soluções para se sentir bem consigo mesmo e com o seu entorno.